Fui diagnosticada com TDAH , tomei concerta por alguns dias e fiquei...

Acho que você acabou confundindo diagnóstico, sintoma e medicação. As medicações psiquiátricas podem servir para diversas funções e diagnósticos.
Sugiro que entre em contato com seu médico para este te explicar melhor qual é o seu diagnóstico, e como pensou o esquema e função de cada medicação.

Um tratamento onde o profissional não nos explica ( ou não entendemos ) a função de cada medicação e o transtorno que temos pode provocar, inclusive, ainda mais ansiedade.

Um abraço,

Danilo

Sugiro que entre em contato com seu Psiquiatra para entender melhor seu diagnóstico e o porque de estar tomando tais medicamentos.
Também sugiro que independente dos medicamentos que busque Terapia Cognitivo Comportamental para o tratamentos desses sintomas.
Obrigado
Att. Daniel Lataro De Robbio - Neuropsicólogo

Ola,
o topiramato é um anticonvulsivante muito utilizado na psiquiatria com uma função " anti-impulso". Ele pode ajudar a controlar impulsividade por alimentos, alcool e outras atividades que promovem um prazer ou um alivio muito rapido. Ele pode ter um efeito ansiolítico discreto em algumas pessoas, mas essa, geralmente, não é a principal indicação.
Acho importante voce conversar com seu médico sobre qual a hipótese diagnóstica que existe suspeita e e qual a indicação de cada uma das medicações.
Um forte abraço.

Esse DIAGNÓSTICO de TDAH, foi feito como? Vc foi submetida a testes para ver se tem o transtorno. Se a resposta para isso foi um DIAGNÓSTICO de 6 minutos do médico, que te avaliou, ou foi Dr Google, acho melhor fazer avaliação com psicológica ou Neuropsicologica , para saber se tem ou nao a doença, para depois pensar num possível tratamento. Os remédios que usa é para conter a ansiedade, um dos sintomas principais desse transtorno, a ritalina geralmente é usado em crianças. O objetivo da ritalina em crianças é ajudar a criança a se concentrar e estimular sua atenção, mas o tratamento completo e dar o remédio e fazer uma psicoeducaçao, que ajudaram a criança a se adaptar quando adquirir sua maioridade, no seu caso o remédio ritalina não é bom, pois as suas funções celebrais já estão desenvolvidas, e não fariam mais o efeito desejado, se de fato tiver a doença faz uma analise psicoeducativa ou com um psicólogo comportamental u com psicopedagogo.

Olá! que tipo de profissional lhe deu o diagnóstico de TDAH? tem especialidade no caso? procure por um bom Psicólogo, Psicoterapeuta Cognitivo Comportamental e Hipnoterapia. Paz e bem!

Olá. Talvez seu relato esteja um pouco confuso ou você não entendeu direito o diagnóstico. Conserta é sim uma medicação para déficit de atenção que gera efeitos colaterais. As demais medicações, são para problemas de ansiedade, enxaqueca e outras indicações que não déficit de atenção. Consulte novamente um psiquiatra e busque uma psicoterapia.

Prejuízo na atenção pode ser um sintoma primário, no caso do TDAH, e corresponde à insuficiência do sistema inibitorio. O psicoestimulante aumenta a liberação de dopamina, assim reduz o sono, aumenta o alerta e a atenção, diminui o apetite, aumenta a energia. É comum causar insônia no início, e pode aumentar o nível de ansiedade. É um tratamento para adultos que, como já tem o SNC desenvolvido, tende a ser contínuo. Se a desatenção for causada ou agravada por depressão, ansiedade ou outras doenças clínicas, é necessário associar a medicação específica ao psicoestimulante. Uma estratégia para reduzir efeitos colaterais é começar com dose mais baixa e usar a apresentação de efeito mais curto. Como a regra geral é ter diagnósticos associados, TDAH aumenta a chance de obesidade, ansiedade, depressão, bipolaridade, enxaqueca, etc. Avalie seu TSH e nível de vitamina D e tente entender como os sintomas se comportam falando com seu médico. As medicações atuais tratam depressao e ansiedade.

Ver as 151 perguntas sobre Transtorno de Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH)

Perguntas relacionadas

Outras perguntas respondidas por especialistas da Doctoralia:

Tem perguntas sobre Transtorno de Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH)?

Nossos especialistas responderam 151 perguntas sobre Transtorno de Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH).

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional da saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.