Dor Pélvica - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Dor Pélvica

Os especialistas falam sobre a Dor Pélvica

A dor pélvica é um dos sintomas que mais atingem (e preocupam) a mulher, sendo responsável por quase um terço das queixas nos consultórios de ginecologia. Suas causas, porém, não se restringem apenas aos órgãos genitais internos (útero, tubas e ovários), podendo envolver também o aparelho urinário (ureteres e bexiga), os intestinos, além dos ossos, articulações, músculos e nervos situados na metade inferior do tronco.
Dr. Marcelo Ponte Dias
Dr. Marcelo Ponte Dias Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

|

São Paulo

Dismenorreia ou cólica menstrual é bastante comum entre as adolescentes, fase em que o ciclo menstrual ainda está em amadurecimento. Mas em alguns casos pode ser um sinal de doenças ginecológicas como endometriose e cistos ovarianos. Cólicas recorrentes, que precisam de muitos analgésicos e necessidade de ir ao pronto atendimento por dor devem ser um sinal de alerta! Fique atenta!
Dra. Marina De Paula Andres
Dra. Marina De Paula Andres Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

|

São Paulo

Dor pélvica é uma queixa muito comum dentre as mulheres. Pode ter inúmeras causas, e quando dura mais de 3 meses é chamada de Dor Pélvica Crônica. Esse quadro traz um impacto muito importante sobre a saúde da mulher, tanto física quanto psicológica. Sua investigação deve ser minuciosa, pois muitas doenças podem causar esse sintoma, como a Endometriose, Miomas, doenças renais e intestinais. Geralmente é necessário um acompanhamento conjunto com uma fisioterapeuta, psicóloga e eventualmente um médico de dor (fisiatra).
Dr. Sidney Tomyo Nishida Arazawa

Ginecologista

|

São Paulo

Ver mais

Tem perguntas sobre Dor Pélvica?

Nossos especialistas responderam 5 perguntas sobre Dor Pélvica.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional da saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

Olá, você deve buscar um tratamento multidisciplinar. Você deve buscar um médico urologista/ ginecologista (desculpa, não ficou claro se quem faz a pergunta é um homem ou uma mulher!) para investigar se há causas orgânicas. Mas atrelado a isso, você deve buscar ajuda de um psicólogo, pois questões emocionais interferem muito no desempenho sexual. Muitas vezes a expectativa excessiva, o nervosismo, a ansiedade em relação ao desempenho na relação sexual geram uma descarga de adrenalina que prejudica o ato sexual. Podendo gerar desconfortos físicos, além de psicológicos. Por isso, um tratamento psicológico é de fundamental importância para te ajudar a solucionar este problema. Pois, com a psicoterapia, será possível investigar as causas emocionais que geram a ansiedade, o nervosismo e o medo que acabam interferindo no seu desempenho sexual. Espero que tenha te ajudado! Um abraço!

  • 11
  • 25
  • 6
Raquel de Sá

Psicóloga

Niterói

Existem algumas causas relacionadas ao aparelho reprodutor feminino responsáveis por dor, como processos inflamatórios, endometriose, cistos ovarianos. Mas antes disso, devemos descartar outras patologias de origem não ginecológica, como por exemplo, dor de origem urinária, muscular e intestinal.

  • 45
  • 10
  • 46
Marcos Renato Dib Andrade Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

Brasilia

Não eh normal.Procure ginecologista para identificar o diagnóstico tratando corretamente a causa da dor

  • Obrigado 0
  • 1 especialista está de acordo
  • 93
  • 19
  • 56
Eunice Fernandes Silva Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

São Paulo

Marcar consulta

Você pode sofrer de um quadro chamado Dor Pélvica Crônica, cujo diagnóstico costuma ser bastante desafiador, pois as causas são variadas e geralmente multi-fatoriais. Endometriose, síndrome da bexiga dolorosos, síndrome do intestino irritável, compressão de nervos pélvicos e dor miofascial são uma das principais causas. Somado a isso fatores psicológicos também favorecem todos esses quadros citados e influenciam a percepção de dor. O tratamento pode demandar uma equipe multi-disciplinar especializada. Sugiro passar em avaliação em um ginecologista especializado em dor pélvica e endometriose para uma avaliação mais minuciosa.

  • Obrigado 1
  • 1 especialista está de acordo
  • 25
  • 24
  • 258
Dr. Sidney Tomyo Nishida Arazawa

Ginecologista

São Paulo

Ver as 5 perguntas sobre Dor Pélvica