Hérnia Inguinal - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Hérnia Inguinal

Informação sobre Hérnia Inguinal

O que é uma hérnia inguinal?

Uma hérnia inguinal é uma protuberância na virilha, e ocorre quando um defeito na parede muscular da região inguinal permite que o conteúdo abdominal (geralmente do intestino ou bexiga) apareça sob a pele coberta por um saco de peritônio.

Podemos distinguir três tipos de hérnia na virilha

Hérnia inguinal indireta:

ocorrendo geralmente em homens jovens e meninos, e podem estar presentes desde o nascimento. Quando evolui pode descer para o escroto.

Hérnia inguinal direta:

geralmente ocorrem em homens de meia idade ou avançado, e muitas vezes em ambos os lados.

Hérnia femoral:

geralmente ocorrem em mulheres mais velhas.

Quais são os sintomas de uma hérnia inguinal?

Normalmente, você vê uma protuberância na região da virilha que aumenta de tamanho com o esforço e diminui ou desaparece em repouso ou na cama. Pode ser acompanhado por vários graus de dor local, até mesmo para evitar a atividade diária. O risco da hérnia inguinal é o estrangulamento.

Hérnia estrangulada é muito dolorosa. A protuberância inguinal parece dura e tenso ao toque, e não pode ser reintroduzida no abdómen. Geralmente aparecem também náuseas e vômitos, e pode ter abdômen distendido. Esta situação precisa de atenção médica urgente, porque em poucas horas o intestino pode ser perfurado por falta de irrigação sanguínea, causando peritonite.

Quais são os fatores de risco para o desenvolvimento de uma hérnia inguinal?

Predispostas a desenvolver uma hérnia inguinal:

  • O enfraquecimento dos tecidos devido à idade
  • Obesidade
  • Gravidez
  • O intenso esforço dos músculos abdominais (levantamento de pesos, prisão de ventre habitual, tosse persistente)

Quando é necessário tratar uma hérnia inguinal?

O único tratamento definitivo para a hérnia inguinal é a cirurgia. Em geral, devem ser operados todos os pacientes com hérnia inguinal, com duas exceções:

  • Pacientes com alto risco para cirurgia
  • Pacientes com hérnia inguinal direta e idosos que não têm sintomas.

Nestes casos, uma cinta pode ser útil.

Cirurgia de hérnia inguinal

Através de várias técnicas o conteúdo herniado é reintroduzido no abdómen, e reparado o defeito na parede muscular da virilha. O procedimento é realizado em regime de cirurgia ambulatorial, ou de curta duração.

O fechamento do defeito que causa a hérnia muscular pode ser realizado:

  • Usando a abordagem e sutura direta dos músculos e tecidos fibrosos da virilha.
  • Pelo reforço com prótese de malha ou de materiais biocompatíveis. O uso de malha permite um reparo com menos tensão, por isso é a técnica mais utilizada hoje em dia. Reparação de malha é especialmente indicada para hérnias grandes, hérnias bilaterais e hérnia direta reproduzida. Pelo contrário, há um pequeno risco de infecção ou rejeição da malha.

A intervenção pode ser realizada por inguinal convencional ou laparoscópica:

  • Inguinal: através de uma incisão de 5-10 cm na virilha. A anestesia pode ser regional (peridural, espinhal), ou local.
  • Malha por laparoscopia, através de quatro incisões 5-10 mm na parte inferior do abdômen, a hérnia é reduzida e colocada para dentro. Geralmente requer anestesia geral. Hoje é debatida, e há estudos clínicos que levantam dúvidas sobre se o procedimento laparoscópico oferece uma vantagem sobre a cirurgia convencional.

Qual é o resultado da cirurgia?

A hospitalização é geralmente menos de 24 horas. Pode haver alguma tensão e dor durante a primeira semana. Não raro, hematomas na virilha ocorrem após a cirurgia, a maioria deles limitados e não requerem tratamento diferente à espera de ser desaparecendo. O retorno às atividades normais ocorre entre 2 e 4 semanas, embora seja aconselhável evitar os grandes esforços por 8 semanas. A taxa de reprodução das hérnias inguinais operadas varia entre 1% e 5%, sendo mais freqüente em pacientes idosos, e hérnias diretas ou já reproduzido acima.

Possui uma dúvida concreta sobre Hérnia Inguinal? Pergunte aos nossos especialistas.

Os especialistas falam sobre a Hérnia Inguinal

Hérnia inguinal é uma fraqueza na parede abdominal na região da virilha levando a abaulamento na região principalmente aos esforços Atualmente o tratamento é realizado com a colocação de uma tela realizado por via videolaparoscopia A cirurgia possui um breve período de recuperação e retorno às atividades, com o menor índice de dor
Dr. Joao Paulo Maciel
Dr. Joao Paulo Maciel Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cirurgião do aparelho digestivo, Cirurgião geral

|

São Paulo

Hérnias são uma falha na parede abdominal. As hérnias podem doer ou não. Podem ser desde pequenas, imperceptíveis, até bem volumosas. As hérnias aparecem como se fossem bolas, abaulamentos na barriga. Quando aparecem na virilha, tratam-se de hérnias inguinais. Hérnias inguinais são muito comuns em homens, pesquisas afirmam que 25% deles podem desenvolver esse tipo de hérnia durante a vida. O tratamento, quando indicado, é sempre por cirurgia. Se você percebe um aumento de volume na virilha, pode ser uma hérnia. Agende uma consulta. A cirurgia por videolaparoscopia muitas vezes é a melhor opção.
Dr. Marcelo Falcão C. Vidal
Dr. Marcelo Falcão C. Vidal Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cirurgião geral

|

Fortaleza

Tem perguntas sobre Hérnia Inguinal?

Nossos especialistas responderam 307 perguntas sobre Hérnia Inguinal.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional da saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

A hérnia inguinal não desaparece e precisa ser operada. Leve seu filho para ser avaliado por um cirurgião pediátrico. A história clínica e o exame físico serão importantes para esclarecer o diagnóstico.

  • 10
  • 3
  • 16
Dr. André Luís Fortes Alves Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cirurgião pediátrico

Curitiba

O tratamento da hérnia inguinal sempre é cirúrgico, independente do tamanho.

  • 119
  • 33
  • 82
Dr. Marco Dionisio Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Urologista

Rio de Janeiro

Após um a dois dias da cirurgia a alimentação pode ser normal na maioria dos casos, exceto em casos complicados. Vale a pena discutir isso com o médico assistente.

  • Obrigado 0
  • 1 especialista está de acordo
  • 15
  • 2
  • 6
Jose Eduardo Moritz

Urologista

Florianópolis

Boa noite, não parece que a hérnia voltou, pelo seu relato, ainda pode ser esse incômodo, devido à sua cirurgia, o ideal é você passar para ser reavaliado por quem te operou. À disposição!

  • 39
  • 11
  • 18
Dr. Ricardo Scheepmaker Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cirurgião do aparelho digestivo, Cirurgião geral

São Paulo

Ver as 307 perguntas sobre Hérnia Inguinal