Transtornos Do Humor - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Transtornos Do Humor

Informação sobre Transtornos Do Humor

O Transtorno de Humor caracteriza-se por alterações fundamentalmente de humor ou afeto (depressão ou elevação do humor). O transtorno também é acompanhado por alterações do nível global de atividade.
De acordo com a Classificação de Transtornos Mentais e de Comportamento da CID 10 fazem parte deste bloco diagnóstico os Episódios maníacos, os Episódios e os Transtornos depressivos recorrentes, o Transtorno Afetivo Bipolar, os Transtornos persistentes do humor.

Possui uma dúvida concreta sobre Transtornos Do Humor? Pergunte aos nossos especialistas.

Os especialistas falam sobre a Transtornos Do Humor

A depressão é resultado de múltiplos fatores: genética, ambiente e mudanças neurobiológicas. Nem sempre ocorre dependente de um fator estressor – pode “acontecer do nada”, mesmo com quem tem uma vida aparentemente normal. É importante diferenciá-la de tristeza - que todo mundo sente - ou de estados de stress agudo (luto, preocupações , rompimentos amorosos, demissão..). Na consulta costumo investigar fatores pessoais e familiares, o tratamento é personalizado conforme as caracteristicas dos sintomas do paciente. Alguns necessitam psicoterapia além das medicações e o acompanhamento passa a ser conjunto com o terapeuta escolhido. Solicito exames para avaliação fisica diferencial.
Dra. Vivian Machado
Dra. Vivian Machado Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

|

Rio de Janeiro

Entende-se como humor o conjunto de características emocionais, sentimentais, afetivas e cognitivas que fazem parte de qualquer ser humano, isto é, todos produzimos e somos afetados pelo que acontece na nossa vida, nas relações, no trabalho e na família. Apresentar humor triste, irritável, desanimado, não necessariamente será um transtorno. Pode torna-se quando tais sentimentos fazem parte de forma constante da vida do indivíduo, em diversos momentos, em múltiplos locais, com várias pessoas. O alerta para o cuidado se encontra nesta esfera, pois existe a possibilidade de afetar o sujeito nos ambientes em que ele está inserido. A psicoterapia é uma possibilidade em casos similares.
Wellington Albuquerque Filho
Wellington Albuquerque Filho Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicólogo

|

Recife

Sabe-se que os transtornos bipolares estão associados a algumas alterações funcionais do cérebro, que possui áreas fundamentais para o processamento de emoções, motivação e recompensas. Caracterizado por oscilações ou mudanças cíclicas de humor. Estas mudanças vão desde oscilações normais, como nos estados de alegria e tristeza, até mudanças patológicas acentuadas e diferentes do normal, como episódios de mania, hipomania, depressão e mistos.
Dra. Betânia Tassis
Dra. Betânia Tassis Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicanalista, Psicóloga

|

Rio de Janeiro

Ver mais

Tem perguntas sobre Transtornos Do Humor?

Nossos especialistas responderam 8 perguntas sobre Transtornos Do Humor.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional da saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

No caso dos transtornos depressivos é fundamental que a pessoa se coloque em ação. A tendência de seu comportamento em episódios depressivos é a de ficar em reclusão, entrando num ciclo vicioso e dificultando ainda mais a melhora. Nesse seu caso talvez seja importante que você a leve ao trabalho, para que ela se engaje em atividades da maneira que ela conseguir. Encoraja-la a fazer suas atividades cotidianas no seu ritmo, sem executa-las por ela. O contato com pessoas significativas é muito importante e pode incluir o papel de ouvinte, embora seja uma tarefa pesada nesses casos. No entanto, é necessário que ela busque um profissional que a auxilie a planejar os passos em direção à remissão da depressão. Isso pode ajudar ela a adquirir um pouco mais de controle sobre sua saúde e também evita que ocorram eventuais prejuízos secundários. Nesse ponto é que se pode trabalhar a relação de dependência (se surgir) e construir maior autonomia durante o tratamento.

  • 85
  • 154
  • 54
Rodrigo Puppi Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicólogo

Curitiba

Marcar consulta

O diagnóstico em psiquiatria não e baseado apenas no momento atual do indivíduo e sim é feito análise de toda história psiquica ao longo da vida. Dessa forma é possível que outro psiquiatra te avalie e chegue a um diagnóstico, mesmo que você já esteja em tratamento. Entretanto você já tentou esclarecer com seu médico essa sua dúvida quanto ao diagnóstico? Como ele te assiste ele já te conhece e chegar a um diagnóstico e tratamento correto se torna mais fácil. Se a dúvida persistir procure outra opinião sim, pois é importante ter bastante confiança no seu terapeuta tornando, assim, o tratamento mais efetivo. Atenciosamente.

  • 54
  • 93
  • 182
Dra. Camila Passos de Souza Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

Curitiba

A lamotrigina não esta indicada em monoterapia para o tratamento de transtorno afetivo bipolar, sendo muitas vezes utilizada em combinação com outros medicamentos numa tentativa de aumentar a efetividade de resposta terapêutica. Pode ser utilizada com litio, valproato e antipsicóticos atípicos. Lembrando que a pessoa responsável por realizar tal avaliação é seu medico psiquiatra e auto medicação com estes medicamentos é de grande risco. a disposição

  • 625
  • 832
  • 860
Prof. Dr. David De Lucena Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

Fortaleza

Dentro dos Transtornos de Humor há várias patologias como Transtorno de Humor Bipolar, Transtorno Depressivo Maior, Ciclotimia e Distimia. Para cada um desses diagnósticos o tratamento e prognóstico são diferentes. Em todo caso, segundo a literatura científica a Terapia Cognitivo Comportamental é a terapia com mais eficácia no abatimento dos sintomas dos Transtornos de Humor. Dependendo do caso é necessário também tratamento medicamentoso concomitantemente.

  • Obrigado 1
  • 1 especialista está de acordo
  • 39
  • 64
  • 32
Dr. Augusto Yumi Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicólogo

Porto Alegre

Marcar consulta

Ver as 8 perguntas sobre Transtornos Do Humor