Psicanálise - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Psicanálise

Informação sobre Psicanálise

Método de investigação da mente, com base nas teorias do neurologista Sigmund Freud, que faz referência a uma forma de fazer psicoterapia. O analista é responsável por detectar os conflitos internos de seu paciente procurando a causa de suas emoções e comportamento em memórias do passado enterradas no inconsciente através da conversação.

Possui uma dúvida concreta sobre Psicanálise? Pergunte aos nossos especialistas.

Os especialistas falam sobre a Psicanálise

A psicanálise é indicada para todas as pessoas que têm uma demanda ou questão, ou seja, algo que causa sofrimento para o indivíduo. No tratamento psicanalítico não existem padrões de normalidade a serem almejados, busca-se, por meio de uma escuta atenta e bem treinada, trabalhar de acordo com a individualidade de cada um. Neste método, a autonomia do paciente é sempre respeitada, visto que, somente desta forma cada indivíduo poderá encontrar a melhor solução para a redução ou eliminação de seu sofrimento sem ficar preso a padrões pré-estabelecidos pela cultura, sociedade e/ou grupo de amigos e familiares. O tempo de tratamento busca respeitar a vontade e o tempo subjetivo de cada um.
Carolina Ribeiro dos Santos
Carolina Ribeiro dos Santos Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

|

Curitiba

Muitas pessoas se confundem quando tentam compreender qual é a diferença entre psicologia e psicanálise. A psicologia é um grande campo de estudo e dentro desse campo existem divisões, formas diversas de compreender o sofrimento e o ser humano. A psicanálise é uma dessas abordagens que compõem a psicologia. Existem outras. A psicanálise, especificamente, tem como objeto de estudo o inconsciente. Reconhecemos sua existência e no processo de análise buscamos compreender como esse inconsciente se estrutura em cada sujeito e, a partir disso, como ele determina e influencia nossa maneira de viver.
Flávia Pachiega
Flávia Pachiega Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

|

Curitiba

A psicanálise é uma das possíveis abordagens da psicologia. Criada por Sigmund Freud, tem como marco inicial a publicação, em 1900, do livro A Interpretação dos Sonhos. O psicanalista também é geralmente chamado de Analista, e o paciente chamado de Analisando. Um dos pontos que caracteriza sua linha de pensamento psicoterapêutico (ou analítico) é a oferta aos seus pacientes da chamada Associação Livre: que possam dizer tudo o que estejam pensando, sem se preocupar com críticas, moralidades e outros receios, afim de que o setting terapêutico possa ser um local de total acolhimento de angústias e sofrimentos que o paciente possa estar passando. Outra característica é o uso do Divã.
Leandro Winter
Leandro Winter Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicanalista, Psicólogo

|

Curitiba

A Psicanálise, fundada por Sigmund Freud, tem por seu principal objeto de estudo o inconsciente. O trabalho psicanalítico oferece a oportunidade ao sujeito de acessar aspectos desconhecidos de sua mente, de seu funcionamento psíquico e assim poder melhor lidar com as questões que por tanto tempo trouxeram dificuldades para si próprio.
Mariana Sandoval Gordilho
Mariana Sandoval Gordilho Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

|

Salvador

Precisa de análise o indivíduo que se enquadra em alguma disfunção psicológica, que apresenta alucinações e delírios, transtornos alimentares, transtornos de ansiedade, transtornos obsessivos-compulsivos (TOC), bipolaridade, síndrome do pânico ou fobias em geral, depressão ou abuso de substâncias. Em todos estes casos, o corpo reage a manifestações psicológicas e a psicanálise é necessária para compreender não só o sintoma, mas o que levou nosso aparelho psíquico a criar estas reações.
Fernanda Correa Brito
Fernanda Correa Brito Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicanalista, Psicóloga

|

São Paulo

Ver mais

Tem perguntas sobre Psicanálise?

Nossos especialistas responderam 14 perguntas sobre Psicanálise.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional da saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

Olá. Eu entendo que um bom psicoterapeuta, ou psicanalista, é aquele que você se sente à vontade para falar de si, e sente que te compreende e é capaz de te ajudar no que você precisa. E isto só dá pra saber no contato com ele. Em geral, na primeira consulta você já sente isto. Sugiro que você pense se tem preferencias e o que te deixaria mais à vontade (homem, mulher, tipo de formação ou especialização, com muita experiência clinica ou não, valor que você pode/quer dispender no atendimento), e busque um com localização próxima da sua casa ou do seu trabalho, ou de fácil acesso para você, pois o processo terapêutico costuma ser de encontros semanais. Espero ter ajudado!

  • 16
  • 17
  • 11
Heloisa Hanada Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

São Paulo

Marcar consulta

Gosto muito da Psicanálise não desfazendo das outras linhas, porque vai ouvir muito vc e trabalhar sobre a questão que esta te incomodando, e o foco quem vai fazer é o paciente.

  • 5
  • 7
  • 9
Dra. Barbara Sales Teonacio Bezerra Da Silva

Psicanalista, Psicóloga

Recife

Olá! Primeiramente seria interessante saber o que considera como sendo um quadro de "despersonalização" e por que isso te vem como uma questão. O objetivo da psicanálise seria dar oportunidade de que às questões da cada um possam aparecer, dar vazão aos sentimentos e emoções pela palavra (nesse caso, explorando alguma depressão, mudança drástica de humor, maneirismos, tristezas, melancolias e etc, por exemplo) . O foco não é rotular algumas características da personalidade dentro de um quadro de transtorno pelo CID-10 ou DSM-V (manuais de saúde mental). Isso porque a psicanálise prefere que na terapia se possa ouvir o inconsciente, se possa ouvir a angústia, as palavras proferidas, retirando ao máximo às fantasias que algumas rotulações possam fazer surgir. E com isso se possa fazer uma análise da histórica do sujeito, uma exploração pelos campos da consciência e do inconsciente.

  • 69
  • 97
  • 65
Leandro Winter Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicanalista, Psicólogo

Curitiba

Marcar consulta

Antes de tomar qualquer decisão, considero importante ponderar sobre duas questões: o motivo de se iniciar um novo processo analítico e o que exatamente te faz sentir sem coragem para isso. Há que haver algum sofrimento para se procurar um analista. Embora seja comum a ideia de que a "análise é algo para se conhecer melhor", na realidade ela só se sustenta quando há algo em jogo. A vida é repleta de desafios e acontecimentos inesperados como esse que relata em relação ao seu ex-analista. Diante disso há a possibilidade de se lamentar, de pensar que as coisas poderiam ser diferentes ou tentar compreender como aquilo que ocorreu te afeta e o qual é a sua parte nisso. Ou seja, já que não podemos prever ou controlar os outros, podemos, por outro lado, nos fortalecer para lidarmos com acontecimentos como esse de modo mais leve, mais autônomo, mais tranquilo.

  • 176
  • 20
  • 51
Daniela Bueno de Oliveira Américo de Godoy Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicanalista

Ribeirão Preto

Marcar consulta

Ver as 14 perguntas sobre Psicanálise