Respostas de Dr. Pedro Almeida - Psiquiatra Niterói

17 Respostas

28 Especialistas de acordo

27 Pacientes agradecidos

Dr. Pedro Almeida está respondendo perguntas que os usuários enviam à Doctoralia.
Descubra mais

As perguntas se enviam das páginas sobre doenças, exames médicos ou medicamentos.

Todos os especialistas da Doctoralia podem responder as perguntas que enviam os usuários.

Não é possível fazer uma pergunta a um médico em concreto.

Olá,

Não há publicações nos principais jornais científicos que relacionem Síndrome de Asperger com Síndrome de Goldenhar ou tetralogia de Fallot. Entretanto, ambas condições que afetaram sua filha tem fatores genéticos, não relacionados a Asperger, que podem propiciar o seu aparecimento. A melhor conduta seria uma consulta ao geneticista para que ele possa avaliar você e sua companheira. Assim terão uma orientação precisa quanto aos riscos e o que pode ser feito para amenizá-los.

Espero haver ajudado.

Grande abraço!

Dr. Pedro Almeida

Dr. Pedro Almeida

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

Niterói

Olá,
Os sintomas que você descreve, apesar de demonstrarem parte do seu sofrimento não são suficientes para caracterizar um síndrome ou dar um diagnóstico. Patologias diversas - de ansiosas a psicóticas - podem se apresentar dessa maneira. A depender de sua idade, sua história pessoal e outros sintomas associados que uma boa entrevista clínica pode encontrar, um diagnóstico poderá ser feito e um tratamento definido. Marque uma consulta com Profissional da Saúde Mental para que possa receber ajuda adequada.
Grande abraço!

Dr. Pedro Almeida

Dr. Pedro Almeida

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

Niterói

Olá! Meu caro, o mais provável é que seus medos advenham muito mais de seu estado ansioso do que de sinais ou sintomas reais de que você tenha de fato algum dano cerebral. Você pergunta se deve ir ao Neurologista ou ao Psiquiatra. Veja bem, um bom exame do estado mental realizado pelo psiquiatra e a solicitação dos habituais exames de rotina podem descartar ou confirmar um dano cerebral. Se o dano cerebral for confirmado, com certeza seu Psiquiatra lhe encaminhará a um neurologista para avaliação conjunta. O contrário também é verdadeiro, um neurologista, ao perceber que não há dano lhe encaminhará ao psiquiatra. Em suma, comece pelo psiquiatra. Grande abraço!

Dr. Pedro Almeida

Dr. Pedro Almeida

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

Niterói

Olá! Acredito que sua avó utilize mais medicamentos além desses dois que você citou. Nem sempre a alteração do sono é corrigida apenas com medicações "para dormir". Muitas vezes é preciso ter uma visão mais global das alterações que o paciente apresenta, tanto psiquiátricas como clínicas. Se essa piora na duração do sono é algo agudo (que piorou rapidamente) é essencial realizar uma minuciosa avaliação clínica pois diversas alterações como hidratação, infecções e nutrição podem levar os idosos a um quadro conhecido como Delirium. Se a questão do sono é preciso revisar as medicações com seu psiquiatra, existem diversas alternativas em varias classes medicamentosaas que podem resolver o quadro. Qualquer dúvida entre em contato. Grande abraço.

Dr. Pedro Almeida

Dr. Pedro Almeida

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

Niterói

Olá! Apesar de as duas medicações atuarem de maneira muito semelhantes pois o Lexapro é uma partícula que também está presente no citalopram, recomenda-se que a transição seja feita de maneira gradual e simultânea. Ou seja, enquanto diminui a dose do Lexapro, aumenta a dose do Citalopram. Essas modificações medicamentosas devem sempre ser acompanhadas por profissional capacitado como o psiquiatra. Qualquer dúvida entre em contato. Grande abraço!

  • Obrigado 4
  • 1 especialista está de acordo
Dr. Pedro Almeida

Dr. Pedro Almeida

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

Niterói

Olá, a "Síndrome do pensamento acelerado" não é reconhecida ainda pelos manuais diagnósticos normalmente utilizados na psiquiatria como o CID-X (Código Internacional de Doenças) e o DSM-5 (Diagnostic and Statistical manual of Mental Dsorders). Entretanto, pelas características descritas como pertencentes a essa condição, podemos enquadrá-la nos Transtornos da Ansiedade. Com certeza há tratamento que envolve uma série de mudanças comportamentais, abordagem psicoterapêutica e avaliação psiquiátrica.

Caso reste alguma dúvida, não hesite em entrar em contato.

Grande abraço!

  • Obrigado 2
  • 1 especialista está de acordo
Dr. Pedro Almeida

Dr. Pedro Almeida

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

Niterói

Olá,

O exame para detectar HIV possui diversos fatores que podem levar a um resultado falso-positivo. Entre as causas esá por exemplo vacinação para a Hepatite B, que faz parte de nosso calendário vacinal brasileiro.

Medicações da classe a qual pertence o Rivotril, os benzodaizepínicos, não influenciam o resultado dos teste de HIV. Por outro lado, se você estiver em uso de medicações para tratavento de HIV, como o Efavirenz, e fizer um teste toxicológico para detectar uso de benzodiazepínicos, esse teste pode dar falso-positivo.

Espero haver sanado a dúvida.

Grande abraço.

  • Obrigado 2
  • 1 especialista está de acordo
Dr. Pedro Almeida

Dr. Pedro Almeida

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

Niterói

Olá! O Neuleptil é um medicamento da classe dos antipsicóticos, por vezes é utilizado para ajudar no sono pois tem como efeito colateral uma sedação importante. Porém não deve ser utilizado em hipótese alguma sem o acompanhamento médico. Esse medicamento alcança a concentração máxima de 1 a 4 horas após a ingesta e, portanto, deve ser quando o maior efeito sedativo acontecerá. Qualquer dúvida entre em contato e não tome medicações por conta própria. Grande abraço!

  • Obrigado 0
  • 1 especialista está de acordo
Dr. Pedro Almeida

Dr. Pedro Almeida

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

Niterói

Olá! Existem três tipos de testes toxicológicos. 1- O Exame de Urina que detecta o Rivotril (utilizado em dose terapêutica não abusiva) até aproximadamente 3 dias depois do último uso. 2- O Exame de sangue que detecta apenas substâncias utilizadas nas últimas horas e são utilizados em centros especializados como avaliação de pilotos de aeronaves após aciedentes. 3- O Teste do Cabelo pode detectar o uso de Rivotril, o cabelo cresce em média 1 cm por mês, então para cada centímetro que seu cabelo tem 1 mês a mais poderá ser avaliado. Qualuqer dúvida entre em contato. Grande abraço!

Dr. Pedro Almeida

Dr. Pedro Almeida

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

Niterói

Olá! Tenha uma boa relação com seu medico e leve essas dúvidas a ele. A confiança no seu médico é parte importante do tratamento. O Inderal é um dos medicamentos mais utilizados na prevenção das crises de enxaqueca. Quando a avaliação médica conclui que as crises são tão frequentes que é melhor evitá-las do que tratá-las depois, opta-se por medicações preventivas. O médico cuida de você, para isso você precisa confiar a ele suas dúvidas e inseguranças. Qualquer dúvida entre em contato. Grande abraço!

Dr. Pedro Almeida

Dr. Pedro Almeida

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

Niterói

Olá,

O Alginac é uma mistura de 3 vitaminas (B1, B6 e B12) - que não tem interação medicamentosa com o Depakote - e diclofenaco de sódio que em associação ao Depakote e dependendo da dose pode causar diminuição da concentração de sódio no sangue. Quando essa concentração fica abaixo de 115mEq/L podem ocorrer convulsões. Ou seja, o uso dos dois medicamentos de maneira concomitante não é contraindicado mas demanda atenção aos níveis séricos de sódio.

Caso reste alguma dúvida, não hesite em entrar em contato.

Grande abraço!

Dr. Pedro Almeida

Dr. Pedro Almeida

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

Niterói

Olá! O Deprax é a fluoxetina e o Esc é o escitalopram, ambos são da mesma classe de medicamentos mas não são a mesma "coisa" nem são intercambiáveis sem o devido acompanhamento do seu médico. Qualquer dúvida entre em contato. Grande abraço!

Dr. Pedro Almeida

Dr. Pedro Almeida

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

Niterói

Olá! Converse com seu médico, essa associação é possível mas deve ser monitorada de perto. A clortalidona (presente no Angipress) em associação com o Lexapro pode levar a efeitos colaterais importantes e talvez deva ser reavaliada. Qualquer dúvida entre em contato. Grande abraço!

Dr. Pedro Almeida

Dr. Pedro Almeida

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

Niterói

Olá! Se a perda da libido aconteceu apenas após o inicio do tratamento com o Pondera e pode ser claramente ligada ao uso do medicamento, a suspensão dele deve levar a melhora da libido em torno de uma semana. Agora, se a diminuição da libido fazia parte da condição que levou você a iniciar o tratamento com Pondera e foi um dos sintomas que não melhorou, então o uso de algum fármaco facilitador pode ser necessário. Nesse caso procure o psiquiatra e compartilhe os detalhes do que aconteceu. Qualquer dúvida entre em contato. Grande abraço!

Dr. Pedro Almeida

Dr. Pedro Almeida

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

Niterói

Olá,

O Inderal, nome comercial da substancia "cloridrato de propanolol" não tem em sua bula relato de qualquer efeito colateral relacionado ao aumento do volume urinário, tampouco outro paciente queixou-se desse sintoma em meu consultório com o uso do Inderal. Seria preciso avaliar as outras medicações que você está utilizando e investigar outras causar clínicas que podem levar ao aumento do débito urinário.

Procure seu médico e converse com ele sobre esse sintoma.

Caso reste alguma dúvida, não hesite em entrar em contato.

Grande abraço!

Dr. Pedro Almeida

Dr. Pedro Almeida

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

Niterói

Olá,

Quando se fala em dependência deve-se especificar de que tipo estamos falando. De maneira simples podemos falar em duas dependências relacionadas ao uso de Olcadil (e outros medicamentos pertencentes a mesma classe - os benzodiazepínicos).
A primeira é a dependência psicológica que está ligada a sensação de prazer e recompensa que o uso da medicação proporciona. Quanto a essa, se não houver abuso além da prescrição médica de 1mg por dia geralmente não há qualquer dificuldade em cessar o uso da medicação.
A segunda é a dependência química que a droga gera e que na sua retirada, quando feita de maneira abrupta, pode causar sintomas de abstinência. Se levarmos em consideração que você está utilizando uma dose baixa e que está em acompanhamento médico, não haverá dificuldade em cessar o uso da medicação de maneira gradual e sem sintomas adversos.

Caso reste alguam dúvida, não hesite em entrar em contato.

Grande abraço!

Dr. Pedro Almeida

Dr. Pedro Almeida

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

Niterói

Olá, as três medicações podem ser utilizadas juntas mas é preciso estar atento a duas questões: Primeiro, a associação de Fenobarbital com Depakote ER pode levar a diminuição dos níveis de Depakote e portanto de sua eficácia; assim, deve-se avaliar com cuidado se não seria melhor suspender uma das duas medicações. Segundo, os três medicamentos levam a depressão do sistema nervoso central que a depender da dose utilizada de cada um pode levar à perda da consciência e outras consequências mais graves. Espero haver sanado sua dúvida. Grande abraço.

Dr. Pedro Almeida

Dr. Pedro Almeida

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

Niterói

Voltar para Dr. Pedro Almeida

Respostas de Dr. Pedro Almeida - Psiquiatra Niterói