Rua João Julião 331 (Bela Vista) 01323-903 São Paulo, São Paulo SP | ver mapa

Especialidades e Profissionais

Equipe Médica

Opiniões para Hospital Alemão Oswaldo Cruz

4,9

Baseado em 22 opiniões

Pontualidade

Atenção

Instalações

Você foi atendido/a em Hospital Alemão Oswaldo Cruz?

Opinar

O melhor: "Dra Renata uma médica incrivel e extremamente competente. Transmite mta confiança. Tratou a minha mãe com mta humanidade com explicaçoes mto claras de todo o tratamento que ela ira passar agora. Gratidão é a palavra por tudo."

Motivo da visita: Consulta

Neusa . marcou consulta com Dra. Renata D'Alpino Peixoto em Hospital Alemão Oswaldo Cruz

Marcou consulta na Doctoralia

Poderia melhorar: "Excelente trabalho. Profissional."

Motivo da visita: Exames preventivos

Simone N. marcou consulta com Dra. Renata D'Alpino Peixoto em Hospital Alemão Oswaldo Cruz

Marcou consulta na Doctoralia

O melhor: "Dra. Rafaela é extremamente gentil, preocupada com o bem estar do paciente, nos passa muita segurança."

Motivo da visita: Nódulo na mama

Paciente que marcou consulta com Rafaela Cecilio Sahium em Hospital Alemão Oswaldo Cruz

O melhor: "médica muito competente e humana, sempre atualizada , faltam palavras para descreve-lá, super recomendo, me atende com muito amor e carinho"

Motivo da visita: tratamento oncologico

Paciente que marcou consulta com Dra. Renata D'Alpino Peixoto em Hospital Alemão Oswaldo Cruz

Ver as 22 opiniões sobre Hospital Alemão Oswaldo Cruz

Serviços

  • Cancerologia
    Preço
    Preços aproximados informados pelo profissional para pacientes particulares (sem plano de saúde).
    Ultima atualização: 01/02/2017
  • Primeira consulta Cancerologia Detalhe A partir de R$ 550
  • Retorno de consultas Cancerologia
  • Consulta domiciliar Cancerologia
  • Cirurgia do Aparelho Digestivo
    Preço
    Preços aproximados informados pelo profissional para pacientes particulares (sem plano de saúde).
    Ultima atualização: 17/02/2016
  • Urologia

Respostas dos especialistas

19 Especialistas participando

1531 Respostas

376 Especialistas de acordo

1522 Pacientes agradecidos

Especialistas de Hospital Alemão Oswaldo Cruz estão respondendo perguntas que os usuários enviam a Doctoralia.
Descubra mais

As perguntas se enviam das páginas sobre doenças, exames médicos ou medicamentos.

Todos os especialistas da Doctoralia podem responder as perguntas que enviam os usuários.

Não é possível fazer uma pergunta a um médico em concreto.

Solicite a opinião de um neurologista ou clínico geral, com sua avó em consulta, pois há a necessidade de checar estabilidade clínica e respiratória/cardiovascular antes de autorizar tal conduta.

Dr. Flávio Augusto Sekeff Sallem
  • 85
  • 30
  • 99

Dr. Flávio Augusto Sekeff Sallem Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Neurologista

Quem tem pedra na vesícula deve evitar comida gordurosa. Isso porque o fígado produz bile mas que é armazenada na vesícula. A presença de gordura na alimentação estimula um hormônio que chama colecistoquinina que irá fazer a contração da vesícula. Assim, se houver cálculos na vesícula, um deles pode ficar preso em uma região específica e provocar muita dor na parte superior do abdome que irradia para as costas com muito enjôo principalmente que piora após a alimentação. Nessa situação de crises frequentes, sugiro que busque um bom cirurgião do aparelho digestivo para fazer a cirurgia de colecistectomia videolaparoscópica. A cirurgia é geralmente rápida, geralmente meus pacientes são operados de manhã e vão embora de tardezinha. Em 7 dias já pode retornar ao trabalho. Por outro lado a retirada da vesícula por via convencional (cirurgia aberta) tem recuperação mais demorada, com mais dor e deve-se deixar de pegar peso por 6 semanas. O paciente fica 30 dias sem trabalhar. Melhoras!

Dra. Clarissa Alster Vicente
  • 438
  • 64
  • 413

Dra. Clarissa Alster Vicente Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cirurgião do aparelho digestivo, Cirurgião geral

Caro internauta, o que é provável de ter acontecido é que as crises convulsivas voltaram a atividade, mesmo após todo esse tempo de calmaria. Isso infelizmente pode acontecer. Sugiro que procure um neurologista, reinvestigue a epilepsia com Ressonancia Magnética, Eletroencefalograma e exames de sangue e fundamentalmente reinicie o tratamento para crises, mesmo sendo um crise. Mas faça isso junto do medico neurologista e procurando ponderar algum medicamento que não atrapalhe o seu filho nos estudos e atividades sociais.
Atenciosamente

Willian Rezende do Carmo
  • 422
  • 144
  • 313

Willian Rezende do Carmo Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Neurologista

Ver as respostas de especialistas de Hospital Alemão Oswaldo Cruz.

{0}{1}