Perguntas sobre Colpoperineoplastia anterior e posterior

Tem perguntas sobre Colpoperineoplastia anterior e posterior?

  • Pergunte gratuitamente a milhares de especialistas registrados em Doctoralia.
  • Os profissionais especialistas em Colpoperineoplastia anterior e posterior receberão sua pergunta e responderão.

A sua pergunta se publicará de forma anônima.

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional da saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Perguntas sobre Colpoperineoplastia anterior e posterior

69Perguntas

100Respostas

15Especialistas de acordo

135Pacientes agradecidos

Nao, pelo contrario. Ajuda a apertar a vagina.

Dr. Fabiano Malzac Franco
  • 815
  • 104
  • 1764

Dr. Fabiano Malzac Franco

Ginecologista

Rio de Janeiro

Ver as 3 respostas

É uma cirurgia para a correção do prolapso vaginal, que inclui a aproximação dos músculos do assoalho pélvico, principalmente dos elevadores do ânus, que são os principais responsáveis pela estabilidade da musculatura do períneo.
A correção "posterior" significa que há um prolapso do reto, que se insinua para dentro da vagina, dificultando o total esvaziamento do intestino (ampola retal), após a evacuação.
A amputação do colo pode ter duas indicações: correção do prolapso (queda) do útero, ou retirada de uma lesão suspeita no colo uterino.
Geralmente, quando se opta pela colpoperineoplastia posterior com amputação do colo significa que a paciente tem um prolapso genital importante (afrouxamento dos músculos do períneo, ou assoalho pélvico), mas provavelmente, tem algum problema de saúde mais grave que impede a realização da histerectomia vaginal: retirada do útero por via vaginal. Isto pode ocorrer por dificuldades técnicas, ou por doença de base da paciente.

Dr. Cynthia Netto de Barros
  • 14
  • 3
  • 45

Dr. Cynthia Netto de Barros

Ginecologista, Mastologista

Belo Horizonte

Ver as 3 respostas

O seu médico pode também, na mesma cirurgia, realizar a colpoperineoplastia (caso haja necessidade). Se assim, ele fizer, a vagina vai ser apertada sim.

Dr. Fabiano Malzac Franco
  • 815
  • 104
  • 1764

Dr. Fabiano Malzac Franco

Ginecologista

Rio de Janeiro

Ver as 3 respostas

se a cistocele for bem grande sim

Dr. Fabio Leal
  • 11
  • 0
  • 14

Dr. Fabio Leal

Ginecologista

Vitoria

Ver as 3 respostas

Na verdade nao existe sangramento vaginal... No maximo uma pequena quantidade devido às suturas internas, as quais nelhoram logo com o processo de cicatrizacao

Nelcirlane de Souza Mendes
  • 15
  • 2
  • 13

Nelcirlane de Souza Mendes

Ginecologista

Manaus

Ver as 3 respostas

Aguarde de 30 a 40 dias. Durante este tempo, você não pode manter relações. Evite ficar tocando a ferida operatória. A cicatrização estará completa em 3 meses, mas após 40 dias, já se saberá o resultado.
Boa sorte.

Dr. Cynthia Netto de Barros
  • 14
  • 3
  • 45

Dr. Cynthia Netto de Barros

Ginecologista, Mastologista

Belo Horizonte

Ver as 3 respostas

Quando falamos de complicaçoes, temos que citar todas aquelas que estao relacionadas com todo e qualquer ato cirurgico, embora nao sejam tao frequentes, como, normalmente, nao sao frequentes complicaçoes em cirurgia desta natureza. Sao elas:hemorragia, deiscencia(abertura da ferida por soltarem os pontos), infecçao(no sitio cirurgico), seromas(acumulo de liquido no local da cirurgia), hematoma(acumulo de sangue no local da cirurgia); e, relacionados diretamente com a cirurgia em questao: infecçao urinaria(geralmente relacionada com o uso da sonda para urinar),lesao da bexiga ou do reto, dor local(bem controlada com sedativos/antiinflamatorios), retençao urinaria apos retirada da sonda(resolvida, geralmente, com manobras de fisioterapia), dificuldade para evacuar.

Dr. Humberto Gomes Moreira Couto
  • 18
  • 3
  • 18

Dr. Humberto Gomes Moreira Couto

Cirurgião plástico

Fortaleza

Ver as 2 respostas

Seria necessário examinar para avaliar se o corrimento é secreção vaginal normal ou por inflamação/infecção da ferida operatória.

Dr. Andre Costa Matos
  • 17
  • 3
  • 14

Dr. Andre Costa Matos

Urologista

Salvador

Ver as 2 respostas

Eu diria que depende do tipo de atividade. Se for sexual, nunca menos de 45 dias, após reavaliação pelo Ginecologista que a operou.

Dr. Sergio Henrique Mattioda de Lima
  • 103
  • 9
  • 183

Dr. Sergio Henrique Mattioda de Lima

Ginecologista

Brasilia

Ver as 2 respostas

Consiste no reforço de um tecido de sustentação da bexiga e do reto que estão fragilizados. É realizada uma sutura de reforço dessa estrutura que era forte , "segurando" novamente na posição adequada a bexiga e o reto.

Dr. Fabiano Malzac Franco
  • 815
  • 104
  • 1764

Dr. Fabiano Malzac Franco

Ginecologista

Rio de Janeiro

Ver as 2 respostas

Perguntas relacionadas

Outras perguntas respondidas por especialistas da Doctoralia: