Tem perguntas sobre Rivotril?

  • Pergunte gratuitamente a milhares de especialistas registrados em Doctoralia.
  • Os profissionais especialistas em Rivotril receberão sua pergunta e responderão.

A sua pergunta se publicará de forma anônima.

Perguntas sobre Rivotril

    • 43
    • Perguntas
    • 72
    • Respostas
    • 17
    • Especialistas de acordo
    • 91
    • Pacientes agradecidos
rivotril afeta a memoria?

Resposta mais relevante:

De que forma deve-se fazer o desmame do medicamento Rivotril?

Resposta mais relevante:

Quais outros medicamentos, para além do Rivotril, indicados para pânico?

Resposta mais relevante:

  • Dr. Murilo Ferreira Caetano
    Dr. Murilo Ferreira Caetano
    Psiquiatra
    Goiânia
    • 5
    • 4
    • 7
  • Alguns inibidores seletivos de recaptação de serotonina (como paroxetina, sertralina) ,alguns inibidores de recaptação de serotonina e noradrenalina (como venlafaxina) alguns tricíclicos (como clomipramina e imipramina) e alguns benzodiazepínicos (como alprazolam).

Rivotril pode causar efeitos secundarios?

Resposta mais relevante:

  • Dr. Douglas Motta Calderoni
    Dr. Douglas Motta Calderoni
    Psiquiatra
    São Paulo
    • 54
    • 235
    • 74
  • Sim. Rivotril assim como outros benzodiazepnícos como diazepam, alprazoam e outros, pode causar tolerância e dependência. Ou seja o organsmo se acostuma com medicação e vai tornando cada vez mais dependente e de doses maiores.
    O uso prolongado destas medicações é associado a perda de memória e dificuldades com as funções cognitivas.
    Trata-se de uma medicação muito útil para aliviar alguns sintomas, porém deve ser usada preferencialmente em conjunto com outra medicação que terá uma função não apenas de aliviar sintomas, mas também de tratamento, ou por um curto período de tempo. Mas sempre com acompanhamento médico.

    • 1 especialista está de acordo
    • Dr. Hugo Leonardo Rodrigues Soares
Rivotril é bom para quem tem sindróme do pânico?

Resposta mais relevante:

  • Geilson Lima Santana Junior
    Geilson Lima Santana Junior
    Psiquiatra
    São Paulo
    • 8
    • 11
    • 5
  • O tratamento padrão para transtorno de pânico é feito com antidepressivos, principalmente os inibidores da recaptação da serotonina. Entretanto, esses medicamentos demoram alguns dias para fazer efeito - mas são eles que irão manter o paciente bem a médio e longo prazo.
    Por conta dessa latência inicial, muitas vezes associamos algum benzodiazepínico nos primeiros dias. Os "calmantes" (como o Rivotril) têm um efeito mais rápido e trazem um alívio momentâneo, mas não tratam o problema de base e não devem ser usados por muito tempo.
    Uma analogia que podemos fazer é com a amidalite bacteriana. O analgésico traz um efeito imediato, mas quem trata de fato a infecção é o antibiótico. Mecanismo semelhante acontece no pânico.
    É importante também verificar os fatores psicológicos e sociais associados ao quadro, e muitas vezes recomendamos psicoterapia.
    Sugiro consultar o seu psiquiatra para uma avaliação abrangente e a prescrição de um tratamento apropriado.

    • 1 especialista está de acordo
    • Dra. Camila Kessler
Tomo clonazepam e tamoxifeno faz mal?

Resposta mais relevante:

  • Dra. Vivian Machado
    Dra. Vivian Machado
    Psiquiatra
    Rio de Janeiro
    • 19
    • 24
    • 11
  • Todas as medicações tem potencial benéfico ou maléfico dependendo de como são usadas. Não encontrei interações importantes entre os dois medicamentos perguntados mas é importante que os dois sejam usados com conhecimento do médico e nas doses que o mesmo prescreveu. Caso você perceba efeitos colaterais com o uso, informe imediatamente, solicitando como deve proceder com as medicações.

    • 1 especialista está de acordo
    • Dr. Hugo Leonardo Rodrigues Soares
Rivotril e carbamazepina se combinam?

Resposta mais relevante:

  • Dra. Camila Passos de Souza
    Dra. Camila Passos de Souza
    Psiquiatra
    Curitiba
    • 9
    • 11
    • 7
  • Sim, os dois medicamentos podem ser usados concomitantemente, porém os medicamentos precisam ser indicados por um médico. Tudo depende da avaliação de um médico especialista para saber se há a indicação de usar os dois medicamentos. Atenciosamente.

    • 1 especialista está de acordo
    • Dr. Hugo Leonardo Rodrigues Soares
Posso substituir clonazepam 0,5 por diazepam 5mg?

Resposta mais relevante:

  • Dr. Hugo Leonardo Rodrigues Soares
    Dr. Hugo Leonardo Rodrigues Soares
    Psiquiatra
    • 899
    • 1.158
    • 285
  • Nâo, não deve, já que são substâncias diferentes.

    Você só pode substituir se tiver supervisão médica.

    Atenciosamente.

    • 1 especialista está de acordo
    •  Carlos Alberto Iglesias Salgado
Rivotril e Depakene se combinam?

Resposta mais relevante:

  • Carlos Alberto Iglesias Salgado
    Carlos Alberto Iglesias Salgado
    Psiquiatra
    Porto Alegre
    • 3
    • 1
    • 0
  • Clonazepam (Rivotril) e Acido Valpróico (Depakene) podem eventualmente ser combinados por indicação neurológica. Em Psiquiatria, o uso adequado do clonazepam é bastante restrito e, em geral, transitório. Existe risco de desenvolvimento de tolerância, aumento de dose e dependência química. Como referência grosseira, um uso eventual e intermitente por quatro semanas não envolve maior risco. Em dependentes químicos de álcool e outras drogas, seu uso é bem mais restrito ainda. O ácido valpróico, além de anticonvulsivo, pode ser usado para controle impulsividade e de variações patológicas do humor.

    • 1 especialista está de acordo
    • Dra. Camila Kessler
Quanto tempo dura o efeito de um comprimido de rivotril?

Resposta mais relevante:

  • Dr. Igor Silvestre Bruscky
    Dr. Igor Silvestre Bruscky
    Neurologista
    Recife
    • 127
    • 14
    • 42
  • O tempo de efeito da medicação depende de vários fatores, como tempo de uso e resposta individual.

    • 1 especialista está de acordo
    • Dr. Hugo Leonardo Rodrigues Soares

Perguntas relacionadas

Outras perguntas respondidas por especialistas da Doctoralia: