Dr. João Odilo Gonçalves Pinto

Dr. João Odilo Gonçalves Pinto

Cirurgião do aparelho digestivo

Experiência em: Cirurgia Abdominal, Cirurgia da Obesidade Mórbida, Cirurgia Esofagogástrica

Número de Identificação Profissional: 8510

Marcação de consultas

1

Em qual consultório você quer ser atendido?

2

Que dia e hora estão bem para você?

Consultório

1
2

Opiniões para Dr. João Odilo Gonçalves Pinto

5

Baseado em 4 opiniões

Pontualidade

Atenção

Instalações

Você foi atendido/a por Dr. João Odilo Gonçalves Pinto?

Opinar

O melhor: "Atencioso, um ótimo profissional"

Motivo da visita: consulta

Kétcia M. marcou consulta com Dr. João Odilo Gonçalves Pinto em Clínica Gastrosul

Marcou consulta na Doctoralia

Dr. João Odilo Gonçalves Pinto respondeu a esta opinião

Muito obrigado. É um privilégio poder servir e ajudar.

O melhor: "Super atencioso, gentil e super profissional.
Melhor médico que já me atendeu até hoje.
Super Indico!!!"

Motivo da visita: Colecistectomia Videolaparoscopica

Paciente que marcou consulta com Dr. João Odilo Gonçalves Pinto em Clínica Gastrosul

Dr. João Odilo Gonçalves Pinto respondeu a esta opinião

Muito obrigado pelo elogio, sou feliz de poder ajudar e fico ainda mais estimulado com suas palavras!

O melhor: "Atendimento humanizado.
Ouve as queixas e prontamente responde as dúvidas e questionamentos além de explanar as opções para o tratamento."

Poderia melhorar: "Estimo que o prezado médico continue com a conduta supracitada, oferecendo aos seus pacientes um atendimento de excelência."

Motivo da visita: Suspeita de Pedra na vesícula.

Paciente que marcou consulta com Dr. João Odilo Gonçalves Pinto em Clínica Progastro

Dr. João Odilo Gonçalves Pinto respondeu a esta opinião

Muito obrigado. Sinto-me feliz em poder ajudar o próximo e fico estimulado a seguir meu caminho com seu elogio! Desejo o melhor para sua saude.

O melhor: "Profissional muito humano, passa muita segurança e muito atencioso, tanto que fui pra consulta na terça e ontem quarta já fiz a cirurgia e estou bem."

Maria J. marcou consulta com Dr. João Odilo Gonçalves Pinto em Clínica Progastro

Marcou consulta na Doctoralia

Dr. João Odilo Gonçalves Pinto respondeu a esta opinião

Muito obrigado. Desejo a você um bom retorno a vida plena de saude!

Experiência

Formação

  • Ensino Medio, 1988-1994Colegio Militar de Fortaleza1994
  • Graduacao em MedicinaFaculdade de Medicina da Universidade Federal do Ceara2002
  • Graduação em Medicina, 1996-2002Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Ceara2002
  • Residencia Medica em Cirurgia Geral, 2003-2005Instituto Dr. Jose Frota, Fortaleza-CE2003
  • FFI Chirurgie Digestive et Viscerale, 2006-2007 Hopital Edouard Herriot- Universite Claude-Bernard Lyon12006
  • Serviço de Cirurgia Geral e Digestiva, 2008- atual Hospital Geral de Fortaleza2008
  • Titulo de Especialista em Cirurgia do Aparelho DigestivoColegio Brasileiro de Cirurgia Digestiva2010
  • Professor de Cirurgia de 2010 a 2015Universidade de Fortaleza - Curso de Medicina2010
  • Servico de Cirurgia do Aparelho Digestivo, 2014-atualHospital das Clinicas, Universidade Federal do Ceara2014

Sobre mim

Número de Identificação Profissional: 8510

CIRURGIA DO APARELHO DIGESTIVO
Especialidade médico-cirúrgica que cuida de pessoas acometidas por diversos tipos de disfunções ou doenças na região abdominal e nos órgãos digestivos. Realiza criteriosa avaliação quanto a necessidade de cirurgias e as realiza quando recomendadas. Juntamente com uma equipe multidisciplinar, oferece todo suporte e cuidado aos pacientes durante a preparação e a recuperação das operações. A maioria das cirurgias hoje é por videolaparoscopia, em que uma tecnologia de câmeras e delicados instrumentos são utilizados, evitando cicatrizes mutilantes além melhorar globalmente a recuperação. Alguns dos problemas tratados são: litíase biliar (pedra na vesícula), apendicite, hérnias inguinais, hérnia de hiato, doença do refluxo gastroesofágico, obesidade mórbida, câncer de estômago e esôfago, câncer de cólon, demais tumores do aparelho digestivo incluindo intestino delgado, fígado, pâncreas e vias biliares. Certas doenças necessitam cirurgias de emergência pois podem levar a morte em pouco tempo como apendicite, colecistite (inflamação da vesícula biliar), diverticulite (inflamação do intestino grosso), úlceras perfuradas, hérnias estranguladas, etc. Outras podem aguardar pelo melhor momento como a cirurgia de obesidade, maioria dos casos de hérnia, refluxo e pedra na vesícula. Já aqueles com suspeita de câncer do aparelho digestivo devem realizar a cirurgia com a maior brevidade possível. Os cirurgiões do aparelho digestivo são capazes de evitar a morte de muitas pessoas, de livrar várias outras de grandes males e ainda de melhorar a qualidade de vida de outras tantas. Nada disso, porém, ocorre sem qualquer tipo de risco ou custo. Cirurgias machucam o corpo e podem deixar sequelas. Por isso só devem ser realizadas quando a doença for ameaça ainda maior. O cirurgião precisa ter a confiança do paciente e ambos devem ter uma conversa franca, honesta e serena, cercada de todos os cuidados para que a melhor decisão seja tomada em conjunto.

Experiência em

Idiomas

  • Português
  • Inglês
  • Francês

Webs


Serviços

  • Preço
    Preços aproximados para pacientes particulares (sem plano de saúde).

Artigos escritos por Dr. João Odilo Gonçalves Pinto

Colelitíase

A vesícula biliar é um órgão acessório ao fígado cuja remoção cirúrgica salva muitas vidas diariamente em todo mundo. Com a função primordial de armazenar bile, este órgão pode formar cálculos (pedras) em seu interior. A maioria das pessoas vive normalmente depois da retirada da vesícula biliar, não sendo necessários temores a este respeito. Entretanto, a cirurgia nem sempre é necessária e muitas pessoas podem conviver com os cálculos caso não tenham ainda desenvolvido os sintomas. Por outro lado, dores fortes podem ser o prenuncio de que algo pode dar errado caso a cirurgia não seja realizada a tempo.

Gastroplastia

A obesidade não é uma opção ou escolha das pessoas acometidas. É um problema de saúde, e daqueles que precisam de bastante ajuda para tentar resolver. A obesidade maltrata o corpo, a mente e faz com que se viva menos e pior. Esses são motivos pelos quais as pessoas se arriscam na cirurgia da obesidade. E vale muito a pena. A cirurgia não é o único tratamento, mas quando bem indicada é sem duvidas o mais eficiente e eficaz. Dentre as diversas técnicas existentes as mais realizadas na atualidade são o Bypass Gástrico e a Gastrectomia Vertical (Sleeve). A escolha dependera do perfil de cada paciente. O engajamento na equipe multidisciplinar e fundamental para o sucesso do tratamento.

Veja os 4 artigos escritos por Dr. João Odilo Gonçalves Pinto

Respostas de Dr. João Odilo Gonçalves Pinto

21 Respostas

10 Especialistas de acordo

11 Pacientes agradecidos

Dr. João Odilo Gonçalves Pinto está respondendo perguntas que os usuários enviam à Doctoralia.
Descubra mais

As perguntas se enviam das páginas sobre doenças, exames médicos ou medicamentos.

Todos os especialistas da Doctoralia podem responder as perguntas que enviam os usuários.

Não é possível fazer uma pergunta a um médico em concreto.

Meu caro. Felizmente o estômago não é um órgão vital, e a semelhança de um braço ou uma perna, conseguimos viver sem ele. Apenas retiramos um órgão de alguém, mesmo sendo possível viver sem ele, quando for a única solução para um problema que ameace a própria vida. Deve ter sido o que ocorreu com você. O fato de ser possível viver sem estômago não quer dizer que não haja limitações. Assim como a ausência de um braço ou perna, a perda do estômago impõe mudanças na maneira de se alimentar e receber alimentos. Vomitar e enjoar podem sim continuar ocorrendo, pois na verdade tem relação a sensações originadas nos intestinos em geral. (os intestinos sim são órgãos vitais). A questão mais importante no seu caso reside em saber se o que você sente é parte da adaptação a ausência do estômago, que é plenamente possível, ou se esta havendo algum problema com sua cirurgia ou com a doença que levou a retirada do estômago. Isso deve ser checado. Espero ter ajudado.

Dr. João Odilo Gonçalves Pinto

Dr. João Odilo Gonçalves Pinto

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cirurgião do aparelho digestivo

Fortaleza

Todos que sofrem bastante com a doença do refluxo e decidem em dado momento tentar a cirurgia para seu controle podem passar por sintomas desagradaveis por até vários meses após a cirurgia. Sequelas verdadeiras que levam a decisão de reverter a cirurgia são extremamente raras. Sensação de entalo (disfagia) é o contratempo mais comum. Soluços também podem ocorrer, assim como retenção gasosa, dentre outros. Com o passar do tempo os efeitos colaterais vão se resolvendo. Na maioria das vezes são um preço a pagar bastante aceitável para se conseguir um tão esperado alivio do refluxo e uma liberdade da escravidão das medicações. Boa convalescência.

Dr. João Odilo Gonçalves Pinto

Dr. João Odilo Gonçalves Pinto

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cirurgião do aparelho digestivo

Fortaleza

Bom dia. As hérnias, quaisquer que sejam, são pequenos defeitos na integridade do nosso corpo. Talvez nem merecessem o nome de doença, para então poder se falar em cura. Mas, respondendo sua pergunta, sim, a hérnia de hiato tem uma cura. Quer dizer, ela pode ser corrigida e a partir de então não mais existir. Infelizmente a única maneira para se corrigir a hérnia de hiato é por meio de cirurgia. Felizmente não se trata de problema serio, e a cirurgia para sua correção também não é habitualmente complicada. Na verdade o que se tem que esclarecer é se de fato é necessário operar uma hérnia de hiato. Muitas vezes uma pessoa pode permanecer com a hérnia sem maiores riscos. Quando se recomenda a cirurgia da hérnia de hiato, geralmente, isso se deve a presença concomitante de doença do Refluxo Gastroesofágico. As hérnias de hiato facilitam o refluxo e com frequência são a causa de alguém não conseguir alivio apenas com as medicações. Espero ter ajudado.

Dr. João Odilo Gonçalves Pinto

Dr. João Odilo Gonçalves Pinto

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cirurgião do aparelho digestivo

Fortaleza

Ver as 21 perguntas respondidas por Dr. João Odilo Gonçalves Pinto

Fotos

{0}{1}