Fluoxetina - Indicações, posologia, efeitos adversos, perguntas frquentes

Tudo sobre Fluoxetina

Tem perguntas sobre Fluoxetina?

Nossos especialistas responderam 12 perguntas sobre Fluoxetina.

Existem opções de medicamentos, como a desvenlafaxina, agomelatina ou bupropiona, por exemplo, que podem trazer benefícios equivalentes ou até mesmo superiores à fluoxetina, sem efeitos colaterais sobre a libido. Alguns tratam apenas quadros depressivos, outros também quadros de ansiedade. É muito importante que você se sinta à vontade para discutir essa questão com o seu médico. Atualmente o conceito de escolha informada se refere ao cuidado do profissional ao compartilhar informações sobre os prós e contras de diversas opções de tratamento de forma que os pacientes possam participar ativamente do processos de decisão. Isso deve ser feito de maneira habilidosa para não sobrecarregar o paciente com informações e o médico precisa deixar muito claro qual é o seu ponto de vista. Respeitam-se os princípio de autonomia do paciente em contraposição a posturas paternalistas e autoritárias, que cada vez mais se mostram ultrapassadas e anacrônicas.

  • Obrigado 1
  • 1 especialista está de acordo
  • 164
  • 285
  • 350
Dr. Fábio Fonseca Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

Campinas

Concordo com o colega, e acrescento que existem diversos laboratórios que comercializam o cloridrato de fluoxetina. A maioria de fato comercializa em forma de cápsula, mas existe a possibilidade do uso em gotas (já citada pelo colega), e a fórmula em comprimidos (que geralmente são muito menores que as cápsulas). Um exemplo seria o medicamento Verotina. Respeitosamente,

  • Obrigado 6
  • 1 especialista está de acordo
  • 208
  • 558
  • 1678
Dr. Fábio José Pereira da Silva Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

São Paulo

Estudos recentes tem demonstrado que alguns antidepressivos podem dar o drive necessário para o suicídio nas pessoas que tenham a ideação com muita apatia. São efeitos possíveis, especialmente em adulto jovem ou em ideações/tentativas prévias, ocorrendo nas primeiras semanas após o início do tratamento e tendem a melhorar conforme o remédio tenha sua ação. Também é possível uma piora inicial dos sintomas ansiosos ou agravamento do quadro depressivo no início do tratamento. Não é frequente a ideação suicida causada pela medicação, mas é possível. Acredito que o medo de ter tais pensamentos sejam muito maiores do que realmente vir a tê-los, mas isso precisa ser compartilhado com o seu médico.

  • 29
  • 13
  • 28
Dr. Luís Guilherme De Oliveira Labinas Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

São José dos Campos

O tinnitus, ou zumbido, pode ser efeito colateral de antidepressivos, sejam eles da classe dos tricíclicos (amitriptilina, nortriptilina, clomipramina), ou dos ISRS (fluoxetina, paroxetina, fluvoxamina, citalopram, sertralina). Porém, o surgimento do zumbido não é indicativo de que a medicação será ineficaz.

  • 99
  • 61
  • 56
Rafael Dias Lopes Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

Osasco

Ver as 12 perguntas sobre Fluoxetina