Instituto de Angiologia de Goiânia

Especialidades e Profissionais

Equipe Médica

Opiniões para Instituto de Angiologia de Goiânia

Recomendável

Baseada em 19 opiniões

Pontualidade

Atenção

Instalações

Você foi atendido/a em Instituto de Angiologia de Goiânia?

Opinar

O melhor: "O Dr. Charles conversa com a gente e explica tudo. Mostra as veias em uns aparelhos bem modernos. Depois fiz exame de Doppler ultra som e marcamos de começar o tratamento. Vi os resultados dele nas pernas da minha amiga."

Motivo da visita: Consulta de varizes

Paciente que marcou consulta com Dr. Charles Esteves Pereira em Instituto de Angiologia de Goiânia

O melhor: "Fui indicada por uma amiga que tinha veias em volta dos olhos. O doutor Charles me atendeu e em duas sessões de laser e conseguiu um resultado que achei excelente. Recomendo mesmo! Ellen Maria"

Motivo da visita: varizes na face

Paciente que marcou consulta com Dr. Charles Esteves Pereira em Instituto de Angiologia de Goiânia

O melhor: "A firmeza do médico me deixou muito confiante. Além da atenção, e poder fazer os exames no mesmo local, como no caso do Doppler."

Poderia melhorar: "Atendimento via telefone."

Motivo da visita: Dores nas pernas

Paciente que marcou consulta com Jose Carlos da Silva em Instituto de Angiologia de Goiânia

O melhor: "Médico muito profissional e competente."

Motivo da visita: Problemas neuropsicológicos

Paciente que marcou consulta com Dr. Marcos Antonio Carneiro em Instituto de Angiologia de Goiânia

Ver as 19 opiniões sobre Instituto de Angiologia de Goiânia

Respostas dos especialistas

1 Especialistas participando

6 Respostas

1 Especialistas de acordo

1 Pacientes agradecidos

Especialistas de Instituto de Angiologia de Goiânia estão respondendo perguntas que os usuários enviam a Doctoralia.
Descubra mais

As perguntas se enviam das páginas sobre doenças, exames médicos ou medicamentos.

Todos os especialistas da Doctoralia podem responder as perguntas que enviam os usuários.

Não é possível fazer uma pergunta a um médico em concreto.

Uma jovem de 44 anos sem antecedentes de TVP é considerada de baixo risco para tromboembolismo. A rigor seria necessário apenas orientar deambulação precoce e compressão elástica. Entretanto, o procedimento "safenectomia" que está caindo em desuso devido às novas técnicas, quase sempre é acompanhado de outros procedimentos tais como escleroterapia intraoperatória e microcirurgia, que prolongam o tempo operatório. Eu sempre recomendo uma dose de Enoxaparina logo após o término do procedimento com autorização do anestesista. Somente uma dose. Depois, oriento deambulação e meias elásticas.

  • Obrigado 0
  • 1 especialista está de acordo
Dr. Charles Esteves Pereira
  • 6
  • 1
  • 1

Dr. Charles Esteves Pereira Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Angiologista, Cirurgião vascular

{0}{1}