Dr. Ricardo Gonzaga

Dr. Ricardo Gonzaga

Psicólogo

Experiência em: Fobias, Problemas de Relacionamento, Orientação Vocacional, Perturbação de Relacionamentos Conjugais ou Sexuais

Número de Identificação Profissional: CRP 06/79399

Consultório

1

Opiniões para Dr. Ricardo Gonzaga

5

Baseado em 1 opinião

Pontualidade

Atenção

Instalações

Você foi atendido/a por Dr. Ricardo Gonzaga?

Opinar

O melhor: "Como minha primeira consulta é exatamente o que esperava de um terapeuta.
Acredito que minhas questões serão bem trabalhadas, pois se trata de profissional sério e competente."

Motivo da visita: Terapia

Cleide R. marcou consulta com Dr. Ricardo Gonzaga em Avenida Bernardino de Campos, nº 48, 1º andar, Sala 11-Tocar sala 60(portaria eletrônica)

Marcou consulta na Doctoralia

Experiência

Formação

  • GraduaçãoUniversidade Federal da Paraíba2002
  • EspecializaçãoUniversidade de São Paulo2006
  • MBA em Administração de EmpresasFundação Getúlio Vargas2009

Sobre mim

Número de Identificação Profissional: CRP 06/79399

Experiência em

Idiomas

  • Português
  • Inglês

Serviços

  • Preço
    Preços aproximados para pacientes particulares (sem plano de saúde).
    Dados fornecidos em: outubro 2016
  • Primeira consulta Psicologia A partir de R$ 200
  • Consulta domiciliar Psicologia A partir de R$ 300
  • Anamnese Psicológica
  • Consulta psicológica do adulto A partir de R$ 200
  • Escalas Beck
  • Falar bem em Público
  • Inventário de Sintomas de Stress para Adultos de Lipp (ISSL) R$ 200
  • Orientação Vocacional R$ 200
  • Psicoterapia
  • Psicoterapia Adulto
  • Técnicas de desinibição e controle do medo
  • Técnicas de respiração A partir de R$ 200
  • Terapia Cognitivo-Comportamental R$ 200
  • Terapia de Casal A partir de R$ 260
  • Terapia de Casal Domiciliar R$ 360
  • Teste Vocacional

Respostas de Dr. Ricardo Gonzaga

4 Respostas

1 Especialistas de acordo

3 Pacientes agradecidos

Dr. Ricardo Gonzaga está respondendo perguntas que os usuários enviam à Doctoralia.
Descubra mais

As perguntas se enviam das páginas sobre doenças, exames médicos ou medicamentos.

Todos os especialistas da Doctoralia podem responder as perguntas que enviam os usuários.

Não é possível fazer uma pergunta a um médico em concreto.

Olá,
Precisaria avaliar a causa da disfunção erétil, pois poderão ter fatores e/ou variáveis orgânicos(as) e psicológicos(as) relacionados(as). Primeiramente, é solicitado que se passe por um urologista para uma avaliação clínica e ele faria os exames. Posteriormente, havendo uma causa orgânica seria iniciado o tratamento. Por outro lado, se não houver nenhuma condição clínica relacionada, a questão é psicológica e o tratamento na abordagem cognitivo comportamental seria a mais recomendada. O tratamento através da Terapia Cognitivo Comportamental (TCC) envolvem sessões que fazem o levantamento funcional das variáveis que mantêm a disfunção, como padrões cognitivos (pensamento), comportamentos mantenedores e consequências. Procure uma ajuda médica para fazer um exame primeiro.

  • Obrigado 0
  • 1 especialista está de acordo
Dr. Ricardo Gonzaga

Dr. Ricardo Gonzaga

Psicólogo

São Paulo

O Teste Palográfico avalia a personalidade através do comportamento expressivo.Geralmente, esse teste é mais utilizado em processos de seleção de pessoal, pois os "palos" que são os traços que o candidato faz no espaço designado para o mesmo pode indicar traços de agressividade, impulsividade, por exemplo.

Dr. Ricardo Gonzaga

Dr. Ricardo Gonzaga

Psicólogo

São Paulo

Olá,
Primeiramente, seria preciso fazer uma avaliação psicológica, pois pelo seu relato parece haver um Transtorno de Ansiedade Social(TAS) atrelado ao seu quadro, pois a autocobrança e o sentimento de incapacidade diante de situações avaliativas podem gerar efeitos sintomatológicos que podem paralisar (freezing) o paciente.Esse processo se retroalimenta gerando esse ciclo de fuga e/ou esquiva.
Trabalhando-se essas crenças disfuncionais relacionadas à avaliação, possivelmente, gerará uma diminuição da sintomatologia. Por outro lado, se ainda permanecer, mesmo assim, a parceria com o psiquiatra torna-se necessária para poder estabilizar e diminuir este quadro de ansiedade.

Dr. Ricardo Gonzaga

Dr. Ricardo Gonzaga

Psicólogo

São Paulo

Ver as 4 perguntas respondidas por Dr. Ricardo Gonzaga

{0}{1}