Cefaliv - Indicações, posologia, efeitos adversos, perguntas frquentes

Tudo sobre Cefaliv

Para que serve Cefaliv

Indicações de Cefaliv
Crises agudas de enxaqueca e cefaléias de origem vascular.


Contra-Indicações de Cefaliv
Hipersensibilidade prévia a qualquer um de seus componentes ativos. Doenças vasculares periféricas, doença vascular obliterante, doença coronariana, diabetes, hipertensão arterial, função renal ou hepática comprometida, gravidez e lactação.


Princípios ativos Cefaliv

Composição
Cada comprimido contém: mesilato dediidroergotamina 1 mg; dipirona sódica 350 mg; cafeína 100 mg.


Considerações Cefaliv

Como Usar (Posologia)
Tomar 1 a 2 comprimidos ao primeiro sinal de enxaqueca; caso não haja melhora da sintomatologia, ingerir 1 comprimido a cada 30 minutos, até um máximo de 6 comprimidos ao dia.


Laboratório
Aché Labs. Farms. S.A.
Remédios da mesma Classe Terapêutica A.a.s., Acetofen, Algifen, Analgex, Analgina
Remédios que contém o mesmo Princípio Ativo Analgex, Analgina, Antitermin, Coristina D, Coristina R


Precauções
Deve ser reservado ao tratamento das crises de dor; não é indicado para tratamento prolongado ou profilático. Devido às ações estimulantes da cafeína sobre a secreção gástrica, recomenda-se o seu uso em pacientes portadores de gastrite e úlceras gastroduodenais, somente após criteriosa avaliação médica dos riscos e benefícios. Em tratamentos prolongados é aconselhável o controle hematológico, pois reações adversas idiossincrásicas excepcionalmente podem ocorrer. Ocasionalmente pode ocorrer sedação, que por sua vez pode afetar reações do paciente ao dirigir veículos, operar máquinas, etc. Os efeitos do álcool podem ser potencializados pelo produto. Interações medicamentosas: o uso concomitante de eritromicina e troleandomicina pode elevar a concentração de ergotamina no plasma. Deve-se evitar a ingestão concomitante de Cefaliv com propranolol e anticoagulantes orais.


Efeitos adversos Cefaliv

Efeitos Colaterais de Cefaliv
Cefaliv geralmente é muito bem tolerado. Ocasionalmente foram observadas náuseas, vômitos, reações de hipersensibilidade, incluindo erupções cutâneas, fraqueza nas pernas, dores musculares, entorpecimento e formigamento dos dedos. - Superdosagem: os sintomas da superdosagem aguda de ergotamina incluem cefaléia, vertigens, náuseas, vômitos, fenômenos alérgicos, ergotismo, choque, elevação súbita da pressão arterial. Raramente pode ocorrer insônia, nervosismo, náusea e diurese profusa. O tratamento da superdosagem consiste na remoção do produto pela indução de êmese, lavagem gástrica e tratamento sintomático. Pode ser indicado o uso de anticoagulantes e drogas vasodilatadoras.


Apresentações de Cefaliv

  • Cefaliv Apresentação
    Comprimidos em blister de 12.


Tem perguntas sobre Cefaliv?

Nossos especialistas responderam 6 perguntas sobre Cefaliv.

O Cefaliv é um medicamento indicado para enxaqueca. Antes de se perguntar se você pode toma-lo, é preciso saber se ele está corretamente indicado para você e se está acompanhando corretamente o diabetes. Significa caracterizar minuciosamente sua dor. Significa saber quais medicamentos toma para o diabetes e como os toma; saber se está seguindo dieta e realizando atividade física. Aguardo!

  • 4
  • 0
  • 7
Dr. Vivaldo Gemaque de Almeida

Médico clínico geral, Médico de família

Santarem

Cefaliv não provoca rritmias.

  • 101
  • 6
  • 96
Dr. Rodrigo Paez Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cardiologista, Cirurgião cardiovascular

São Paulo

Olá, a sensação de fraqueza e formigamento que você está falando parece ser benigna e sem relação com o cefaliv, mais provável que seja devido aos formigamentos e tontura que sentimos devido a hiperventilação (respirar mais rápido) quando estamos com dor ou nervosos, o que é comum nos quadros de enxaqueca (dores de cabeça), cefaliv é seguro, somente não devem tomar que tiver alergia a dipirona.

  • 35
  • 2
  • 42
Dr. Moacir de Freitas Toledo

Médico de família, Psiquiatra

Garuva

Serve para o tratamento de alguns tipos de cefaleia (dor de cabeça).

  • 14
  • 0
  • 12
Ailton Vieira de Souza Júnior

Médico de família, Nutrólogo

São Paulo

Ver as 6 perguntas sobre Cefaliv