Provera - Indicações, posologia, efeitos adversos, perguntas frquentes

Tudo sobre Provera

Para que serve Provera

Indicações de Provera
Amenorréia secundária, sangramento uterino anormal devido a desequilíbrio hormonal na ausência de patologia orgânica, tais como, fibroma ou carcinoma uterino.


Contra-Indicações de Provera
Na presença de tromboflebite, apoplexia cerebral, disfunção ou doença hepática. Na suspeita de doença maligna da mama ou da genitália, no sangramento vaginal de causa não diagnosticada, no aborto incompleto e quando há sensibilidade à droga.


Princípios ativos Provera

Composição
Cada comprimido contém: acetato demedroxiprogesterona 10,0 mg, excipiente q.s.p. 1 comprimido.


Considerações Provera

Como Usar (Posologia)
Amenorréia secundária: Provera pode ser administrado em doses de 5 a 10 mg/dia por 5 a 10 dias. A dose para induzir a fase secretória do endométrio é de 10 mg/dia, durante 10 dias. Na amenorréia secundária, a terapêutica pode ser iniciada a qualquer tempo. Sangramento uterino anormal devido a desequilíbrio hormonal na ausência de patologia orgânica: 5 a 10 mg diariamente de Provera, a contar do 16 ou do 21 dia do ciclo, durante 5 a 10 dias. Para produzir a fase secretória ótima no endométrio, sugere-se administrar 10 mg de Provera ao dia por 10 dias, iniciando-se a partir do 16 dia. A suspensão do sangramento progestínico ocorre em 3 a 7 dias após a interrupção da terapêutica. Pacientes com antecedentes de sangramento uterino anormal podem ser beneficiados com o ciclo menstrual planejado com Provera.


Laboratório
Pharmacia & Upjohn Ltda.
Remédios da mesma Classe Terapêutica Farlutal
Remédios que contém o mesmo Princípio Ativo Cycrin, Dilena, Farlutal, Farlutal Ad, Repogen


Precauções
O uso de agentes progestacionais não é recomendado durante os quatro primeiros meses de gestação. Na amenorréia quando houver necessidade de se administrar progestágenos, é recomendável se proceder, previamente, a testes imunológicos para gravidez.


Efeitos adversos Provera

Efeitos Colaterais de Provera
Galactorréia e engurgitamento da mama têm sido reportados com raridade. Reações de sensibilidade à droga como urticária, prurido, edema e erupção cutânea são ocasionais. Acne, alopecia e hirsutismo foram registrados em poucos casos, assim como certo grau de depressão mental.


Apresentações de Provera

  • Provera Apresentação
    Caixas com 10 comprimidos em tiras aluminizadas.


Tem perguntas sobre Provera?

Nossos especialistas responderam 70 perguntas sobre Provera.

Eu diria que, como anticoncepção o Depo-Provera é mais eficaz como anticoncepcional trimestral.

  • 445
  • 40
  • 1584
Dr. Dr.José Marcos

Ginecologista

Curitiba

As progesteronas, em geral promovem certa retenção de líquidos e isso repercute em certo aumento de peso. Esses efeitos colaterais desaparecem, entretanto, após a parado de uso do medicamento.

  • Obrigado 12
  • 1 especialista está de acordo
  • 111
  • 25
  • 369
Dr. Sergio Henrique Mattioda de Lima Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

Brasilia

Provera não 'e anticoncepcional. Ele 'e composto por progesterona, um tipo de hormônio e suas indicações são diversas, porem não 'e contraceptivo. Beijos,

  • 50
  • 20
  • 38
Dra. Aline Mouta Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

Rio de Janeiro

Não . Vc está fazendo o que chamamos de amenorréia pós pílula que pode durar de 01 a 6 meses. Não se automedique . Procure seu ginecologista e use preservativo . Ovulamos antes de menstruar . Cuidado!!!

  • 176
  • 10
  • 164
Dra. Mirela Magalhães de Oliveira Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

Rio de Janeiro

Ver as 70 perguntas sobre Provera