Transtorno Da Conduta - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Transtorno Da Conduta

Tem perguntas sobre Transtorno Da Conduta?

Nossos especialistas responderam 19 perguntas sobre Transtorno Da Conduta.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional da saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

Seu relato parece ser marcado por uma dor psíquica muito intensa, afinal é difícil sentir que perdermos o controle sobre nós. Seria muito bom procurar um psicólogo, de preferência psicanalista, a fim de entender você como um todo, não só os seus sintomas. O sintoma nos diz algo sobre você e é importante trabalhar o que o gerou, não só o que ele lhe traz atualmente. Quem sabe também a avaliação de um psiquiatra possa ser produtiva. Não hesite em buscar ajuda!

  • 276
  • 177
  • 124
Mariana Pavani Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicanalista, Psicóloga

Campinas

Marcar consulta

O transtorno bipolar tem um fator genético, isso quer dizer que precisa existir uma pré disposição para a doença, porém é necessário um fator desencadeante, que pode ter sido as experiências vividas por ele no curso sim. No entanto, para um diagnóstico, é necessário observar o tempo em que estes sintomas estão presentes, a intensidade deles, entre outras coisas. Apenas um profissional pode estabelecer um diagnóstico preciso bem como o prognóstico a seguir. Procure um psicólogo para uma avaliação precisa!

  • 2
  • 7
  • 1
Juliana Corrade Braga Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

Contagem

Marcar consulta

Apostaria inicialmente em te ouvir mais em um espaço de psicanálise antes de propor um diagnóstico psiquiátrico para o quadro, já que as propostas medicamentosas podem não ser tão eficazes e às vezes trazer efeitos colaterais, dependendo do quadro. Arriscaria pensar em um quadro neurótico dissociativo e por isso penso que o tratamento medicamentoso pode naão ser muito útil.

  • 10
  • 15
  • 30
Dr. Alex Muniz Ferreira Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

Campinas

Bom dia, O TOC ( Transtorno Obsessivo Compulsivo) tem como características obsessões, ideias obsessivas e as compulsões, rituais obsessivos. O se sentir livre pode ser uma característica pessoal e não uma patologia. Cabe uma consulta com um psicólogo capacitado para avaliar se existe alguma demanda pessoal ou algum desconforto emocional. Espero poder ajudar.

  • Obrigado 0
  • 1 especialista está de acordo
  • 23
  • 17
  • 11
Claudia Santos Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

Salvador

Marcar consulta

Ver as 19 perguntas sobre Transtorno Da Conduta