Gastrite - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Gastrite

Informação sobre Gastrite

Inflamação aguda ou crônica, do revestimento interno do estômago. Os sintomas mais comuns são dor abdominal, náuseas, vômitos, azia, perda de apetite. As causas da gastrite podem ser muitas: a perda da camada protetora do revestimento do estômago, infecção do estômago pela bactéria Helicobacter pylori, remédios tais como o ácido acetilsalicílico (aspirina) ou anti-inflamatórios não esteroides (NSAIDs), tabagismo e álcool.

Possui uma dúvida concreta sobre Gastrite? Pergunte aos nossos especialistas.

Os especialistas falam sobre a Gastrite

A endoscopia digestiva alta é o exame mais indicado para a avaliação do esôfago, estômago e duodeno. Sintomas como dor abdominal, queimação, refluxo, náuseas e vômitos, sangramentos, etc podem ser indicações de realizar esse exame para elucidação diagnóstica. A endoscopia é fundamental para diagnosticar lesões malignas nesses órgãos, assim como para detecção da bactéria H. pylori, relacionada a várias patologias gástricas.
João Paulo Aguiar Ribeiro
João Paulo Aguiar Ribeiro Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Endoscopista

|

Fortaleza

Tem perguntas sobre Gastrite?

Nossos especialistas responderam 98 perguntas sobre Gastrite.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional da saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

A gastrite é um doença que pode ter origem bacteriana ou pode ser causada por desequilíbrio ácido estomacal < de diversas causas incluindo estresse, uso de múltiplos fármacos concomitantes, entre outras causas>. Para indicar uma alimentação específica para sua condição é ideal fazer um registro da sua alimentação habitual, saber se está em crise ( gastrite aguda ) e avaliar seu estado nutricional. É importante no período agudo ( crise) evitar consumo excessivo de alimentos ácidos, principalmente após jejum prolongado ( mais de 6 horas sem se alimentar). Exemplos de alimentos ácidos: sucos de frutas cítricas - laranja, limão, abacaxi. Para maiores informações procure um nutricionista que poderá avaliar sua confição e te dirá quais alimentos devem fazer parte da dua rotina alimentar.

  • 45
  • 42
  • 39
Dra. Juliana Vidal Vieira Guerra Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Nutricionista

Niterói

Marcar consulta

A presença de barulho gástrico ou intestinal nem sempre significa um problema de saúde. O borborigmo (como é conhecido no meio médico) pode acontecer normalmente no processo de digestão, ou seja, sempre que há contração dos músculos gastrointestinais e deslocamento de ar e líquidos pelo trato digestório. Vale a pena investigar se estiver associado a inchaço, dor abdominal, diarreia ou constipação. Procure o seu gastroenterologista para maiores esclarecimentos.

  • 31
  • 37
  • 28
Dr. Bruno Brandão Pavan Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Gastroenterologista

Vitoria

Nem toda a dor abdominal e náusea é refluxo propriamente dito. Há situações de aumento da pressão abdominal que daí transmite para cima e para baixo, resultando em refluxo, gases e cólica abdominal com dor à esquerda que não passa, diarreia ou constipação ou os dois. Isso pode ser tão limitante que pode diminuir muito a qualidade de vida do paciente. Eu concordo com a Stephanie acima, o que o sr/sra tem parece disbiose mesmo associada ou não a uma superproliferação bacteriana. Só que há necessidade de se excluir outras doenças também, claro. Aqui no Brasil a superproliferação bacteriana é pouco diagnosticada corretamente porque são necessários testes expirados e muitas vezes PCR para 26 tipos de bactérias intestinais para se estudar corretamente a flora intestinal, seu equilíbrio e o que pode ser feito. Nos casos mais difíceis eu ainda mando exames aos EUA. Consulte um gastro experiente e depois vá numa nutricionista experiente porque isso muda a qualidade de vida e faz a diferença.

  • 406
  • 55
  • 376
Dra. Clarissa Alster Vicente Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cirurgiã do aparelho digestivo, Cirurgiã geral

São Paulo

Marcar consulta

Olá. A ferritina é um proteína responsável por armazenar o ferro no organismo. Seus baixos níveis podem estar relacionados à redução na absorção e/ou aumento na perda de ferro, em especial pelo aparelho digestivo. Alguns tipos de gastrite e/ou esofagite erosiva, quando mais severos, podem levar a uma perda aguda ou crônica de sangue (rico em ferro), e consequentemente, podendo reduzir os níveis de ferritina. Na dúvida, procure o seu Gastroenterologista. Doenças mais graves, como neoplasias, doença celíaca e doenças inflamatórias intestinais também causam redução de ferritina e devem ser descartadas, conforme o contexto.

  • 54
  • 30
  • 58
Dr. José Eugênio Rios Ricci Jr. Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Endoscopista, Gastroenterologista

Juiz de Fora

Ver as 98 perguntas sobre Gastrite