Avaliação Psicológica - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Avaliação Psicológica

Os especialistas falam sobre a Avaliação Psicológica

A avaliação psicológica é um conjunto de técnicas e entrevistas, indispensável para a construção de um diagnóstico, pois vai identificar exatamente o que está acontecendo com o paciente, suas defesas e seus recursos para superar o problema. É a partir da avaliação que será possível definir qual o melhor tratamento para aquele diagnostico. Desta forma, o psicólogo poderá trabalhar com maior segurança e eficácia, oferecendo ao paciente todos os esclarecimentos necessários sobre o que está acontecendo com ele naquele momento.
Dra. Jaqueline Figueiredo Ferreira
Dra. Jaqueline Figueiredo Ferreira Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

|

Porto Alegre

A avaliação psicológica quando realizada em atendimentos psicológicos, faz com que o tratamento proposto seja mais eficiente, minimizando casos de atendimentos prolongados desnecessariamente.
Maíra A. Andrade Madeira
Maíra A. Andrade Madeira Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

|

Nova Iguaçu

Procedimento onde é realizada inicialmente uma anamnese, para levantamento da história do paciente e, após a entrevista (anamnese), é montado uma bateria de testes, com base no que foi coletado e na queixa do paciente, para avaliação do caso. A conclusão ocorre com devolutiva e entrega do laudo, esclarecendo as duvidas colocadas no atendimento inicial. Existem vários motivos para avaliar psicologicamente um cliente: como dificuldades de aprendizagem, depressão, investigação de abuso, orientação profissional etc. Atualmente, a profissional tem buscado trabalhar com avaliação de casais, como uma forma de contribuir para o direcionamento e acompanhamento do processo em terapia de casal.
Prof. Luciana Melo da Rosa

Psicóloga

|

Fortaleza

O processo de avaliação psicológica é realizado dentro dos mais rigorosos critérios da Psicologia e da Análise do Comportamento. Utilizam-se métodos e técnicas devidamente reconhecidos pelo Conselho Federal de Psicologia além da perspectiva de práticas baseadas em evidências. O Objetivo é elaborar um diagnóstico compreensivo e prognóstico do estado geral da pessoa, assim como orientar a melhor intervenção psicoterapêutica, quando assim se justifica. Através do psicodiagnóstico procura-se aceder à estrutura e funcionamento da pessoa nas várias dimensões psicológicas, nomeadamente: cognitiva/intelectual, emocional/dinâmica afetiva e relacional
Maria Vanesse Andrade
Maria Vanesse Andrade Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

|

Guarulhos

A Avaliação Psicológica compreende diversas questões que são analisadas principalmente na primeira consulta. Em muitos casos a pessoa tem a queixa bem definida, em outros somente alguns sintomas são identificados e pode ser que as causas não estejam claras. Seja como for, a identificação, diagnóstico e organização das queixas, causas e sintomas ocorrerão por meio da Avaliação Psicológica. E, à partir daí, as estratégias do tratamento e para a resolução dos problemas são desenvolvidas. Contudo, a Avaliação Psicológica não se limita à queixas e problemas, mas também fornece Análises da Personalidade, Aprimoramento Pessoal, Esclarecimentos e critérios para a Tomada de Decisões.
Eduardo Oliveira Santos
Eduardo Oliveira Santos Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicólogo

|

Uberlândia

Ver mais

Tem perguntas sobre Avaliação Psicológica?

Nossos especialistas responderam 48 perguntas sobre Avaliação Psicológica.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional da saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

É interessante que você procure ajuda de um profissional de psicologia, para que ele lhe ajude a trabalhar essas questões que lhe angustiam e lhe trazem transtornos e prejuízos em sua vida, buscando melhorar sua auto-estima, sua auto-aceitação e auto-segurança, para que, assim você consiga seguir sua orientação sexual e enfrentar as contrariedades da melhor forma possível.

  • 3
  • 13
  • 9
Geane Cleide Viana Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

Manaus

Marcar consulta

Recomendo que você abra aos seus pais o que está lhe acontecendo. Muito provavelmente eles buscarão ajuda profissional (de um médico, por exemplo) e através deste serão orientados a também procurar um psicólogo para lhe atender. Uma outra alternativa é buscar ajuda no seu local de estudo. Os profissionais de tal local também poderiam orientar os seus pais sobre a ajuda que você está precisando atualmente. O importante é não continuar a passar por tal sofrimento só.

  • 305
  • 87
  • 67
Clayton dos Santos Silva Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicanalista, Psicólogo

São Paulo

Marcar consulta

Normalmente, o primeiro profissional que pode ser procurado é um psicólogo. É possível que apenas a psicoterapia já ajude a pessoa a ser menos dependente de pornografia, ao ajuda-la a entender qual o sentido dessa necessidade e como isso é limitador para a sua vida. Caso esse profissional julgue necessário uma avaliação pode ser solicitada ao médico especialista em saúde mental, o psiquiatra. Alguns vícios já requerem tal estratégia que envolve psicoterapia e medicação.

  • Obrigado 0
  • 1 especialista está de acordo
  • 305
  • 87
  • 67
Clayton dos Santos Silva Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicanalista, Psicólogo

São Paulo

Marcar consulta

Olá, o tratamento psicológico não envolve uso de medicações, e sim a psicoterapia (terapia psicológica). Caso haja necessidade pode haver encaminhamento ao médico psiquiatra, que faz o tratamento com medicações. Os tratamentos psicológico e psiquiátrico na maioria das vezes são complementares, um auxilia o outro. Espero ter ajudado.

  • 18
  • 19
  • 19
Dra. Adriana Rabelo Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

Goiânia

Marcar consulta

Ver as 48 perguntas sobre Avaliação Psicológica