Para que serve Teolong

Contra-Indicações de Teolong
Intolerância à Teofilina.


Princípios ativos Teolong

Composição
Cápsula: Cada cápsula contém: Teolong 100 Teolong 200 Teolong 300 Teofilina de liberação programada 100 mg 200 mg 300 mg Xarope: cada 15 ml (3 colheres - medidas) contém: Teofilina....................100 mg INFORMAÇÃO AO PACIENTE: Conservar a cápsula em lugar fresco, ao abrigo da luz e umidade e o xarope em lugar fresco, ao abrigo da luz. O prazo de validade do produto é de 36 meses, a contar da data de sua fabricação. NÃO USE MEDICAMENTOS COM O PRAZO DE VALIDADE VENCIDO. Assim como qualquer medicamento Teolong sé deve ser usado durante o primeiro trimestre de gravidez, sob orientação e cuidados médicos. A ocorrência de gestação durante a amamentação deve ser comunicada imediatamente ao médico. O uso do produto durante a amamentação deve ser feito somente sob orientação e cuidados médicos. O produto deve ser administrado de acordo com a orientação dada pelo médico e somente ele poderá recomendar a sua interrupção. No caso de surgirem reações desagradáveis, tais como náusea, vômito, diarréia, cafaléia, irritabilidade, insônia e palpitações, o médico deve ser imediatamente comunicado. TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS. Não se deve ingerir bebidas alcoólicas durante o uso de Teolong. NÃO TOME REMÉDIOS SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO. PODE SER PERIGOSO PARA SUA SAÚDE. INFORMAÇÃO TÉCNICA: Teolong contém como princípio ativo a teofilina, um pó branco, cristalino, sem odor e com sabor amargo, quimicamente a 1,3 dimetilxantina, um alcalóide xantínico de diversas ações, tais como: Ação broncodilatadora: A Teofilina e seus derivados são essencialmente utilizados devido à sua ação relaxante da musculatura lisa brônquica. Esta ação broncodilatadora é mais importante quando o brônquio esta contraído, parecendo não atuar sobre o brônquio normal. Ação protetora do mastócito: Embora a ação sobre a musculatura lisa brônquica seja conhecida há vários anos, descobriu-se recentemente que a teofilina exerce uma ação protetora parcial do mastócito no decorrer de reações de hipersensibilidade anafilática: ela inibi a desgranulação do mastócito e reduz a quantidade de mediadores liberados, particularmente a histamina. Ação sobre a resistência arterial pulmonar: A Teofilina diminui a resistência arterial pulmonar anormalmente elevada, o que, associado à ação broncodilatadora, contribui para melhorar a competência pulmonar. Ação analéptica respiratória: A Teofilina teria uma ação direta sobre a respiração através de uma estimulação do sistema nervoso central. Ela acelera a freqüência respiratória. Entretanto, o mecanismo desta ação ainda não está totalmente esclarecido. A Teofilina atua diretamente no ciclo energético da musculatura brônquica através da inibição da enzima fosfodiesterase, o que resulta no acúmulo do amp cíclico (adenosina 3,5 monosfosfato). a elevação das taxas de amp cíclico determina, provavelmente, uma redução do influxo intracelular do íon cálcio. através desta redução ocorre uma diminuição da atividade da atpase; consequentemente, a energia responsável pela contração da célula muscular, então, relaxa. o mesmo mecanismo também implica na redução da atividade dos mastócitos. Esse modo de ação também explica a eficácia da Teofilina tanto em casos agudos quanto na profilaxia de recidivas. Outras reações possíveis: modificações dos efeitos dos mediadores do sistema nervoso autônomo; efeitos sobre eventuais receptores purinérgicos; interação com as prostaglandinas. Indicações principais: bronquites em geral, enfisema e dispnéias de origem obstrutiva patologias que se acompanhem de broncoespasmo e insuficiência cardíaca congestiva asma brônquica e suas manifestações. Indicações Complementares: diurético: nas doenças cardíacas e renais e suas conseqüências (edemas, uremias), eclâmpsia. dilatador das artérias coronárias nas doenças do coração de origem arterioscleróticas. angina do peito, asma cardíaca. antiespasmódico: nos acidentes cerebrais angioespásticos, nos estados vasoespásticos periféricos.


Considerações Teolong

Como Usar (Posologia)
Cápsula: 3 a 6 anos TEOLONG 100 mg - 1 cápsula 2 vezes ao dia. 6 a 12 anos TEOLONG 200 mg - 1 cápsula 2 vezes ao dia. Adultos TEOLONG 300 mg - 1 cápsula 2 vezes ao dia. Para crianças e pessoas com dificuldade de deglutição de cápsulas, recomenda-se abrir a cápsula e colocar os microgrânulos em uma colher contendo algum alimento pastoso sem prejuízo de sua ação prolongada. Segundo Goodman & Gilman, "a terapia broncodilatadora crônica, obtida por meio da administração oral de teofilina, também deve ser individualizada. Baseado nos valores do clearance plasmático da teofilina, uma concentração média de 10 microgramas por mililitro pode ser obtida com doses de 9 a 10 mg/kg nos adultos não fumantes e de 23 mg/kg em crianças abaixo de 12 anos. Entretanto, devido à grande variação individual nos índices do clearance, a posologia diária individual não deve exceder a 6 mg/kg nos adultos não fumantes e a 13 mg/kg nas crianças abaixo de 12 anos. Os fumantes e as crianças poderão necessitar de doses mais freqüentes, como seja de 8 em 8 horas. Como na prática clínica nem sempre é possível fazer-se a determinação dos níveis séricos, é recomendável iniciar-se o tratamento com posologias menores e, se necessário, aumentar a cada três dias cerca de 25% da dose inicial. Xarope: Adultos: Dose inicial: 60 ml (dose única) Manutenção: 30 ml - 3 a 4 vezes ao dia Em média, 1 colher de sopa = 15 ml (farm. bras.) Crianças: Dose inicial: 5 mg/kg do peso corporal (dose única) Manutenção: 1 a 9 anos - 4 mg/kg do peso corporal, quatro vezes ao dia 9 a 16 anos - 3 mg/kg do peso corporal, quatro vezes ao dia. Administração para crianças menores de 1 ano, a critério médico.


Interações Medicamentosas
Teolong não deve ser administrado com outros derivados xantínicos, pois pode ocorrer potencialização dos efeitos e das reações adversas. O metabolismo da teofilina pode também ser diminuído pelo uso concomitante de cimetidina, propranolol, alopurinol e antibióticos macrolídeos (aritromicina, troleandomicina, etc.), aumentando conseqüentemente os níveis séricos. A fenitoína e os barbitúricos aumentam o "clearance" da Teofilina. Ocorre um aumento da diurese ministrado junto com furosemida. Junto com a reserpina, pode desencadear taquicardia.


Laboratório
Knoll Prods. Químs. e Farms. Ltda.
Remédios da mesma Classe Terapêutica Aero-clenil, Aero-ped, Aerojet, Aerolin, Aerotide
Remédios que contém o mesmo Princípio Ativo Filinasma, Franol, Teoston


Precauções
Uso na gravidez: Devido à passagem da teofilina através da barreira feto-placentária, muito embora não haja relato de efeitos adversos para o desenvolvimento fetal, teolong só deve ser administrado às gestantes se efetivamente necessário, devendo ser evitado durante o primeiro trimestre de gravidez. Uso na lactação: Devido a Teofilina se distribuir rapidamente no leite materno e poder determinar reações adversas no lactente, é recomendável controle clínico quando teolong for administrado durante o período de amamentação. Outros: Em pacientes com insuficiência hepática e/ou renal, deve-se monitorar o nível sangüíneo da teofilina, devido à redução da sua capacidade de eliminação. em pacientes com gota, úlcera gástrica, hipertensão e doenças cardíacas graves, deve-se avaliar a relação risco/benefício. Controle clínico para: insuficiência cardíaca, coronária ou hepática hipertireoidismo antecedentes convulsivos úlcera gastroduodenal em evolução tratamentos anteriores em curso, principalmente por troleandomicina, eritromicina ou cimetidina


Superdosagem
Os primeiros sinais de superdosagem são geralmente náuseas, vômito ou fadiga. Para estes efeitos adversos leves, deve-se interromper o tratamento por pouco tempo e reiniciá-lo com doses baixas. a terapêutica sintomatológica poderá ser necessária. Caso ocorram outros sintomas significativos de superdosagem, tais como agitação, confusão mental, taquicardia, hipotensão, hipertermia, mas sem presença de convulsões, recomenda-se induzir ao vômito (lavagem gástrica) e administrar um catartico. Caso o paciente apresente convulsões, deve-se estabelecer a permeabilidade das vias aéreas, administrar oxigênio, tratar as convulsões com diazepam intravenoso - 0,1 a 3 mg/kg até 10 mg e monitorar os sinais vitais, mantendo a pressão arterial e promovendo hidratação adequada.


Efeitos adversos Teolong

Efeitos Colaterais de Teolong
De um modo geral, as reações adversas são observadas nos casos de superdosagem quando os níveis séricos de teofilina estão acima de 20 msg/ml e podem significar os primeiros sinais de doses muito elevadas. foram relatadas as seguintes reações adversas: gastrintestinais: náusea, vômito, dor epigástrica, hematemese, diarréia. s.n.c.: cafaléia, irritabilidade, excitação, insônia, convulsões. cardiovasculares: palpitação, taquicardia, extra-sistolia, hipertensão, arritmias ventriculares. respiratórias: taquipnéia. renais: albuminúria, potencialização da diurese. outros: "rash" cutâneo, hiperglicemia.


Tem perguntas sobre Teolong?

  • Pergunte gratuitamente a milhares de especialistas registrados em Doctoralia.
  • Os profissionais especialistas em Teolong receberão sua pergunta e responderão.

A sua pergunta se publicará de forma anônima.

Últimas mensagens no fórum Teolong

Não há temas neste fórum. Seja o primeiro!

Gostaria de compartir com outros usuários alguma experiência relacionada com Teolong? Visite fórum de Teolong ou inicie um novo tema
Especialistas relacionados: Pneumologistas