Fistulectomia anal - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Fistulectomia anal

Definição

A fistulectomia anal é a retirada cirúrgica da fístula anorretal. As fístulas anais não têm uma causa específica na maioria dos casos. Muitas são consequentes à obstrução dos canais de drenagem de glândulas no canal anal, junto aos esfíncteres anais. Esta obstrução provoca um processo inflamatório. Se forma um trajecto fistuloso com uma abertura na pele, através da qual será drenado o conteúdo. A fístula anorretal é um trajeto anormal, como se fosse um túnel, desde o ânus ou reto até a pele próxima ao ânus, ainda que, ocasionalmente, ele possa ir até outro órgão (p.ex. vagina). Consiste numa uma infecção local dolorosa com secreção permanente. Fístulas anais podem desenvolverse secundariamente a traumatismos perirectais ou anais, fissuras anais, doença de Crohn, diverticulite, doenças anorectais malignas, tuberculose e outras doenças infecciosas. Em geral, as fístulas anais nas crianças são congénitas. São mais comuns nos rapazes do que nas raparigas. Síntomas das fístulas anais são prurido anal, dor e outros síntomas típicos de infecção, abcessos recorrentes, secreção de pus ou sangue e tumefacção. No exame da região perianal encontra-se uma área endurecida, avermelhada e dolorosa. O único tratamento eficaz é a cirurgia. Há duas cirurgias básicas: a fistulotomia, que apenas abre a fístula em toda sua extensão, curetando o trajeto, transformando assim a fístula em uma canaleta que cicatriza por segunda intenção, e a fistulectomia anal que retira todo o trajeto fistuloso.

      Tem perguntas sobre Fistulectomia anal?

      • Pergunte gratuitamente a milhares de especialistas registrados em Doctoralia.
      • Os profissionais especialistas em Fistulectomia anal receberão sua pergunta e responderão.

      A sua pergunta se publicará de forma anônima.

      • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
      • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
      • Seja breve e conciso.
      • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional da saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
      • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

      Nossos especialistas responderam 64 perguntas sobre Fistulectomia anal. Estas são as mais populares:

      que tipo de anestesia se usa?

      Resposta de Rodrigo Donalisio da Silva: Raquianestesia.

      meu filho já fez duas cirurgia, e agora já vai fazern a terceira. Está prescrito: fistolectomia anal em dois tempo. E o medico não descarta uma quarta cirurgia. Isso é normal?

      Resposta de Dr. Thiago Brito: A fistula anal é uma doença que pode se apresentar de varias formas. Nas suas apresentações mais complexas pode haver a necessidade de 2 ou mais cirurgias para resolver o problema. Não existe uma tecnica cirúrgica 100% eficaz para tratamento da fistula anal. O maior risco de...

      Meu filho tem 4 meses e foi diagnosticado aos 2 meses com um abcesso decorrente de uma fistula perioanal, no entanto não foi feito nenhum exame alem do toque pela médica, no começo a médica disse que seria necessário uma cirurcia mas depois a "bolinha" do abcesso sumiu e ela descartou, está certo?

      Resposta de Dr. Ricardo da Silva Lourenço: Boa noite. Uma avalição feita por um cirurgião infantil pode ser indicada neste casa. Fístulas perianais, salvo excessões, necessitam de tratamento cirúrgica, mas outras questões, como a idade são pesadas no final. Assim procure um acompanhamento médico.

      É necessaria alguma preparaçao anterior para essa cirurgia?

      Resposta de Dr. Ricardo da Silva Lourenço: Na maioria das vezes não. Só o jejum para a anestesia já é o suficiente. Mas você deve seguir a recomendação de seu médico. Alguns preferem que seja feito um pequeno preparo intestinal prévio. Outros não.

      Ver as 64 perguntas sobre Fistulectomia anal