Transtorno da Ansiedade - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Transtorno da Ansiedade

Os especialistas falam sobre a Transtorno da Ansiedade

A ansiedade é a uma sensação bastante presente na vida das pessoas. Essa ansiedade desmedida a ponto de interferir nas relações afetivas e profissionais pode ser tratada por meio da psicoterapia (análise). Nas sessões de análise o paciente encontra um espaço para trabalhar essa questão e também os vários elementos da sua vida que lhe causam sofrimento.
Nadir Lara Junior
Nadir Lara Junior Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicanalista, Psicólogo

|

Curitiba

O Transtorno de Ansiedade Generalizada se espalha pelo mundo a passos largos. Por vários motivos, físicos e emocionais. A Fitoterapia vem obtendo ótimos resultados no tratamento da ansiedade. Usando plantas medicinais, de maneira consciente e de acordo sempre com a individualidade do paciente. Várias plantas hoje nos ajudam na melhora dos sintomas de ansiedade, que são bem desconfortáveis, quem tem o transtorno sabe bem do que falo.
Dra. Ana Paula Moura
Dra. Ana Paula Moura Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Nutricionista, Terapeuta alternativa

|

Rio de Janeiro

A ansiedade faz parte da contemporaneidade, mais de 50% da população mundial se sentirá ansioso em algum momento da vida. A ansiedade é capaz de desencadear a depressão, portanto cuidar dos sintomas de ansiedade pode ser uma forma de preveni-la. Com as crianças a ansiedade pode ser trabalhada através de jogos, baralhos, histórias, desenhos e diálogo. Com os adultos podem ser trabalhadas através de técnicas de atenção, autopercepção, autoconhecimento, valores e atitudes, além da mudança de comportamentos. O controle da ansiedade é fundamental para melhores resultados no trabalho, estudos, relações sociais e qualidade de vida.
Sônia Portes
Sônia Portes Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga, Psicopedagoga

|

São Paulo

Você já sentiu uma ansiedade tão intensa que se tornou um "Pânico"? É uma sensação de extrema ansiedade ou de medo intenso, sem que exista uma causa aparente ou definida. Pode durar desde alguns minutos até horas. Os sintomas incluem sentimentos de morrer ou de perder o controle de si mesmo, respiração rápida e ofegante. Pode ter suores nas mãos, tonturas ou sensação de desequilíbrio, dor ou aperto no peito, além da sensação de imensa solidão, morte iminente ou que algo muito ruim está para acontecer. Os sintomas de um ataque de pânico podem ser tão intensos, que a pessoa pode pensar que está tendo um ataque cardíaco. É importante descobrir se existe algum problema isolado ou orgânico.
Cleunice Paez Borges
Cleunice Paez Borges Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

|

São Paulo

Segundo o DSM-IV-TR, a característica essencial do transtorno de ansiedade generalizada é uma ansiedade ou preocupação excessiva, que ocorre na maioria dos dias por um período de pelo menos seis meses, acerca de de diversos eventos ou atividades, associado a sintomas físicos e psíquicos. A psicoterapia aliada a medicação minimiza o nível de ansiedade, consequentemente reduzindo os sintomas.
Kelly Pinho Monteiro
Kelly Pinho Monteiro Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

|

Jaboatão Dos Guararapes

Ver mais

Tem perguntas sobre Transtorno da Ansiedade?

Nossos especialistas responderam 94 perguntas sobre Transtorno da Ansiedade.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional da saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

Olá, Você já reconheceu que sua relação com a comida está alterada por conta da ansiedade demasiada que tem sentido recentemente. Reconhecer o problema é o primeiro passo! Mas se queremos resolvê-lo, o segundo é procurar uma ajuda profissional. Você já sabe que este jeito de lidar com a ansiedade não é nada funcional. Ainda que traga um alívio momentâneo, depois pode haver culpa e arrependimento, além de questões fisiológicas como alteração de peso ou desequilíbrio de nutrientes. Recomendo que procure um psicólogo. Juntos, vocês entenderão o que tem acontecido e traçarão estratégias para lidar com esta ansiedade de uma maneira mais eficaz, que não traga efeitos negativos, como é o caso de "descontar" na comida. Abraço!

  • 52
  • 50
  • 97
Marjorie Carvalho Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

Florianópolis

Essa ansiedade que você sente tão intensamente, localizando ela no peito e que te afasta das pessoas pode estar ligada a algum tipo de medo, mas não sei se necessariamente uma fobia. Da forma como eu entendo, a timidez é sempre baseada em um medo, mas geralmente o medo de "o que vão pensar de mim?". Creio que um processo de psicoterapia com um bom psicólogo, que seja capaz de te compreender e que te faça sentir acolhido e respeitado pode te ajudar muito no seu processo de autoconhecimento e autodesenvolvimento.

  • 26
  • 47
  • 25
Diogo Lana Monte-Mór

Psicólogo

Belo Horizonte

Olá. As influencias que sofremos a partir da relação com nossos pais são significativas na formação da nossa personalidade e jeito de ser. Muito do seu comportamento está embasado nas experiências que você vive no dia a dia, mas que podem ser modificadas na medida em que haja uma tomada de consciência da sua parte. Este desconforto que sente pode ser modificado e transformado, desde que haja vontade e determinação. Caso sinta necessidade, busque auxilio. Um psicólogo pode ajuda-lo neste processo. Tente e seja feliz.

  • 147
  • 184
  • 106
Augusto Amaral Dutra Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicólogo

São Paulo

Marcar consulta

Olá. Você notou estar se preocupando demais com questões que não deveriam te incomodar tanto, algo em seus pensamentos está em excesso. É isto? Caso eu tenha compreendido corretamente, que ótimo você ter notado isto e procurado por auxílio questionando a profissionais! Primeiramente, acredito que um médico de confiança pode indicar os exames necessários para verificar se há alguma razão orgânica para possíveis dores ou sensações físicas que você esteja sentindo ultimamente. Tirada esta dúvida, em caso negativo, procure um psicólogo para trabalhar o conteúdo mental e as causas desta "preocupação excessiva" que estão lhe incomodando. Sugiro não se preocupar com a especialidade do psicólogo nesse primeiro momento (se é terapeuta cognitivo-comportamental ou psicanalista, etc), apenas encontre um profissional em que você sinta confiança e compreenda suas questões para, enfim, poder ajudá-la. Espero ter auxiliado! Abraços!

  • Obrigado 2
  • 1 especialista está de acordo
  • 10
  • 16
  • 12
Rafael Di Matteo Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicólogo

São Paulo

Marcar consulta

Ver as 94 perguntas sobre Transtorno da Ansiedade