Pergunta sobre Cefaléia (dor de cabeça)

cefaleia cronica tem cura?

Responderam 3 especialistas

  • Cefaleia crônica como o nome indica é uma doença dos grupos das doenças crônicas. Doenças que costumamos dizer que tem TRATAMENTO, mas não CURA. Entretanto, em minha experiência já acompanhei remissões (períodos livres da doença) de cefaleia crônica por períodos tão longos que se assemelham muito a cura. Pode até ser que em outro período da vida dessa pessoa a cefaleia volte, mas a pergunta interessante nesse caso é como atingir esse ponto do tratamento? Esse é o ponto de tratamento que todos os médicos e pacientes gostariam de atingir, o de tratar as causas do problema- se não há mais nada causando a dor, não tem razão para ela existir. E quais são as causas da SUA cefaleia? Em resumo, o mais correto é pensar em relação causal e usar o termo REMISSÃO.

  • Estou de acordo com o Dr. David Câmara. Com o diagnóstico preciso, tratamento adequado e, se necessária, a mudança de hábitos do paciente (rotina, alimentação, períodos de sono e de descanso), é possível reduzir e até eliminar a dor. A Medicina Chinesa apresenta diversos recursos terapêuticos para tratamento da cefaleia.

  • Concordo com o colega que deve haver um diagnóstico preciso. Na minha experiência com acupuntura e medicina tradicional chinesa observo cura ou melhora importante da qualidade de vida da pessoa sem o uso de medicações na maioria dos casos. Este fato é amplamente divulgado e provado cientificamente.

Perguntas relacionadas

Outras perguntas respondidas por especialistas da Doctoralia:

Tem perguntas sobre Cefaléia (dor de cabeça)?

  • Pergunte gratuitamente a milhares de especialistas registrados em Doctoralia.
  • Os profissionais especialistas em Cefaléia (dor de cabeça) receberão sua pergunta e responderão.

A sua pergunta se publicará de forma anônima.

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional da saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.