Escleroterapia - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Escleroterapia

Informação sobre Escleroterapia

Nomes alternativos: Esclerose de varizes.

Escleroterapia refere-se ao conjunto de diferentes tratamentos não-cirúrgicos para remover varizes. A técnica mais utilizada é a esclerose vascular para tratar pequenas aranhas vasculares. Trata-se de injetar um líquido esclerosante na veia afetada para causar uma fibrose e cicatrizar as varizes , eliminando, assim, a flebite ou coágulo sanguíneo que provoca as veias varicosas. Outro tratamento eficaz, neste caso de varizes maiores, é a esclerose com a espuma, ou seja, é a mesma dissolução esclerosante no formato de espuma para tratar todo a parede venosa profunda. Existem mais terapias baseadas em aplicações frias ( crio esclerose ) ou calor (Vasculight fotoesclerose a laser, eletroesclerose).

Possui uma dúvida concreta sobre Escleroterapia? Pergunte aos nossos especialistas.

Os especialistas falam sobre a Escleroterapia

A escleroterapia é o procedimento utilizado para tratamento das microvarizes (telangiectasias). Geralmente tem objetivo estético, mas pode tratar veias de grosso calibre quando é feita escleroterapia com espuma densa. O tratamento é feito no consultório, sem necessidade de afastamento das atividades do dia a dia, basicamente com restrição ao sol durante pequeno período.
Dr. Fernando Trés Silveira
Dr. Fernando Trés Silveira Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Angiologista, Cirurgião vascular

|

Serra

Este tratamento é indicado para as telangiectasias, que são aqueles vasos finos semelhantes a "teias de aranha" muito comuns nas pernas das mulheres. Existem várias medicações aplicadas mas a mais comum é a glicose75% por ser segura, com poucos efeitos colaterais e isenta de reações alérgicas. Não é preciso repousar após a sessão, somente não expor a região ao sol enquanto houverem equimoses(roxos). Geralmente são necessárias algumas sessões visto que o clareamento é gradual. Muito comentada hoje em dia, a espuma, por ser uma medicação muito mais potente não é recomendada nos vasos finos pois pode causar efeitos adversos na pele como manchas e até ulcerações.
Dr. André Nóbrega Castro
Dr. André Nóbrega Castro Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Angiologista, Cirurgião vascular

|

São Bernardo do Campo

Procedimento simples no qual eliminamos as varizes de fino calibre e 'vasinhos'. Realizado em consultório através da injeção de um líquido que destrói as veias indesejáveis. Muito seguro e eficaz.
Dr. Luciano Morais
Dr. Luciano Morais Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cirurgião vascular

|

São Paulo

Uma opção de tratamento de varizes onde o médico injeta uma subtância no interior do vaso buscado, uma esclerose(queimadura) química, com isso obliterando o mesmo e fazendo com que ele desapareça. Existem varias formas como: escleroterapia convencional, escleroterapia com espuma ecoguiada e crioescleroterapia. As indicações de quais os métodos melhores para cada caso, necessita uma avaliação especializada com o cirurgião vascular.
Dr. Rodolpho Alves dos Reis
Dr. Rodolpho Alves dos Reis Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Angiologista, Cirurgião vascular

|

Brasilia

Terapia compressiva (meia elástica ou atadura elástica) incluída no tratamento. Pacotes de "aplicação" Pagamento acessível e facilitado.
Lidiane Damasio
Lidiane Damasio Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Angiologista, Cirurgiã vascular

|

Rio de Janeiro

Ver mais

Tem perguntas sobre Escleroterapia?

Nossos especialistas responderam 19 perguntas sobre Escleroterapia.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional da saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

A avaliacao das microvarizes é feita de forma visual e clinica. Porem, a avaliacao da presença de veias nutricias reticulates que alimentam as pequenas, pode se feita por meio de fleboscopia ou por realidade aumentada utilizando-se aparelhos como o Vein viewer. A presença destas veias exige um tratamento combinado adicional para evitar recidivas. Estas avaliacoes, juntamente com o exame Duplex scan (ultrassom) permite uma tomada de decisao quanto à melhor forma de tratamento. A tomada de decisao deve ser feita sempre conjuntamente com um Cirugiao vascular. Nunca realize esclerose de varizes com nao-médicos.

  • 19
  • 20
  • 10
Dr. Airton Mota Moreira Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cirurgião vascular, Radiologista

São Paulo

Marcar consulta

Sim, não há contra indicação em relação a isso.

  • 48
  • 30
  • 48
Dr. Sérgio Salomão Gomes Maranhão Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Angiologista, Cirurgião vascular

Belo Horizonte

Marcar consulta

As aplicações para "secar" veias são conhecidas como ESCLEROTERAPIA. A escleroterapia tem como objetivo causar lesões nos vasos, de forma que sejam re-absorvidas e deixem de ser visíveis. Existem algumas técnicas de escleroterapia. Pode ser realizada com glicose 75%, com espuma densa de polidocanol, com a técnica CLaCS (cryolaser and cryoscleotherapy), em que se associa o uso de LASER transdérmico com injeção de glicose 75%.

  • 26
  • 10
  • 34
Dr. Rodrigo Bono Fukushima Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Angiologista, Cirurgião vascular

São Paulo

Marcar consulta

Olá! Primeiramente é importante dizer que a escleroterapia é um procedimento que pode evoluir com pigmentação nas áreas tratadas. Caso tenha acontecido, existem alguns tratamentos dermatológicos que ajudam a clarear essas áreas. No geral, o resultado desses tratamentos são bons. Outra situação é a manutenção dos vasinhos roxos após o tratamento. Nesse caso, o objetivo não foi alcançado, e as lesões permaneceram. Se for esse o problema, você deve voltar ao seu angiologista e continuar o seu tratamento. Um abraço.

  • 45
  • 29
  • 28
Dr. Leonardo Teixeira de Almeida Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Angiologista

Rio de Janeiro

Marcar consulta

Ver as 19 perguntas sobre Escleroterapia