Médicos credenciados Assefaz por cidade

Médicos credenciados Assefaz por especialidade

Opiniões para Assefaz

Opinar

Não há comentários ainda. Seja o primeiro a avaliar Assefaz

Fórum

Algo a dizer sobre Assefaz

Últimas mensagens no fórum Assefaz

Não há temas neste fórum. Seja o primeiro!

Gostaria de compartir com outros usuários alguma experiência relacionada com Assefaz? Visite fórum de Assefaz ou inicie um novo tema

Respostas dos especialistas

Assefaz está respondendo perguntas que os usuários enviam à Doctoralia.
Descubra mais

As perguntas se enviam das páginas sobre doenças, exames médicos ou medicamentos.

Todos os especialistas da Doctoralia podem responder as perguntas que enviam os usuários.

Não é possível fazer uma pergunta a um médico em concreto.

Qual a Diferença do Linfedema e o Elefantismo?

Pergunta sobre Linfedema (Elefantiase Dos Membros Inferiores)

  • Dr. Fernando Trés Silveira
    Dr. Fernando Trés Silveira
  • A elefantiase (filariose) é um tipo especifico de linfedema que é causado por um parasita (filária) transmitido pela picada de um mosquito.

Após cirugia de uma lesão medular , meu filho foi diagnosticado calcificação heterotópica no quadril. Mesmo após três cirurgias para remoção dessa cacificação o resultado foi negativo. Hoje, existe alguma possibilidade de uma colocação de prótese no quadril? Qual o risco cirúrgico?

Pergunta sobre Prótese de quadril

  • Dr. Dennis Sansanovicz
    Dr. Dennis Sansanovicz
  • A ossificação heterotópica que pode surgir nos quadris após uma lesão medular não tem causa ainda totalmente conhecida pela medicina. Se a paralisia dos membros inferiores for definitiva e o paciente não tem dor não há por que indicar uma prótese de quadril, visto que o objetivo principal da prótese é tirar a dor. Se a calcificação apesar de não doer não deixa o paciente que tem as pernas paralisadas se sentar, cirurgias de retirada (ressecção) dessa articulação associadas a retirada das calcificações, radioterapias locais pós-cirurgia e medicações podem resolver no momento e não impedem a realização de uma prótese posteriormente caso o paciente tenha seu movimento das pernas recuperado. Se o paciente ainda movimenta as pernas ou vai voltar a movimentar, a história muda completamente. Logo, é difícil responder sua pergunta sem a história e o exame físico completo. Portanto, procure um especialista da área de quadril para tirar esta dúvida.
    Espero ter ajudado.