Perguntas sobre Rivotril

Perguntas sobre Rivotril

249Perguntas

628Respostas

250Especialistas de acordo

1811Pacientes agradecidos

Entre Rivotril ou Diazepam, prefiro o Rivotril(clonazepam), principalmente se o tremor estiver associado a sintomas ansiosos. Concordo que o propanolol é uma ótima opção para tremor essencial, recomendo fortemente. Um abraço forte.

  • Obrigado 3
  • 1 especialista está de acordo
  • 1691
  • 317
  • 1644
Marcelo Marui Biondo Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

São Paulo

Marcar consulta

Ver as 4 respostas

O uso do clonazepam não provoca ansiedade - na verdade ele é um ansiolítico. O uso do clonazepam por tempo prolongado e doses altas pode precipitar redução no humor ( não chamaria depressão) já que ele tem ação de inibição do cérebro. Em pacientes com depressão , o uso de clonazepam em geral não piora quadros de ansiedade. Pode ocasionar piora de humor, redução da memória, cansaço etc. Esse medicamento é excelente mas não faz parte mais de meu arsenal. A dependência é muito alta. Há muito efeito colateral.

  • Obrigado 15
  • 1 especialista está de acordo
  • 375
  • 86
  • 240
Dra. Laura Alice Boaventura Lima Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Neurologista

Belo Horizonte

Ver as 4 respostas

Faz mal sim! 4 mg já e uma dose extremamente abusiva. Por favor, procure assim que possível um médico psiquiatra ou neurologista com experiência no tratamento da insônia. Existem outros fármacos que induzem ao sono por outra via cerebral, menos danosa ao cérebro a longo prazo. Pare de brincar com a saúde do seu cérebro! Uma dose menor do rivotril associado a outras classes de medicamentos , higiene do sono e técnicas psicoterápicas certamente poderão te ajudar e te darão menor prejuízo a longo prazo. Atenciosamente.

  • 55
  • 93
  • 184
Dra. Camila Passos de Souza Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

Curitiba

Ver as 4 respostas

Se sua avó está há três dias sem dormir ela precisa ser avaliada por um médico (neurologista ou psiquiatra) urgentemente. Pelo que vc fala, parece um quadro agudo, ou seja ,Delirium,de fundo orgânico . Não medique sua avó sem consultar um profissional! Esse transtorno do Sono de início abrupto TEM QUE SER INVESTIGADO!

  • 84
  • 37
  • 92
Dra. Ana Paula Peixoto Bravo de Souza Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Medico do Sono, Psiquiatra

Rio de Janeiro

Marcar consulta

Ver as 4 respostas

O Rivotril, cujo princípio ativo é o clonazepam, é um medicamento da classe dos benzodiazepínicos. Possui contra-indicação de uso em indivíduos com glaucoma do tipo ângulo fechado. Por isso é importante saber qual o tipo de seu glaucoma. Respeitosamente,

  • 208
  • 563
  • 2070
Dr. Fábio José Pereira da Silva Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

São Paulo

Marcar consulta

Ver as 3 respostas

No início do tratamento com fluoxetina e os outros medicamentos da mesma classe grande parte dos pacientes apresentam efeitos colaterais desagradáveis. Em pacientes com diagnóstico de transtornos de ansiedade o efeito colateral é um paradoxo, pois normalmente , no início, aumentam as sensações ruins ao invés de apresentar melhora. Entretanto com a continuidade do tratamento o efeito desagradável desaparece e o efeito terapêutico vem à tona, cerca de 14 a 21 dias. O rivotril é um medicamento que só é paliativo no caso dos transtornos de ansiedade, ou seja, trata somente os sintomas, sem tratar a doença. Se o seu médico precreveu ambos, no início do tratamento é comum os pacientes necessitarem de um ansiolítico, como o rivotril, para tolerar assim os efeitos colaterais dos antidepressivos.Informe ao seu médico se os efeitos colaterais iniciais da fluoxetina forem intoleráveis, entretanto não interrompa o tratamento sem o conhecimento dele. Att.

  • 55
  • 93
  • 184
Dra. Camila Passos de Souza Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

Curitiba

Ver as 3 respostas

Em uma colher de sopa diluir as cinco gotas diluído em água ou chá.

  • 106
  • 308
  • 228
Dr. Douglas Motta Calderoni Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

São Paulo

Ver as 3 respostas

O Rivotril em gotas tem uma diluição de 2,5mg/ml. Portanto, para tomar 0,25mg basta ingerir duas gotas da medicação. Atenciosamente, Fernando Meneguini

  • 44
  • 27
  • 114
Dr. Fernando Meneguini Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

Uberlândia

Marcar consulta

Ver as 3 respostas

O popularmente chamado distúrbio neurovegetativo é um tipo de Transtorno de Somatização, em que sintomas físicos tem como origem alterações emocionais. O diagnóstico é feito após afastar possíveis causas orgânicas compatíveis com os sintomas. O uso de benzodiazepínicos como o Rivotril (cujo princípio ativo é o clonazepam) tem papel sintomático, aliviando momentaneamente o sofrimento. Na maior parte dos distúrbios neurovegetativos o tratamento de escolha é a psicoterapia, tendo as medicações um papel secundário. Por isso recomendo que busque um profissional capacitado em psicoterapia. Além disso, se pretende engravidar, é recomendado evitar o uso de Rivotril no início e no fim da gestação. Respeitosamente,

  • 208
  • 563
  • 2070
Dr. Fábio José Pereira da Silva Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

São Paulo

Marcar consulta

Ver as 3 respostas

Pode afetar sim. Att.

  • 921
  • 1464
  • 1491
Dr. Hugo Leonardo Rodrigues Soares

Psiquiatra

Ver as 3 respostas

Perguntas relacionadas

Outras perguntas respondidas por especialistas da Doctoralia:

Tem perguntas sobre Rivotril?

Nossos especialistas responderam 249 perguntas sobre Rivotril.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional da saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.