Rafael Barreto Campos

Rafael Barreto Campos

Psicólogo

Especialista em: Psicologia Clínica, Psicologia Junguiana, Dependências, Problemas de Relacionamento

Número de Identificação Profissional: 06/127373

Marcação de consultas

Endereço do consultório

Rua Maranhão, 620, cj 71 (Travessa da Avenida Angélica) 01240-000 Higienópolis São Paulo

Que dia e hora estão bem para você?

Consultório

Ampliar
1

Opiniões para Rafael Barreto Campos

5

Baseado em 5 opiniões

Pontualidade

Atenção

Instalações

Você foi atendido/a por Rafael Barreto Campos?

Opinar

O melhor: "Rafael foi muito profissional, está me ajudando bastante a pensar nos meus problemas. Recomendo a todos que estiverem buscando um psicólogo."

Poderia melhorar: "Nada, fiquei satisfeito com tudo."

Motivo da visita: Ansiedade

Paciente que marcou consulta com Rafael Barreto Campos em Rua Maranhão, 620, cj 71 (Travessa da Avenida Angélica)

Rafael Barreto Campos respondeu a esta opinião

Obrigado pela opinião!

O melhor: "Rafael atende a minha filha com muito zelo. Vejo mudanças positivas em pouco tempo de atendimento. Profissional em que confio e recomendo."

Poderia melhorar: "nada, tudo ótimo. Recomendo"

Motivo da visita: Dependência Química

Aristeu Z. marcou consulta com Rafael Barreto Campos em Rua Maranhão, 620, cj 71 (Travessa da Avenida Angélica)

Rafael Barreto Campos respondeu a esta opinião

Obrigado pelo retorno.

O melhor: "Muito atencioso e receptivo, me senti realmente ouvida. Ambiente muito gostoso, apesar de ser em um prédio."

Poderia melhorar: "Poderia atender diretamente pelo convênio, mas depois fui informada que conseguirei reembolso das sessões pelo meu."

Motivo da visita: Ansiedade

Fernanda N. marcou consulta com Rafael Barreto Campos em Rua Maranhão, 620, cj 71 (Travessa da Avenida Angélica)

Rafael Barreto Campos respondeu a esta opinião

Muito obrigado pelo retorno.

O melhor: "Rafael foi muito atencioso e profissional, me senti acolhida e foi possível conversar sobre minhas questões de uma maneira muito confortável. Nunca tinha passado por consulta psicológica e fui surpreendida positivamente, com certeza darei continuidade ao tratamento."

Poderia melhorar: "Rafael poderia aceitar convênios médicos (porém, foi possível reembolso de uma porcentagem do valor com o meu convênio)."

Motivo da visita: Problemas no relacionamento

Paciente que marcou consulta com Rafael Barreto Campos em Rua Maranhão, 620, cj 71 (Travessa da Avenida Angélica)

Rafael Barreto Campos respondeu a esta opinião

Muito obrigado pelo retorno!

Ver as 5 opiniões sobre Rafael Barreto Campos

Experiência

Formação

  • Intercâmbio (um semestre de Graduação em Psicologia)University of Groningen, Holanda2014
  • PsicologiaUSP2015
  • Aperfeiçoamento na Clínica das DependênciasInstituto Sedes Sapientiae2016
  • Curso de Expansão Cultural: Introdução à Clínica Junguiana do Psicodiagnóstico à Intervenção ClínicaSedes Sapientiae2016
  • Pós-Graduação em Psicologia JunguianaInstituto Junguiano de Ensino e Pesquisa2017

Sobre mim

Número de Identificação Profissional: 06/127373

Psicólogo graduado pela USP. Atuação em psicologa clínica desde a graduação. Aperfeiçoamento também na clinica das dependências. 

Ofereço atendimento psicológico individual de orientação analítica, com a proposta de acompanhar o paciente no processo de compreensão de suas questões para que seja possível que dê novos significados para suas experiências. Voltado tanto para aqueles que buscam autoconhecimento e desenvolvimento pessoal, quanto para aqueles que desejam tratar de questões como: ansiedade, depressões, angústias, conflitos nos relacionamentos, estresse, dependências, compulsões, ou quaisquer outras vivências que estejam causando sofrimento.

Atendimento à adolescentes e adultos. Inicialmente é agendada uma entrevista, na qual será avaliado o caso para que seja feita uma proposta de projeto terapêutico individual.

Experiência em

Idiomas

  • Português
  • Inglês

Serviços

  • Preço
    Preços aproximados para pacientes particulares (sem plano de saúde).

Artigos escritos por Rafael Barreto Campos

Tratamento Adicção

Os tratamentos mais bem sucedidos das adicções costumam envolver diversos profissionais (psicólogos, médicos, terapeutas ocupacionais, entre outros). A respeito da dimensão psicológica desse tratamento, sua intenção é a de compreender o espaço que a adicção ocupa na vida do sujeito, investigando os significados subjacentes a esse comportamento para aquele indivíduo especificamente. A ideia é que essa compreensão possa modificar a relação que o sujeito mantém com o objeto de sua adicção.

Psicoterapia

Consiste em um processo de médio a longo prazo que visa acompanhar o paciente na compreensão de suas questões para que seja possível que dê novos significados para suas experiências. Voltado tanto para aqueles que buscam autoconhecimento e desenvolvimento pessoal, quanto para aqueles que desejam tratar de questões como: ansiedade, depressões, angústias, conflitos nos relacionamentos, estresse, dependências, compulsões, ou quaisquer outras vivências que estejam causando sofrimento. Importante saber que existem psicoterapias de diversas abordagens teóricas diferentes, com modos diferentes de olhar o sofrimento e direcionar os tratamentos.

Respostas de Rafael Barreto Campos

3 Respostas

1 Especialistas de acordo

0 Pacientes agradecidos

Rafael Barreto Campos está respondendo perguntas que os usuários enviam à Doctoralia.
Descubra mais

As perguntas se enviam das páginas sobre doenças, exames médicos ou medicamentos.

Todos os especialistas da Doctoralia podem responder as perguntas que enviam os usuários.

Não é possível fazer uma pergunta a um médico em concreto.

Olá, as compulsões podem ser observadas enquanto sintoma e não como o problema em si, dessa forma o processo terapêutico pode ajudar a entrar em contato com as questões que desencadeiam tais sintomas. Esse é um processo de médio a longo prazo, para que o paciente possa se sustentar nesse processo é indicado um trabalho multidisciplinar, que envolve além do psicólogo, também nutricionistas e médicos. Em relação a sua preocupação com os medicamentos, deve-se conversar sobre isso com os profissionais. Por fim, acredito que se a causa do sintoma for trabalhada em terapia não haverá substituição da compulsão alimentar pela compulsão por medicamentos.

  • Obrigado 0
  • 1 especialista está de acordo
Rafael Barreto Campos

Rafael Barreto Campos

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicólogo

São Paulo

Olá, nesse caso indicaria um processo de psicoterapia que poderá ajudá-la a compreender os sentidos desses sentimentos e comportamentos na sua vida e aliviar esse sofrimento que relata. É bom estar ciente de que seria um processo de médio a longo prazo com a intenção de provocar mudanças e ampliar a autopercepção e percepção do mundo.

Rafael Barreto Campos

Rafael Barreto Campos

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicólogo

São Paulo

Olá! Lendo seu relato pensei que seria bem importante tentar entender junto do seu filho qual o significado desses jogos para ele, o que será que ele encontra nessa experiência que a torna tão mais atraente que todas as outras? Além disso, é interessante pensar se esse espaço para ele tem uma função de socialização (onde pode conversar com amigos e trocar experiências) ou de fuga da realidade. Essas e outras questões podem ser analisadas e aprofundadas com a ajuda de um psicólogo.

Rafael Barreto Campos

Rafael Barreto Campos

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicólogo

São Paulo

Fotos

{0}{1}