Profol - Indicações, posologia, efeitos adversos, perguntas frquentes

Tudo sobre Profol

Para que serve Profol

Indicações de Profol
Estimulante do apetite (orexígeno)


Contra-Indicações de Profol
Profol é contra-indicado a pacientes com hipersensibilidade a algum dos componentes da fórmula.


Princípios ativos Profol

Composições
Profol comprimidos: Cada comprimido contém: Cloridrato de Buclizina.................... 25 mg Cloridrato de Lisina.................... 200 mg Triptofano.................... 20 mg Cloridrato de Piridoxina.................... 20 mg Cianocobalamina.................... 50 mcg Excipiente q.s.p.................... 1 comp (Talco, fosfato de cálcio dibásico dihidratado, polividona K 30, álcool etílico, estearato de magnésio e amido) Profol suspensão: Cada ml contém: Cloridrato de buclizina.................... 1 mg Cloridrato de lisina.................... 30 mg Triptofano.................... 2 mg Cloridrato de Piridoxina.................... 2 mg Cianocobalamina.................... 5 mcg Veículo q.s.p.................... 1 ml (Simeticona, cloridrato de cisteína, metilparabeno, propilparabeno, sacarina sódica, álcool etílico, sorbitol, propilenoglicol, ácido clorídrico, ciclamato de sódio, polissorbato 80, hidroxietilcelulose, tartarato de sódio, essência, corante e água deionizada)


Considerações Profol

Como Usar (Posologia)
Profol comprimidos: 2 a 3 comprimidos ao dia. Profol suspensão: Até um ano de idade (aproximadamente 10 kg de peso): ¼ copo-medida (2,5 ml), duas vezes ao dia. De 1 a 5 anos de idade (aproximadamente 10 a 18 kg): ½ copo-medida (5 ml) a 1 copo medida (10 ml), duas vezes ao dia. De 5 até 12 anos (aproximadamente 18 a 36 kg): 1 copo-medida (10 ml) a 1½ copo-medida (15 ml), duas vezes ao dia, ou a critério médico. As doses indicadas deverão ser tomadas ½ hora antes do almoço e ½ hora antes do jantar. Deve-se agitar o frasco antes de cada administração para obter-se uma suspensão homogênea.


Informações ao Paciente
A dose a ser utilizada deve ser sempre orientada pelo médico. Qualquer modificação da dose só deverá ser feita sob orientação médica. Não use o medicamento se o seu prazo de validade estiver vencido, o que pode ser verificado na embalagem externa do produto. Comprimidos: conservar em temperatura ambiente (entre 15-30ºC), ao abrigo da luz e umidade Suspensão: conservar em temperatura ambiente (entre 15 e 30º C), ao abrigo da luz Agitar a suspensão antes de usar. "TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS" "NÃO TOME REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO. PODE SER PERIGOSO PARA SUA SAÚDE"


Informações Técnicas
O Profol é um estimulante do apetite, suprindo ao mesmo tempo o organismo com substâncias indispensáveis (vitaminas e aminoácidos) ao total aproveitamento dos alimentos ingeridos. Sua ação eutrófica e estimulante do crescimento e desenvolvimento orgânicos e explicada pela atividade dos componentes: A ação da buclizina, como estimulante do apetite, determinando nítido aumento de peso corporal e influenciando beneficamente o crescimento, foi largamente comprovada na clínica. A buclizina é considerada a mais atualizada medicação orexígênica e permite manter constantemente estimulado o centro hipotalâmico do apetite. A lisina e o triptofano, dois aminoácidos essenciais são de máxima importância para o anabolismo protéico e equilíbrio nitrogenado, sobretudo durante o crescimento. Piridoxina - exerce importante papel no metabolismo dos ácidos graxos essenciais, assim como no metabolismo de vários aminoácidos, especialmente o triptofano. Concorre também como coadjuvante com a riboflavina e nicotinamida no tratamento de nervosismos, insônia, anorexia, náuseas, seborréia, dermatite, quilose, conjuntivite, glossite e astenia muscular. Cianocobalamina - já está amplamente demonstrada a ação desta vitamina no metabolismo protéico. Desempenha outrossim, atividade sobre o metabolismo dos gliclídeos, lipídeos, ácidos nucléicos e também na síntese dos aminoácidos essenciais metionina e colina.


Interações Medicamentosas
O uso concomitante com álcool e depressores do Sistema Nervoso Central potencializa os efeitos. O uso com anti-muscarínicos aumenta os efeitos antimuscarínicos da buclizina.


Laboratório
Medley S.A. Ind. Farm.
Remédios da mesma Classe Terapêutica Buclina, Cobactin, Enzivital, Flaconin, Forten
Remédios que contém o mesmo Princípio Ativo Benormal, Calci-ped, Complevitam, Dexador, Dimedril


Precauções
Como regra geral, deve-se evitar a utilização de medicamentos durante o primeiro trimestre da gravidez. Durante o período restante, os benefícios e riscos decorrentes do seu emprego devem ser cuidadosamente avaliados. A buclizina deve ser utilizada com cautela em pacientes com hipertrofia prostática ou glaucoma de ângulo fechado.


Efeitos adversos Profol

Efeitos Colaterais de Profol
Profol é perfeitamente bem tolerado, contudo, há casos em que poderá haver sonolência, distúrbios gástricos, secura na boca, devendo-se, então, diminuir a posologia.


Apresentações de Profol

  • Profol Formas Farmacêuticas e Apresentações
    Comprimidos: cartucho com 20 comprimidos Suspensão oral: frasco com 100ml


Tem perguntas sobre Profol?

Nossos especialistas responderam 40 perguntas sobre Profol.

Eu não aconselho o uso de Profol para crianças. É um orexígeno (estimulante de apetite) e pode desencadear problemas como obesidade. Existem multivitamínicos que podem ser mais indicados. Procure uma nutricionista pediatra e ela poderá orientar cardápios e preescrever suplementos que poderão ajudar.

  • 19
  • 26
  • 185
Dra. Jaqueline Araujo dos Santos Bertoli

Nutricionista

Rio de Janeiro

Pode se tratar do comer seletivo, um tipo de distúrbio alimentar. Só suplementação dificilmente resolverá. Sugiro que você procure uma nutricionista em sua cidade que tenha experiência com transtornos alimentares.

  • 47
  • 25
  • 45
Karen Carolina da Silva

Nutricionista

Brasilia

Sim, um dos possíveis efeitos colaterais do Profol é sonolência. Evite dirigir ou operar máquinas enquanto estiver usando essa medicação.

  • 6
  • 7
  • 5
Paulo Rua Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Nutricionista

Brasilia

Marcar consulta

O baixo peso é decorrente de uma desnutrição, seja ela por uma ingestão inadequada de nutrientes ou quando está associada a uma doença específica, anemia, diabetes, síndrome do intestino irritável, dentre outras. Minha recomendação: procurar um nutricionista para fazer uma avaliação individualizada da ingesta alimentar, avaliação bioquímica do sangue para identificar alguma deficiência de nutrientes importantes, como minerais e vitaminas, hormonal ou outras causas. O profol, talvez não seja o que realmente você necessite neste momento, será fundamental ser feito uma investigação nutricional. Boa Sorte.

  • 158
  • 85
  • 105
Dr. Eugênio Giovanni Rodrigues Silva

Nutricionista

Brasilia

Ver as 40 perguntas sobre Profol