Traquelectomia - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Traquelectomia

Informação sobre Traquelectomia

A traquelectomia é a extirpação cirúrgica do colo uterino com preservação do útero. A traquelectomia é uma cirurgia conservadora da função reprodutora. A traquelectomia está indicada para o tratamento de lesões intraepitaliais em colo uterino e para câncer invasivo. Pode ser realizada com anestasia geral endovenosa, local ou peridural, com duração de aproximadamente 20 minutos. Às vezes existe a necessidade de dilatar o colo uterino para poder realizar o procedimento com mais segurança. Na traquelectomia pode ser possível o emprego de pontos intra vaginais no colo uterino, a fim de conter eventuais sangramentos que se façan presentes no momento da cirurgia. Pode tornar-se necessário a colocação de compressas de gazes para contenção de possíveis sangramentos resultantes do ato cirúrgico. Após a traquelectomia a paciente pode apresentar cólicas abdominais que melhoram com medicação. A alta geralmente ocorre duas a três horas depois da traquelectomia. As complicações que pode haver são infecção uterina, lesão do trato urinário, fechamento de canal endocervical, lesão intestinal, hemorragias, etc.

Possui uma dúvida concreta sobre Traquelectomia? Pergunte aos nossos especialistas.

Tem perguntas sobre Traquelectomia?

Nossos especialistas responderam 185 perguntas sobre Traquelectomia.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional da saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

A princípio, um exame com ASC que não seja de alto grau poderia ser acompanhado com exames periódicos. No caso de ser um resultado persistente ou de alto grau, estaria indicado realizar uma colposcopia e, eventualmente, uma biópsia. A traquelectomia me parecer um tratamento um pouco exagerado, mas não conheço teu histórico para opinar melhor. Em relação a gestação, também não vejo nenhum problema por se tratar de uma alteração leve que, ao meu ver, não requer intervenção agora. Mas volto a lembrar, não conheço teu passado ginecológico para afirmar com toda a certeza sobre a melhor opção. Converse melhor com seu médico!

  • 212
  • 67
  • 104
Ingrid Cruz Hillesheim Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

Porto Alegre

Depende da indicação da Traquelectomia,esse procedimento pode ser realizado ambulatorialmente com anestesia local, porém este procedimento pode ser realizado em ambiente hospitalar com sedação, minha preferencia na maioria das traquelectomias.

  • 65
  • 11
  • 155
Dra. Janaina Harfush Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

Rio de Janeiro

Boa noite, essa resposta é um pouco complexa, porque depende de alguns fatores. Por exemplo, se vocês já mantinham relação sem proteção antes da traquelectomia, provável que os dois tenha o virus HPV. Se ainda não tiveram relação , aí a partir do momento que você não tiver mais lesões , e o vírus entrar no estado de latência, não transmite mais . Só transmite se um dos dois , tiver lesão clinica ou subclínica. Outro ponto é que a camisinha , protege somente em torno de 80%. Quanto ao sexo oral, enquanto você tiver lesão por HPV, pode transmitir por sexo oral sim, mas a partir do momento que sua ginecologista disser que retirou toda a lesão e as colposcopias e preventivos negativarem para lesão HPV, você estará negativa ( com vírus inativo ), e não transmitirá mais nesse período. Sim, já tem vacina anti HPV para homens no Brasil. O importante é você manter seu controle periódico . Boa sorte,

  • 88
  • 21
  • 88
Dra. Cátia Barcelos Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ginecologista

Niterói

Bom dia. Traquelectomia é um procedimento sem complicações caso siga as recomendações. Mas em casos de esforços físicos frequentes e recentes vc terá sangramentos frequentes o que impedirá a coagulação local e cicatrização no tempo indicado.

  • 61
  • 4
  • 22
Cristiane Araujo de Oliveira

Ginecologista, Mastologista

Nova Iguaçu

Ver as 185 perguntas sobre Traquelectomia