Herpes Zoster - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Herpes Zoster

Informação sobre Herpes Zoster

O que é cobreiro?

  É uma erupção vesicular dolorosa causada por vírus varicela-zoster (Herpes varicellae), que é o mesmo vírus que causa a catapora, especialmente em crianças menores de 10 anos. No entanto ocorre mais freqüentemente em pessoas entre 50-80 anos de idade. Ela ocorre em pessoas que tiveram varicela e é uma reativação do vírus dormente.

  Écontagiosa através do contato direto e pode levar à varicela em uma pessoa suscetível. No entanto, o contato simples com uma pessoa com a doença não pode ser contagioso.

O que causa o herpes?

Depois que se adqire o vírus da catapora, ele viaja ao longo dos nervos da pele para as raízes nervosas, onde torna-se latente. O vírus permanece nos gânglios nervosos. Como resultado da re-infecção ou devido a reativação do vírus latente, em um estado de deficiência imunológica, a lesão pode ocorrer e, assim, explicar o fato de que a doença afeta um segmento onde o nervo está localizado.

Geralmente o herpes afeta os idosos, mas ocasionalmente ocorre em crianças que tiveram catapora no primeiro ano de vida e as pessoas com deficiência imunológica, por exemplo, aquelas causadas por HIV ou terapias com certas drogas.

Quais são os sintomas?

O herpes é uma doença que afeta um segmento do nervo (parte do corpo inervada por um único nervo).

O primeiro sintoma devido à reativação do vírus varicela é uma sensação de queimação nas vias nervosas, acompanhada às vezes por um aumento ligeiro da temperatura e um cansaço geral. Eritema oval aparece depois, ou seja, um avermelhamento da pele seguindo o caminho de um segmento do nervo e intensidade da dor pode ser aumentada gradualmente. Então não é uma erupção cutânea, consistindo de um ou mais grupos de vesículas de conteúdo líquido torna-se mais amarelada e opaca. A dor e exantema subseqüentes correspondem à posição das vias nervosas e são quase sempre de um lado do corpo ou rosto.

Normalmente, o surto atinge seu pico após 3-5 dias. Então, as bolhas (vesículas grandes) começam a secar, quebrar e se cobrir por uma crosta amarronzada. As crostas caem após 2-3 semanas e pode deixar cicatrizes. A dor sofrida pelo paciente pode parecer desproporcional, considerando a extensão e gravidade da erupção cutânea.

Em algumas pessoas, depois que  as crostas se forem, a dor pode persistir de algumas semanas a vários meses. Este pós efeito do herpes altamente desagradáveis é chamado neuralgia pós-herpética.

Como você pode evitá-lo?

Aqueles que nunca tiveram varicela tem o risco reduzido de contrair o vírus se evitar contato com pessoas com varicela e herpes zoster. O herpes pode aparecer em um adulto que tenha estado em contacto com uma criança com varicela ou outro adulto com herpes. No entanto, a maioria dos pacientes desenvolvem herpes sem saber qual é a origem de sua doença.

Como é diagnosticado?

Normalmente, o histórico médico do paciente e o exame físico muitas vezes são suficientes para estabelecer o diagnóstico. Se necessário, uma raspagem nas bolhas podem ajudar a identificar o vírus. Um exame de sangue também pode ser útil para confirmar o diagnóstico inicial.

Quais são as complicações?

  • A erupção pode ser infectada por bactérias
  • Um surto de herpes zoster na proximidade dos olhos pode causar cicatrizes na córnea, afetando a visão.
  •   No rosto pode, em alguns casos, levar a uma perda temporária de audição, paralisia facial e uma sensação de gosto reduzida.
  •   O Herpes na cabeça pode causar sintomas meníngeos como rigidez do pescoço e dor de cabeça.

Previsão

Herpes zoster raramente é grave. Em cerca de 90% dos pacientes, a crise geralmente desaparece em menos de um mês após o início dos sintomas. A maioria das pessoas têm apenas uma ou duas crises em sua vida.

Os idosos, em particular, podem continuar a sentir dor, mesmo depois que eliminarem-se os sintomas.

Que medidas podem ser tomadas em casa?

  • Tente não arranhar.
  • Use loção calmante para aliviar a irritação.
  • As aplicações com ulfato de zinco ou de cobre são usadas ??para secar as lesões e prevenir a infecção secundária.
  • Use analgésicos simples como aspirina ou paracetamol para aliviar a dor.

Quando consultar um médico?

Sempre que qualquer das seguintes circunstâncias:

  • Aparecem erupções em torno dos olhos ou na parte superior do nariz.
  • As lesões não cicatrizam após 10 dias.
  • O paciente tem febre alta, dor de cabeça, ou qualquer uma das complicações descritas acima.
  • O paciente tem uma outra doença grave, ao mesmo tempo.
  • Pacientes para os quais a infecção representa um alto risco, como mulheres grávidas e pacientes imunodeprimidos.

Qual é o tratamento?

O tratamento é sintomático, principalmente analgésicos e antivirais. Em certos casos pode ser usado como droga antiviral aciclovir, valaciclovir ou famciclovir, mais úteis quanto mais cedo utilizados. Se a erupção está presente há mais de 48 horas, o valor deste tratamento é reduzido. A droga pode reduzir a duração do ataque e evitar a sua propagação. Este tratamento também parece reduzir a duração da neuralgia pós-herpética. O médico também pode ter de lidar com as complicações adicionais, como uma infecção bacteriana.

Se analgésicos simples não forem eficazes, o médico pode prescrever outras drogas para aliviar a dor e muitas vezes são dadas suplementos vitamínicos associados com a vitamina B. Em pacientes idosos o tratamento oral com corticosteróides pode diminuir a incidência de neuralgia pós-herpética.

Possui uma dúvida concreta sobre Herpes Zoster? Pergunte aos nossos especialistas.

Os especialistas falam sobre a Herpes Zoster

Herpes Zoster é um acometimento do sistema nervoso periférico, de origem viral, onde a região acometida pode apresentar lesões cutâneas clássicas, normalmente acompanhada de dor em queimação e/ou choque que piora a leves toques. A lesão cutânea normalmente se resolve de 7 a 10 dias espontaneamente. A dor pode durar ainda por semanas, meses até anos. Quanto mais cedo iniciar o tratamento da infecção viral, mais chance da dor não se perdurar. Para a dor após a infecção, há tratamento medicamentoso eficaz, com alívio importante. Quanto mais cedo o tratamento da dor, mais eficaz se torna.
Dr. Espedito Rocha de Carvalho Junior
Dr. Espedito Rocha de Carvalho Junior Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Especialista em Dor, Geriatra

|

Niterói

O herpes zóster pode ocorrer em qualquer faixa etária, mas é mais comum em pacientes de meia-idade ou idosos, que na infância tiveram varicela (catapora). Seu agente causador é o vírus Varicela-Zooster, que ficou latente no gânglio nervoso ao lado da coluna vertebral, por anos ou décadas. Ele pode surgir em situações de imunodepressão pelo emprego de drogas imunossupressoras no tratamento de doenças autoimunes, neoplásicas ou inflamatórias. Também pode surgir como infecção em transplantados de órgãos ou indivíduos infectados pelo vírus HIV, ou mesmo em pessoas sem qualquer doença interna grave. Fonte: Disponível em: <http://www.sbd.org.br/doenca/herpes-zooster/>. Acesso em 16 ago. 2017
Dr. Israel Leitão Maia
Dr. Israel Leitão Maia Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Dermatologista

|

Fortaleza

Tem perguntas sobre Herpes Zoster?

Nossos especialistas responderam 122 perguntas sobre Herpes Zoster.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional da saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

Procure um neurologista ou anestesista especialista em dor .

  • 197
  • 18
  • 90
Dra. Cyntia Sumire Cooti Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Dermatologista

Curitiba

Marcar consulta

É possível sim o paciente ter herpes zoster sem apresentar lesões cutâneas.

  • 29
  • 11
  • 16
Dr. Mario Grinblat Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Dermatologista

São Paulo

Temos que pensar em alguns diagnósticos para prurido em orelha já que zoster não costuma dar esse sintoma! Um abraço

  • 242
  • 32
  • 102
Dra. Danielle Medeiros Rossato Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Dermatologista

Rio de Janeiro

Marcar consulta

ela, sim o quadro pode ser aberto dessa maneira, sugiro um agendamento rápido com o dermatologista para tratamento precoce Um abraço

  • 242
  • 32
  • 102
Dra. Danielle Medeiros Rossato Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Dermatologista

Rio de Janeiro

Marcar consulta

Ver as 122 perguntas sobre Herpes Zoster