Transtorno Da Personalidade Obsessivo-compulsiva - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Transtorno Da Personalidade Obsessivo-compulsiva

Informação sobre Transtorno Da Personalidade Obsessivo-compulsiva

O que é?

O transtorno da personalidade obsessivo-compulsiva ou anancástica é um transtorno caracterizado pela exacerbada busca pelo perfeccionismo, sentimento constante de dúvida, verificações imotivadas, preocupação com pequenos detalhes, obstinação, prudência e rigidez excessiva. Esse tipo de comportamento é desenvolvido na infância e segue até a vida adulta.

Qual é a causa?

A medicina não sabe qual é o fator causador desse transtorno. Ele é atribuído a fatores ambientais e biológicos.

Quais os sintomas?

As pessoas tornam-se escravas na perseguição de metas impossíveis de serem alcançadas. Desenvolvem obsessão por limpeza, pela a arrumação de objetos e são extremamente organizadas em seus deveres profissionais. Os portadores do transtorno da personalidade obsessivo-compulsivo apresentam dificuldade para expressar sentimentos de ternura, compaixão e compreensão ao comportamento das outras pessoas. Por isso, acabam reduzindo as possibilidades de sentir prazer. Mesmo quando decidem dedicar algum tempo ao lazer, essas pessoas impõem tantas regras que não aproveitam a oportunidade de descansar.

Como fazer o diagnóstico?

Para caracterizar-se o quadro de transtorno de personalidade obsessivo-compulsiva o paciente deve apresentar, ao menos, três comportamentos entre os relatados abaixo: - sentimentos de dúvida e cautela exagerados; - preocupação com detalhes, regras listas, ordem, organização e esquemas; - perfeccionismo que interfere na conclusão de tarefas; - escrupulosidade excessiva com a produtividade, concomitante à quase exclusão do prazer; - aderência excessiva a algumas convenções sociais; - inflexibilidade, rigidez e teimosia; - insistência para que os outros se submetam aos seus conceitos de valor em relação à maneira de fazer as coisas; - evitam tomar decisões acreditando haver sempre outras prioridades; - falta de generosidade e de sentimentos de compaixão e tolerância para com os outros; - dificuldade em descartar-se de objetos usados.

Qual o tratamento?

O tratamento pode ser feito com medicamentos e psicoterapia.

Possui uma dúvida concreta sobre Transtorno Da Personalidade Obsessivo-compulsiva? Pergunte aos nossos especialistas.

Os especialistas falam sobre a Transtorno Da Personalidade Obsessivo-compulsiva

Entende-se por obsessão pensamentos, ideias e imagens que invadem a pessoa insistentemente, sem que ela queira. Como um disco riscado que se põe a repetir sempre o mesmo ponto da gravação, eles ficam patinando dentro da cabeça e o único jeito para livrar-se deles por algum tempo é realizar o ritual próprio da compulsão, seguindo regras e etapas rígidas e pré-estabelecidas, que ajudam a aliviar a ansiedade. Alguns portadores dessa desordem acham que, se não agirem assim, algo terrível pode acontecer-lhes. No entanto, a ocorrência dos pensamentos obsessivos tende a agravar-se à medida que são realizados os rituais e pode transformar-se num obstáculo para a rotina diária da pessoa
Maria Teresa Barbosa Lopes Lauar
Maria Teresa Barbosa Lopes Lauar Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

|

Belo Horizonte

O transtorno obsessivo compulsivo (TOC) caracteriza-se por dois tipos de manifestações: as obsessões ou idéias obsessivas e as compulsões ou rituais compulsivos. As obsessões são idéias ou imagens que vem à mente da pessoa independente de sua vontade repetidamente. Embora a pessoa saiba que são idéias suas, sem sentido, não sabem o que fazer são perturbadoras. As compulsões são atos ou rituais que o indivíduo se vê obrigado a executar para aliviar ou evitar as obsessões.O tratamento do transtorno obsessivo compulsivo envolve a combinação de medicamentos e psicoterapia, a terapia comportamental é a mais indicada, pois o paciente é estimulado a aceitar seus pensamentos e modifica-los.
Cirlene Rocha dos Santos
Cirlene Rocha dos Santos Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

|

Belo Horizonte

Tem perguntas sobre Transtorno Da Personalidade Obsessivo-compulsiva?

Nossos especialistas responderam 22 perguntas sobre Transtorno Da Personalidade Obsessivo-compulsiva.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional da saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

Olá, a sua irmã precisa de ajuda. Uma boa escuta.Normalmente essas compulsões se apresentam com varias faces, a partir das alimentares até as fobias em geral. São sintomas do social, produzidos pelo valores culturais de uma sociedade regida, de gozo.Quanto maior o recalque, mais presente os sintomas.Sugiro uma boa terapia, psicanalitica.Com certeza ela terá grandes ganhos . Abraço

  • 59
  • 29
  • 55
Dra. Sonia Maria leite Quezada Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicanalista, Psicóloga

Fortaleza

Claro que não! Para ser TOC é necessário avaliar o comportamento compulsivo (repetições) e pensamentos obsessivos. Pode ser que a música seja significativamente importante naquele momento e sua melodia e letra fala da situação vivida provocando sublimação do ouvinte.

  • Obrigado 1
  • 1 especialista está de acordo
  • 151
  • 62
  • 94
Roberly Vaz Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicólogo

Goiânia

Boa Tarde! Acredito que seja pelo fato de que o TOC seja um transtorno mental que pode ser revertido, com tratamento adequado você terá uma vida bem funcional, ou seja, "curada". Já as doenças mentais que os concursos aceitam então ligadas a condições medicas irreversíveis. Espero ter ajudado! ;)

  • 34
  • 53
  • 36
Carina Lucion Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicanalista, Psicóloga

Palmeira Das Missões

Marcar consulta

Nesse caso é indispensável procurar um psicólogo ou psiquiatra para formalizar o diagnóstico. As sensações e sentimentos podem ser muito similares, mas com causas diferentes. Os padrões de ocorrência dos sintomas da hipoglicemia precisam ser bem mapeados, assim como os episódios que estão associados às compulsões/pensamentos obsessivos. Uma análise funcional dos comportamentos associados a esses sintomas pode ajudar a esclarecer o que está ocorrendo com você e indicar um caminho para intervenções terapêuticas efetivas. Pode ser bastante produtivo um trabalho interdisciplinar com psicólogo, psiquiatra e nutricionista.

  • 80
  • 128
  • 48
Rodrigo Puppi Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicólogo

Curitiba

Marcar consulta

Ver as 22 perguntas sobre Transtorno Da Personalidade Obsessivo-compulsiva