Transtorno Depressivo Maior - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Transtorno Depressivo Maior

Os especialistas falam sobre a Transtorno Depressivo Maior

A depressão é uma síndrome, que existe em várias formas, mais e menos graves, mais e menos duradouras: Transtorno Depressivo Maior, Distimia, Depressão Menor, entre outras. Pouco mais de uma em dez pessoas terá depressão durante a vida. A depressão reduz a qualidade de vida, leva a faltas ao trabalho, dificuldades nos relacionamentos e piora de doenças pré-existentes. Apesar de ocorrer em quase todas as idades, idosos são especialmente susceptíveis. Hoje, há sólido conhecimento sobre a doença e como tratá-la, sendo medicamentos e psicoterapia as principais modalidades. Isto é fundamental para reduzir o sofrimento, e principalmente, prevenir recaídas ou cronificação da doença.
Dr. Helton Cavalcanti
Dr. Helton Cavalcanti Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

|

Recife

Tem perguntas sobre Transtorno Depressivo Maior?

Nossos especialistas responderam 28 perguntas sobre Transtorno Depressivo Maior.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional da saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

Olá só se pensa em internação quando há risco de vida para outrem ou para a própria pessoa. No caso descrito por você parece haver risco de vida por desidratação ou inanição. Portanto, internação parece ser a única solução no momento. Mas é caso para vc conversar com um médico psiquiatra que saberá discernir a gravidade do quadro quando examinar a pessoa. Talvez o médico tenha de fazer a consulta na casa da pessoa.

  • 3
  • 7
  • 4
Vera Da Ros Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

São Caetano do Sul

Marcar consulta

Imagino o quanto seja difícil ver sua mãe nesta condição... Mas aqui cabem algumas importantes considerações: primeiramente, se houve um fato que tenha desencadeado esta reação, se este comportamento é algo inédito em sua história... também, outra questão importante, é sobre a autonomia e independência de sua mãe, se ela tem uma saúde mental e é apta a ter suas próprias decisões, pois neste ponto, se ela estiver responsável por seus atos, o que te cabe é tentar convencê-la do quão pernicioso é este comportamento de não sair de casa, de isolar-se das pessoas, e que uma ajuda profissional seria bastante conveniente nessa ocasião, mas a decisão final é dela, pois, se ela não quiser e for obrigada a qualquer lugar, o insucesso do processo é quase que garantido... Boa sorte!!!

  • 13
  • 17
  • 4
Kelly Belotti Moretti Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicanalista, Psicóloga

Mogi das Cruzes

Os IMAO são antidepressivos mais antigos. Atualmente dificilmente são prescritos como primeira opção de tratamento para depressão, já que existem medicamentos mais modernos, com efeitos colaterais mais suportáveis. Contudo, são antidepressivos eficientes e em alguns casos eles podem ser bem indicados.

  • 10
  • 0
  • 4
Dra. Raissa Batista Barboza O'Neill Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

Niterói

Marcar consulta

Todo início de tratamento com medicação causa efeitos colaterais que vão diminuindo e coincidindo com o aparecimento dos efeitos. É natural que isso ocorra em algum nível, porém, seria necessário você contatar seu médico para explicar sobre esses efeitos e ele lhe indicará o que fazer de acordo com o seu quadro clínico. O importante é não parar a medicação sem a recomendação dele. Espero ter ajudado. Um abraço!

  • 25
  • 7
  • 4
Luciane Simonetti Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

São Paulo

Marcar consulta

Ver as 28 perguntas sobre Transtorno Depressivo Maior