HPV - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre HPV

Informação sobre HPV

Nomes alternativos: Infecções Por Papillomavirus, Vírus do papiloma humano.

 

O HPV é um vírus localizado no trato genital com vários sorotipos. Alguns deles são produtores de verrugas e outros responsáveis ​​por lesões pré-malignas e malignas.

Possui uma dúvida concreta sobre HPV? Pergunte aos nossos especialistas.

Os especialistas falam sobre a HPV

A infecção pelo HPV é uma das doenças de transmissão sexual mais comum em todo o mundo.Cerca de 90% dos casos de câncer de colo uterino tem relação com a infecção pelo HPV. Acomete homens, mulheres que já tenham iniciado sua vida sexual.A infecção pode se manifestar como verrugas na região genital ou sob a forma subclínica que será detectada pelo Preventivo e pela colposcopia. A transmissão mais comum é pelo contato direto durante as relações sexuais. A paciente que descobre a infecção pelo HPV, frequentemente, apresenta medo, ansiedade, depressão, raiva e sentimento de culpa, com redução da sua qualidade de vida. Converse com seu ginecologista e não deixe de usar "camisinha".
Dra. Aparecida Monteiro
Dra. Aparecida Monteiro Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

|

Rio de Janeiro

Preventivos alterados com presença de HPV devem ser avaliados através de um ex. chamado colposcopia e se necessário biópsia. Ao sair o resultado desta biopsia procede- se então o tratamento ,que pode ser conservador ou cirúrgico. Depois deverá ser feito um seguimento protocolar e a seguir a paciente pode retornar a realizar seus preventivos normais.
Dra. Mirela Magalhães de Oliveira
Dra. Mirela Magalhães de Oliveira Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

|

Rio de Janeiro

Faço identificação e tratamento das doenças causadas pelo vírus do HPV, sejam elas Verrugas ( Condilomas Acuminados ) ou as doenças do colo do útero que aparecem no preventivo ( NIC ). Com a Colposcopia identifico e trato para evitar o câncer do colo uterino
Dra. Natalia Gama
Dra. Natalia Gama Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

|

Rio de Janeiro

HPV e um virus de transmissao sexual, com predisposicao pela regiao perineal e colo uterino. Existem quase 200 tipos de HPV que se dividem em baixo e alto risco. Os de baixo risco estao mais associados as verrugas genitais, enquanto os de alto risco se associam com lesoes do colo uterino e ate cancer cervical. Nao existe tratamento do virus, mas sim das complicacoes causadas por eles. Nas verrugas sao usados metodos destrutivos (acido, laser, cauterizacao, retirada ou medicacao imunologica) e as lesoes do colo uterino sao tratadas conforme seu grau, de acordo com protocolos mundiais. Unica forma de protecao ao virus e a vacina contra HPV (segura e eficaz)
Dra. Debora Santos dos Santos
Dra. Debora Santos dos Santos Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

|

Curitiba

O HPV Papiloma vírus humano é o agente causador de uma importante DST (Doença Sexualmente Transmissível) conhecida como condiloma acuminado, condilomatose. Doença verrucosa da região genital/sexual popularmente chamada de “crista de galo”. Existem 2 grupos de vírus HPV com relação ao risco potencial de câncer. Grupo A, de baixo risco e grupo B de alto risco (oncogênicos), onde estão incluídos os vírus 16 e 18, responsáveis por 70% dos casos de câncer do colo do útero. Esta infecção pode causar a formação de verrugas na pele/mucosa da genital externa na mulher e no homem. Na grande maioria dos casos a evolução é benigna e a cura espontânea. Poderá também causar alterações e lesões - neoplasia
Dr. Roberto Buenfil de Faria
Dr. Roberto Buenfil de Faria Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

|

São Paulo

Ver mais

Tem perguntas sobre HPV?

Nossos especialistas responderam 214 perguntas sobre HPV.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional da saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

Você deve procurar um urologista para ele avaliar essas lesões e te propor a melhor forma de tratamento. Não postergue!

  • 64
  • 24
  • 47
Guilherme Philomeno Padovani Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Urologista

São Paulo

Marcar consulta

Ao diagnosticar HPV, o profissional de saúde deve informar ao paciente que o vírus pode ficar ate 20 anos no organismo. As vezes a pessoa nem se deu conta da contaminação, e quando o vírus se manifesta, fica a desconfiança quem transmitiu pra quem. Se você tem dúvida quanto ao diagnostico, procure outro médico e faça novo exame, o resultado e imediado assim como o tratamento também. Lembrado, o tratamento não é sinônimo de cura. O HPV tem tratamento mas não tem cura. Abs

  • 397
  • 180
  • 418
Dr. Sebastião Nascimento Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicólogo, Sexólogo

Manaus

Inflamação benigna reparativa no papa nicolau e um resultado muito comum e não necessariamente quer dizer infecacaonpor HPV. O ideal é você buscar acompanhamento especializado e se houver necessidade realizar uma colposcopia e captura híbrida para o HPV. Retorne esse resultado ao seu médico e continue seu acompanhamento! Á disposição

  • 148
  • 183
  • 122
Alyk Vargas Alcobia Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

São Paulo

Marcar consulta

Bom dia. Na maioria das pacientes o sistema imune consegue se livrar do vírus do HPV. Em outras, o vírus consegue causar lesões que podem ser detectadas através do exame de papanicolau, colposcopia e vulvoscopia. Em outra parte ainda, o vírus do HPV fica "adormecido", não causando lesões e nem sempre detectável aos exames de pesquisa do vírus. Neste caso chamamos de infecção latente. O importante é manter uma boa imunidade para que o vírus não consiga causar lesões, caso esteja presente. Mesmo sem o útero, o vírus pode causar lesões na vagina e na vulva (parte externa da vagina). Sugiro que converse com seu médico para esclarecer todas as suas dúvidas a respeito e solicitar exames se achar necessário. :)

  • 93
  • 99
  • 50
Dra. Debora Hidalgo Magalhaes Teixeira Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

São Paulo

Marcar consulta

Ver as 214 perguntas sobre HPV