Labirintite - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Labirintite

Informação sobre Labirintite

É uma alteração do equilíbrio do corpo humano. Ocorre por inflamação ou infecção do labirinto do sistema vestibular que controla o equilíbrio. Os sintomas mais comuns são tontura, vertigem, náusea, vômito, zumbido.

Possui uma dúvida concreta sobre Labirintite? Pergunte aos nossos especialistas.

Os especialistas falam sobre a Labirintite

Embora seja um termo frequentemente utilizado por leigos para se referir a qualquer tipo de vertigem, a Labirintite é apenas uma das diversas doenças que cursam com tontura. Labirintite significa “inflamação do labirinto”. O diagnóstico consiste em exames para confirmar a hipótese e excluir outras doenças do labirinto que se apresentam com sinais e sintomas semelhantes. O tratamento para labirintite propriamente dita, deve ser feito com intuito de erradicar o agente causador.
Dra. Lucia Joffily
Dra. Lucia Joffily Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

, Otorrino

|

Rio de Janeiro

Enfermidades que podem cursar com vertigem, hipoacusia, plenitude auricular e zumbido. Possuem várias causas, cada uma com um tratamento específico. As causas podem ser idiomáticas, inflamatórias, infecciosas, traumáticas e etc. As modalidades de tratamento podem incluir orientações, medicamentos e cirurgias. As doenças relacionadas incluem vertigem postural paroxistica benigna, vertigem paroxistica benigna da infância, doenças do ouvido médio, enxaqueca, hidropisia endolinfática, doença de meniére, neuronite vestibular, tumores do ângulo ponto-cerebelar, acidente vascular encefálico, esclerose múltipla, vertigem de causa cervical, traumatismo crânio-encefálico, migrânea vestibular e etc.
Dr. Emidio Oliveira Teixeira

Otorrino

|

Montes Claros

Labirintite é um distúrbio do ouvido interno de várias origens. O paciente sente tonteira rotatória ( vertigem ), náusea, vômito, zumbidos e surdez. Estes sintomas podem durar segundos, horas e até dias. Podem ocorrer ao movimentar a cabeça ou em repouso. O diagnóstico depende do exame clínico, exames de audiometria, do equilíbrio ( Videonistagmografia ) e exames de sangue. O quadro pode ser agudo ou crônico. Podem ocorrer crises em todas as idades, desde a infância a idosos. O tratamento é com medicação, as vezes fisioterapia labiríntica e cirurgias otológicas. A cura depende da causa, estado de saúde e idade do paciente. No idoso causa quedas com traumatismos as vezes graves.
Humberto Camara Pimenta Soares
Humberto Camara Pimenta Soares Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Otorrino

|

Divinopolis

Ver mais

Tem perguntas sobre Labirintite?

Nossos especialistas responderam 39 perguntas sobre Labirintite.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional da saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

Popularmente chamadas de Labirintites, as Labirintopatias (ou doenças do labirinto) normalmente causam sintomas como tontura giratória, zumbido nos ouvidos, surdez ou sensação de ouvidos tampados e náuseas ou vômitos. O Labirinto se localiza na parte interna do ouvido ( a orelha interna), por isso estão estão associados a sintomas auditivos. Podem acontecer por diversas causas, desde algum distúrbio metabólico, alimentação inadequada até alguma doença genética ou inflamatória/infecciosa que acometa o labirinto.

  • 3
  • 6
  • 12
Dr. Thiago Villela Bolzan

Otorrino

São Paulo

Boa tarde! A tontura tem mais de 200 causas possíveis e acostumamos a chamar tudo genericamente de labirintite. A primeira coisa que deve ser feita no seu caso é tentar identificar o tipo e qual a causa da sua tontura. Muitos fatores contribuem para as sensações de vertigem, desequilíbrio ou instabilidade, desde alterações no metabolismo (diabetes, intolerância a glicose, elevação do colesterol, alterações hormonais), alterações no labirinto (VPPB, doença de Meniere) e até mesmo no sistema nervoso central. Após uma história clínica bem minuciosa e eventuais exames complementares é estabelecido o diagnóstico e então pode-se propor um tratamento individualizado para o seu caso. Espero tê-lo ajudado. Abraço.

  • 22
  • 24
  • 10
Dr. Deusdedit Brandão Neto Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Otorrino

São Paulo

Marcar consulta

Prezado paciente-internauta, Em geral, estas medicações, cuja finalidade é mais ou menos a mesma, não são prescritas conjuntamente ou de forma associada. Tal uso não acarretará vantagens terapêuticas e poderá aumentar as chances de efeitos adversos. Procure seu otorrino.

  • 910
  • 348
  • 693
Dr. Gustavo Guagliardi Pacheco Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Medico do Sono, Otorrino

Rio de Janeiro

Marcar consulta

Olá! Sintomas como tontura e dores de cabeça estão associados muitas vezes, e sugiro que procure um Neurologista de confiança para avaliar e acompanhar adequadamente o seu caso. Abraços!

  • 55
  • 31
  • 30
Izabel C. Arroyo Marchi Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Neurofisiologista, Neurologista

São Paulo

Marcar consulta

Ver as 39 perguntas sobre Labirintite