Perguntas sobre Refluxo gastroesofágico (esofagite)

Tem perguntas sobre Refluxo gastroesofágico (esofagite)?

Nossos especialistas responderam 73 perguntas sobre Refluxo gastroesofágico (esofagite).

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional da saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Perguntas sobre Refluxo gastroesofágico (esofagite)

73Perguntas

119Respostas

22Especialistas de acordo

120Pacientes agradecidos

A Doença do Refluxo ocorre quando o conteúdo do suco gástrico ("ácido do estômago") sobe para o esôfago. Desta forma, elevar a cabeceira da cama dificulta esta subida diminuindo a chance de refluxo. Dormir sobre o lado esquerdo também pode diminuir o refluxo em comparação quando se dorme do lado direito, de costas ou de bruços (isso, por causa da posição do estômago).

  • 29
  • 12
  • 153

Dr. Quelson Coelho Lisboa

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Gastroenterologista

Belo Horizonte

Ver as 3 respostas

Sim.
Muitas vezes a causa da Asma de início na idade adulta é Refluxo.
O antiácido não vai piorar mas não vai resolver. Primeiro tem que realizar os exames para tentar relacionar a Asma com o Refluxo, depois decidir o melhor tratamento.

Dra. Maria de Fátima Sobral
  • 26
  • 4
  • 21

Dra. Maria de Fátima Sobral

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Endoscopista, Gastroenterologista

Niterói

Ver as 3 respostas

Sim, pode ser a persistencia do refluxo. Um teste terapêutico pode ser realizado com medicações que diminuem a produção de ácido pelo estômago e aceleram seu esfaziamento. E exames como a manometria e phmetria esofágica são necessários para uma definição mais precisa do seu quadro.

Dr. Ricardo da Silva Lourenço
  • 1272
  • 213
  • 1547

Dr. Ricardo da Silva Lourenço

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cirurgião do aparelho digestivo, Coloproctologista

São Paulo

Ver as 3 respostas

Você possui sintomas conhecidos como DISPEPSIA.
Tanto a gastrite/duodenite/esofagite podem causá-los. Pode-se ter ausência de inflamação e apenas refluxo gastro esofágico. Portanto, respondendo sua pergunta, podem ser sintomas de ambos. É necessário avaliação clínica e realização de uma endoscopia para diferenciar. Em situações específicas, até uma PH metria. Mas de uma maneira geral, a endoscopia esclarece e orienta o tratamento específico.

Jairo Maia
  • 257
  • 73
  • 402

Jairo Maia

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cardiologista, Médico clínico geral

Santo André

Ver as 3 respostas

Você precisa dos dois: experiência e conhecimento atualizado.

Dr. Ricardo da Silva Lourenço
  • 1272
  • 213
  • 1547

Dr. Ricardo da Silva Lourenço

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cirurgião do aparelho digestivo, Coloproctologista

São Paulo

Ver as 3 respostas

O refluxo é o retorno dos alimentos do estômago e duodeno ao esôfago. Existe uma barreira que impede o ácido de subir que chama esfíncter esofagiano inferior que é uma zona de alta pressão. Quando o esfíncter fica incompetente a pessoa pode estar de pé e ter refluxo e é claro que quando deita vai piorar. A grande questão da doença do refluxo é que ela pode trazer problemas como tosse crônica noturna, infecções pulmonares (asma), rouquidão persistente, engasgos, pigarro e uma alteração na qualidade de vida que a pessoa passa a dormir de pé. Isso é muito ruim. Daí a grande pergunta que fica é se o refluxo é algo a ser tratado só clinicamente ou existe um mecanismo de barreira tipo essa incompetência do esfíncter que daí precisa cirurgia. Isso porque os remédios mudam só o ph do ácido mas não impedem que o conteúdo continue machucando o esôfago e daí as dores, arrotos, desconfortos principalmente quando se deita. Consulte um cirurgião do aparelho digestivo experiente, isso faz diferença.

Dra. Clarissa Alster Vicente
  • 340
  • 50
  • 294

Dra. Clarissa Alster Vicente

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cirurgiã do aparelho digestivo, Cirurgiã geral

São Paulo

Ver as 3 respostas

Refluxo com sintoma laríngeo sim, causa tosse. Só que tosse com mais de 30 dias pode ser outras coisas também. Da mesma maneira, tuberculose, enfisema, bronquite crônica, asma cardíaca. A medicina não é uma ciência de certezas mas de probabilidades. Às vezes o refluxo é só um refluxo; outras vezes tem hérnia hiatal ou outros tipos de hérnia associado. Por isso que a avaliação do paciente como um todo é importante. Consulte um cirurgião do aparelho digestivo experiente.

Dra. Clarissa Alster Vicente
  • 340
  • 50
  • 294

Dra. Clarissa Alster Vicente

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cirurgiã do aparelho digestivo, Cirurgiã geral

São Paulo

Ver as 3 respostas

Não. São doenças diferente. A esofagite é uma inflamação devido do refluxo gástrico-esofágico e a prisão de ventre é uma patologia do intestino grosso.

Dr. Leonardo Soares da Silva
  • 22
  • 9
  • 46

Dr. Leonardo Soares da Silva

Gastroenterologista

Manaus

Ver as 2 respostas

Provavelmente pode tratar-se de um quadro de refluxo gastroesofágico. São necessário exames como a manometria e phmetria para ajudar na elucidação. A maioria dos casos responde ao tratamento medicamentoso e medidas comportamentais. Em outros casos, o tratamento cirúrgico está indicado.

Dr. Ricardo da Silva Lourenço
  • 1272
  • 213
  • 1547

Dr. Ricardo da Silva Lourenço

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cirurgião do aparelho digestivo, Coloproctologista

São Paulo

Ver as 2 respostas

Uma alimentação balanceada é melhor que qualquer suplemento. Procure orientação de uma nutricionista para isso. Se necessário, após uma avaliação nutricional, alguma Complementação, a ingestão de capsulas e comprimidos com pouco líquido deve dar menos refluxo que muito líquido. Prefira uma dieta fracionada em 5 a 6 vezes por dia. A vitamina D por si só, não piora o refluxo. Não deite por 2 a 3 horas após se alimentar

  • 103
  • 25
  • 137

Dr. Joao Francisco Ferrari Duch

Cirurgião geral, Coloproctologista

São Paulo

Ver as 2 respostas

Perguntas relacionadas

Outras perguntas respondidas por especialistas da Doctoralia: