Lutenil - Indicações, posologia, efeitos adversos, perguntas frquentes

Tudo sobre Lutenil

Para que serve Lutenil

Indicações de Lutenil
Distúrbios ginecológicos devido a insuficiência luteal: Alteração da menstruação ou dos ciclos menstruais: amenorréia secundária, espanomenorréia, menometrorragias, hemorragias uterinas funcionais, em particular durante o período da peri-menopausa. Hiperplasia endometrial. Dismenorréia. Síndrome pré-menstrual. Mastodinia. Tratamento da menopausa (em associação com os estrógenos e para contrabalançar seu efeito).


Contra-Indicações de Lutenil
Durante os primeiros 4 meses da gestação, devido aos riscos de ambigüidades sexuais, sobretudo no feto masculino, já observados com uso de progestágenos de síntese. Antecedentes tromboflebíticos. Alterações graves da função hepática.


Princípios ativos Lutenil

Composição
Cada comprimido contém: Acetato de Nomegestrol 5 mg Excipiente q.s.p. 1 comprimido


Considerações Lutenil

Como Usar (Posologia)
A posologia média é de 1 comprimido de 5 mg por dia durante 10 a 14 dias, por ciclo. Entretanto a posologia e a duração do tratamento poderão modificar-se em virtude da natureza da indicação e da resposta da paciente.


Conduta Na Superdosagem
Na eventualidade da ingestão acidental de doses muito acima das preconizadas, recomenda-se adotar as medidas habituais de controle das funções vitais. Atenção: este produto é um novo medicamento e embora as pesquisas realizadas tenham indicado eficácia e segurança quando corretamente indicado, podem ocorrer reação adversas imprevisíveis ainda não descritas ou conhecidas. em caso de suspeita de reação adversa o médico responsável deve ser notificado.


Informação ao Paciente
Conserve o produto na embalagem original e ao abrigo do calor. Prazo de validade: 60 meses a partir da data da fabricação (vide cartucho). Não use medicamento com o prazo de validade vencido. Ação esperada do medicamento: correção dos distúrbios da menstruação ou dos ciclos menstruais, especialmente na menopausa, ou de outros distúrbios ginecológicos causados pela insuficiência de secreção hormonal do corpo lúteo do ovário. Informe seu médico a ocorrência de gravidez ou lactação na vigência do tratamento. O produto não requer cuidados especiais na sua administração. Não interrompa o tratamento sem o conhecimento de seu médico. Informe seu médico caso apareçam reações desagradáveis como: modificações da menstruação ou dos ciclos menstruais, sangramento por via vaginal, ganho de peso, insônia, distúrbios gastrintestinais, aumento da pilificação, piora de distúrbio circulatório pré-existente, icterícia ou coceira. TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS. O produto não deve ser usado nos primeiros 4 meses de gestação e por pacientes que já tiveram trombose venosa ou alterações graves da função hepática. Interromper a ingestão do produto e informar imediatamente o médico se ocorrerem distúrbios da visão, dor de cabeça intensa ou distúrbios da circulação sangüínea. É recomendada prudência na administração do produto a pacientes diabéticos, com hipertensão arterial, com antedecente de infarto do miocárdio ou de doenças cérebro-vasculares, e em mulheres no período de amamentação (o produto passa para o leite materno). NÃO TOME REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO. PODE SER PERIGOSO PARA A SUA SAÚDE.


Informação Técnica
Lutenil é um progestágeno de síntese derivado da 19-nor-progesterona. Apresenta uma afinidade pelo receptor da progesterona duas vezes e meia superior ao da própria progesterona. É desprovido de atividade androgênica, anabolisante, estrogênica, corticosteróide e antiinflamatória; não interfere com o metabolismo dos glicídeos nem afeta o equilíbrio hidroeletrolítico ou o clearance da bromossufaleína (BSP). Administrado por via oral apresenta rápida absorção, atingindo concentração sérica máxima em 2 horas. Sua meia vida plasmática é de 30 horas, com ligação protéica de 97,7 ± 0,1%; sua eliminação é predominantemente por via intestinal.


Interações Medicamentosas
Até o momento não foram relatados casos de intereção medicamentosa com o uso do produto.


Laboratório
BYK Quím. e Farm. Ltda.


Precauções
Em certas indicações, em particular dismenorréia, hemorragia uterina e amenorréia, é fundamental certificar-se da etiologia funcional da moléstia antes de iniciar o tratamento. Não devem ser totalmente descartados, apesar de não terem sido relatados até o momento, riscos trombo-embólicos e metabólicos. Recomenda-se interromper a administração do produto se ocorrerem distúrbios oculares, (como perda da visão unilateral, diplopia, lesões vasculares da retina), acidentes trombo-embólicos venosos e cefaléia. Administrar com cuidado o produto nos casos com antecedentes de infarto do miocárdio, distúrbios cérebro-vasculares, hipertensão arterial, diabetes e em lactantes, por causa da passagem dos esteróides ao leite materno.


Efeitos adversos Lutenil

Efeitos Colaterais de Lutenil
Modificações dos ciclos menstruais, amenorréia, sangramento intercorrente. Ganho de peso, insônia, pilificação, distúrbios gastrintestinais. Agravamento de insuficiência venosa dos membros inferiores. Icterícia colestática e prurido.


Apresentações de Lutenil

  • Lutenil Apresentações
    Embalagens com 10 e 14 comprimidos


Tem perguntas sobre Lutenil?

Nossos especialistas responderam 29 perguntas sobre Lutenil.

Não . O mecanismo de ação deste medicamento não tem qualquer ação interação com glaucoma. ATT .

  • 215
  • 14
  • 198
Dra. Mirela Magalhães de Oliveira Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

Rio de Janeiro

Geralmente não se indica esta combinação medicamentosa. Converse com seu médico a respeito.

  • Obrigado 1
  • 1 especialista está de acordo
  • 73
  • 22
  • 82
Dra. Susana da Matta Machado Fernandes

Endocrinologista

Belo Horizonte

Enquanto tiver usando o lutenil você não vai menstruar. Este medicamento é uma progesterona. A menstruação só desce quando a concentração de progesterona no sangue cai bastante. Assim, enquanto tive usando, o Lutenil não deixa descer a menstruação.

  • 206
  • 55
  • 863
Prof. Maurilio Batista Palhares Junior Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

Maringá

O lutenil é um tipo de progestágeno e provavelmente sua médica prescreveu seu uso na segunda metade do ciclo de indução para suprir a falta de progesterona caso haja insuficiência de sua síntese na sua fase lútea do ciclo (segunda metade do ciclo). A insuficiência lútea é que na verdade pode ser uma causa de abortamento. Mas sugiro que a paciente sempre mantenha uma relação de confiança com sua médica e tire com a mesma todas as dúvidas que por ventura surgirem ao longo do tempo. Boa sorte com a indução!

  • 429
  • 122
  • 342
Dra. Carla Cristina Carvalho Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

Rio de Janeiro

Ver as 29 perguntas sobre Lutenil