Fernando Portilho Ferro

Fernando Portilho Ferro

Ortopedista - Traumatologista

Experiência em: Artroscopia, Prótese de Quadril, Cirurgia do Quadril, Traumatologia Esportiva

Número de Identificação Profissional: 12924

Marcação de consultas

Endereço do consultório

Hospital de Acidentados Clinica Santa Isabel Ltda

Que dia e hora estão bem para você?

Consultório

1

Opiniões para Fernando Portilho Ferro

4,5

Baseado em 8 opiniões

Pontualidade

Atenção

Instalações

Você foi atendido/a por Fernando Portilho Ferro?

Opinar

O melhor: "Muito bom médico. Além de ótimo profissional, ótima pessoa. Teve toda a paciência do mundo para explicar o meu problema e me acalmar quanto o tratamento. Recomendadíssimo."

Motivo da visita: Problema na parte posterior da coxa

Tiago C. marcou consulta com Fernando Portilho Ferro em Hospital de Acidentados Clinica Santa Isabel Ltda

Marcou consulta na Doctoralia

Fernando Portilho Ferro respondeu a esta opinião

Obrigado pelos comentários!

O melhor: "Médico muito atencioso, ótimo profissional."

Motivo da visita: Dor no quadril

Mariana . marcou consulta com Fernando Portilho Ferro em Hospital de Acidentados Clinica Santa Isabel Ltda

Fernando Portilho Ferro respondeu a esta opinião

Obrigado pelo comentário!

O melhor: "Sim, muito atencioso."

Motivo da visita: Osteoartrose

Ricardo V. marcou consulta com Fernando Portilho Ferro em Hospital de Acidentados Clinica Santa Isabel Ltda

Marcou consulta na Doctoralia

Fernando Portilho Ferro respondeu a esta opinião

Obrigado pelo comentário

O melhor: "Ótimo médico especialista. Muito recomendável"

Poderia melhorar: "Tudo muito bom. Nada a melhorar"

Motivo da visita: Artroplastia De Reconstrucao Do Quadril

Paciente que marcou consulta com Fernando Portilho Ferro em Hospital de Acidentados Clinica Santa Isabel Ltda

Fernando Portilho Ferro respondeu a esta opinião

Obrigado!

Ver as 8 opiniões sobre Fernando Portilho Ferro

Experiência

Formação

  • Graduação em MedicinaUniversidade Estadual de Campinas - UNICAMP2007
  • Residência Médica em Ortopedia e TraumatologiaUniversidade de São Paulo - USP2011
  • Especialização em Artroscopia e Biomecânica do QuadrilSteadman Philippon Research Institute, Vail, CO2013

Sobre mim

Número de Identificação Profissional: 12924

  • Graduação em Medicina pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Campinas-SP
  • Residência Médica em Ortopedia e Traumatologia no Instituto de Ortopedia e Traumatologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (IOT HC FM USP). São Paulo-SP.
  • Especialização em Cirurgia do Quadril pelo IOT HC FM USP. São Paulo-SP.
  • Especialização em Artroscopia e Biomecânica do Quadril com o Dr. Marc Philippon no Steadman Philippon Research Institute (SPRI) e Steadman Clinic. Vail, CO, USA.

  • Membro da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT)

    Membro da Sociedade Brasileira de Quadril (SBQ)
  • Título de Especialista em Ortopedia e Traumatologia emitido pela Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT)
  • Título de Especialista em Ortopedia e Traumatologia emitido pela Associação Médica Brasileira (AMB)
  • Membro da Sociedade Internacional de Artroscopia do Quadril (International Society for Hip Arthroscopy, ISHA)
  • Membro da AOTrauma Latin America

Experiência em

Idiomas

  • Português
  • Inglês
  • Espanhol
  • Alemão

Webs


Serviços

  • Preço
    Preços aproximados para pacientes particulares (sem plano de saúde).

Artigos escritos por Fernando Portilho Ferro

Osteoporose

A osteoporose é o distúrbio osteometabólico mais comum. Acomete mais de 200 milhões de mulheres no mundo todo. É mais comum no sexo feminino, cerca de 80% dos casos. A osteoporose é uma condição em que os ossos se tornam mais frágeis e propensos a fraturas. No entanto, ela não causa dor antes que uma fratura ocorra. É muito comum haver confusão entre “osteoporose” e “artrose”. É a causa mais comum de fraturas em idosos e mulheres após a menopausa. A osteoporose não tratada evolui com perda progressiva da resistência óssea. Além da menopausa e o envelhecimento, existem outros fatores de risco para osteoporose. São eles: raça branca, etilismo, tabagismo, vida sedentária, dentre outros.

Necrose Da Cabeça Do Fêmur

A doença surge com a interrupção do fluxo de sangue para a cabeça do fêmur, o que leva a um processo de necrose óssea do local e que normalmente atinge homens adultos jovens, entre 30 e 50 anos. Os pacientes possuem dor intensa e limitação do movimento do quadril. O uso de medicamentos com corticoides e o abuso de álcool são as causas mais frequentes de osteonecrose, mas existem outras causas menos comuns. O tratamento depende do estágio da doença. Casos mais avançados podem se beneficiar de intervenção cirúrgica, incluindo a artroplastia total do quadril.

Veja os 6 artigos escritos por Fernando Portilho Ferro

Respostas de Fernando Portilho Ferro

42 Respostas

19 Especialistas de acordo

24 Pacientes agradecidos

Fernando Portilho Ferro está respondendo perguntas que os usuários enviam à Doctoralia.
Descubra mais

As perguntas se enviam das páginas sobre doenças, exames médicos ou medicamentos.

Todos os especialistas da Doctoralia podem responder as perguntas que enviam os usuários.

Não é possível fazer uma pergunta a um médico em concreto.

Depende do tamanho da área de ossificação. Casos mais leves não precisam de tratamento específico, porque não costumam causar sintomas. Casos mais graves podem se beneficiar de tratamento cirúrgico. Vale lembrar que é importante considerar a possibilidade de alguma medida para profilaxia de recidiva, como a profilaxia medicamentosa e a radioterapia.

Fernando Portilho Ferro

Fernando Portilho Ferro

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ortopedista - Traumatologista

Goiânia

Olá! As técnicas de osteotomia permitem modelar o formato da articulação. Isso pode ser feito no fêmur ou na bacia, ou ambos. Esse tipo de técnica costuma ser indicada para situações de instabilidade do quadril em pacientes com doenças neuromusculares. A artroplastia é uma cirurgia mais invasiva que a osteotomia, e não é tratamento habitual em pacientes de quinze anos com doença neuromuscular. Para maiores esclarecimentos, recomendo que procure um bom especialista em cirurgia do quadril e/ou ortopedia pediátrica.

Fernando Portilho Ferro

Fernando Portilho Ferro

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ortopedista - Traumatologista

Goiânia

Sim, é possível. Uma das áreas de atuação da ortopedia é exatamente isso: corrigir deformidades decorrentes de fraturas prévias.

Fernando Portilho Ferro

Fernando Portilho Ferro

Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ortopedista - Traumatologista

Goiânia

Ver as 42 perguntas respondidas por Fernando Portilho Ferro

Fotos

{0}{1}