Apnéia - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Especialistas em apnéia

Encontre um especialista em Apnéia na sua cidade:
Tassiana Lago

Tassiana Lago

Otorrino

Ribeirão Preto

Felipe Hideo Ikeda

Felipe Hideo Ikeda

Otorrino

Sorocaba

Silvana Pires de Oliveira

Silvana Pires de Oliveira

Dentista

São José dos Campos

Marina Lourenço de Barros

Marina Lourenço de Barros

Otorrino

Belo Horizonte

Ricardo Rodrigues Cavalcante

Ricardo Rodrigues Cavalcante

Otorrino

São José dos Campos

Gleyciane Santos

Gleyciane Santos

Dentista

Perguntas sobre Apnéia

Nossos especialistas responderam a 11 perguntas sobre Apnéia

Sim. O ronco é gerado pela vibração das vias respiratórias com a passagem do ar. Essas mesmas vias podem se fechar sem produzir ruído, mas causando apnéia.
3 respostas

Primeiramente eu encaminho o paciente para o neurologista para fazer uma polissonografia para ver quantas apneias o paciente faz ao dormir. Quando ele faz até 35 apneias posso fazer o aparelho…
3 respostas

 Matheus de Souza Campos
Matheus de Souza Campos
Otorrino
Brasília
Muito bom dia!
A realização da manobra de Muller durante o exame de videoendoscopia de faringe e laringe nos dá uma idéia de níveis de obstrução das vias aéreas. Em geral definidos como…
3 respostas

Especialistas falam sobre Apnéia

O ronco é o barulho resultante da vibração do ar na via aérea parcialmente fechada. A apneia do sono é a cessação da respiração por mais de 10 segundos (quando o indivíduo pára de respirar).Os sintomas da apnéia são diversos e incluem além dos roncos a sonolência diurna e a irritabilidade. Podemos ainda citar aqui a cefaléia matinal e dificuldade de memorização.

Vivian Wiikmann

Otorrino

São José do Rio Preto

Agendar uma visita

A falta de ar durante o sono ( Apnéia ) e roncos são doenças comuns .Causadas por obstrução nasal ( desvio septal), flacidez da faringe, hipertrofia da língua, obesidade, formação óssea da face entre outros tantos. O diagnóstico é feito ao exame clínico e por exames como a videonasofaringoscopia, tomografia computadorizada de face , exame do sono ( Polissonografia ) , índice de massa corporal . O tratamento dependerá do diagnóstico correto da possível causa,com perda de peso,dietas ,atividades físicas, prótese oral,cirurgias de septoplastia e turbinectomia,cirurgia do ronco ( uvulopalatofaringoplastia e faringoplastia lateral ),avanço maxilo-mandibular e CPAP( mascara de pressão positiva).

Humberto Camara Pimenta Soares

Otorrino

Divinópolis


Apnéias são paradas respiratórias que ocorrem durante o sono onde não há passagem do ar e oxigenio das garganta para os pulmões. leva a importantes consequencias, como, hipertensão arterial, sonolencia excessiva diurna, acidente vascular cerebral e infartos cardiacos, bem como descompesações de doenças, como diabets e outras.

Alexandre Do Amaral

Neurofisiologista, Neurologista

Divinópolis


Grande parte da população de adultos normais ronca pelo menos ocasionalmente. Entretanto, esse ronco pode ser patológico e estar associado à apneia? uma das formas de tratamento do ronco e da apneia é o tratamento cirúrgico. Só existe um tipo de cirurgia do ronco? Existem alguns tipos de cirurgia utilizados, que são indicadas a depender do tipo de obstrução, da anatomia de cada paciente e do grau da apneia. Uma das mais conhecidas e comumente indicada é a uvulopalatofaringoplastia. Esta cirurgia visa a retirar o excesso de tecidos moles que vibram no palato e na garganta - entre eles a úvula (campanhia) e o palato mole.

Dependendo da gravidade do problema será indicado o Desenvolvida por especialistas norte americanos a Placa Intra Oral apresenta ótimos resultados com baixo desconforto para os pacientes. A placa intra – oral funciona posicionando adequadamente a mandíbula, evitando desta forma que o tecido relaxado da farine bloqueie a passagem do ar. Além da fácil adaptabilidade dos pacientes, outro ponto positivo da placa é que ela é um tratamento conservador, ou seja, não agride e é reversível, o oposto de algumas cirurgias que buscam a solução do mesmo problema. A placa intra- oral é um tratamento realizado por dentistas com formação e treinamento específicos para o tratamento de distúrbios do sono.

Dentre os vários distúrbios do sono, destaca-se hoje a síndrome da apneia e hipopneia obstrutiva do sono, caracterizada pela ocorrência repetitiva de obstrução total (apneia) ou parcial (hipopneia) das vias aéreas superiores durante o sono, causando diminuição da oferta de oxigênio ao organismo que para se manter vivo tem que se acordar para voltar a respirar, levando à privação de sono. Os fatores que predispõem à síndrome da apneia e hipopneia obstrutiva do sono são: obesidade, sexo masculino, alterações craniofaciais (ex. queixo pequeno, língua grande), aumento da circunferência cervical, obstrução nasal, entre outros.

É a parada respitoria durante o sono, geralmente acompanhada de roncos. Pode acontecer em crianças, geralmente devido a rinite alérgica, hipertrofia de adenoide e/ou amigdalas. Em consulta posso realizar uma avaliação inicial e assim indicar um tratamento que pode ser inicialmente medicamentoso e se não melhorar, cirúrgico o qual realizo no hospital IPO em sábado pela manha com alta no mesmo dia. E o adulto, pode ter as mesmas causas, além da obesidade, alteração da arcada dentaria, proporção da língua em relação a boca. A avaliação inicial, posso realizar no mesmo dia da consulta e assim indicar possíveis tratamentos e provável indicação de uma polissonografia.

Apneia do Sono Obstrutiva é a interrupção da respiração ocasionada por um fechamento da via aérea superior mesmo que haja um esforço respiratório tóraco-abdominal. Alguns exames podem nos auxiliar a localizar o ponto onde há esta redução do espaço ou mesmo o fechamento.

Apnéia é quando o paciente deixa de respirar por alguns segundos durante o sono. A causa é a obstrução da passagem de ar devido à uma série de fatores. Nós podemos ajudar no tratamento do ronco e da apnéia através da confecção de aparelhos bucais removíveis e confortáveis para uso noturno que mantém a passagem de ar aberta durante o sono.

Dr. Rowan Vilar

Dentista

Rio de Janeiro

Agendar uma visita

A síndrome da apneia obstrutiva do sono é caracterizada por repetidas pausas respiratórias durante a noite, associadas a episódios frequentes de queda do oxigênio e despertares noturnos. Ela esta relacionada a uma série de repercurssões clínicas como por exemplo: hipertensão arterial sistêmica, acidente vascular cerebral, obesidade, diabetes, impotência, perda de memória, entre outras... O diagnóstico é realizado através do exame da polissonografia.

Lucia Joffily

Medico do sono, Otorrino

Rio de Janeiro

Agendar uma visita

A apneia do sono é uma doença grave em que a respiração para repetidamente por tempo suficiente para interromper o sono e, muitas vezes, diminui temporariamente a quantidade de oxigênio e aumenta a quantidade de dióxido de carbono no sangue. Pessoas com apneia do sono frequentemente ficam muito sonolentas durante o dia, roncam alto e ficam ofegantes ou têm episódios de asfixia, interrupções na respiração e despertares súbitos com engasgos. O tratamento consiste no uso de um aparelho (para dormir) que posiciona a mandíbula mais para frente, assim liberando as vias aéreas da faringe, permitindo a passagem de ar e retomada da respiração normal.

André Luis Linhares

Dentista

Goiânia


O ronco é a vibração do ar no seu percurso do nariz até a entrada do pulmão. Roncar diariamente não é normal! É um distúrbio que afeta 30% da população adulta. Qualquer estreitamento nesta passagem de ar pode se transformar em ronco. Durante o sono a musculatura da garganta se torna flácida e a língua e outros tecidos podem obstruir a passagem de ar causando inclusive paradas na respiração, mais conhecida como "apneia" que deve sempre ser investigada. Se você se identifica com essa situação, procure seu otorrino.

A Síndrome da Apneia Obstrutiva do Sono não tratada é hoje reconhecida como um fator de risco independente para o desenvolvimento de certas comorbidades e aumento da mortalidade. Sugere-se até que a SAOS deva ser considerada uma doença sistêmica, e não apenas uma doença localizada na via aérea superior (VAS). O impacto sistêmico pode envolver consequências cardiovasculares e metabólicas. O tratamento é individualizado e envolve modificações do estilos de vida, uso de aparelhos de pressão de via aérea (CPAP), traventos farmacológicos, aparelhos orais e cirurgias (nasais, faríngeas e crânio faciais).

Janaína Kopp

Otorrino

Rio de Janeiro

Agendar uma visita

Tratamos a apnéia após o diagnóstico ter sido feito por um neurologista no Instituto do Sono e se o paciente apresentar menos que 35 apnéias, realizamos a moldagem e confecção da Placa para Ronco e Apnéia do Sono. Quando o paciente ronca, temos também o recurso de estar fazendo as aplicações de Toxina Botulínica aonde aumentaremos a dose gradualmente até atingir a dose correta e individualizada para cada paciente.

A Apneia do sono é a obstrução das vias aéreas por alguns momentos durante a noite, pela flacidez dos tecidos da garganta, impedindo a respiração por alguns segundos, varias vezes por noite, e o ronco é a vibração dos tecidos da garganta quando o ar passa. A pessoa acorda cansada e indisposta. A apnéia pode levar a problemas sérios de saúde e pode e deve ser tratada.

Ronaldo Magalhães De Souza Lima

Dentista

Belo Horizonte


Sinais e sintomas observáveis e tratáveis pela ortopedia Funcional dos Maxilares: apneia do sono, bruxismo(ranger de dentes, acomete 40% da população brasileira), apertamento diurno, estalos nas ATMs, dores de cabeça e na região cervical (pescoço), zumbido no ouvido, dor de ouvido. Mordida aberta, sobremordida, mordida cruzada, atresia dos maxilares, entre outras questões.

A Apnéia mais comum que o especialista trata é Apneia Obstrutiva do Sono. Ela é um disturbio do sono muito mais comum que se imagina e suas consequências podem ser drásticas. Ela se caracteriza por episódio de perda de ar durante o sono, o que causam problemas circulatórios, cardíacos, endocrinológicos, neurológicos, dentre outros. Este distúrbio deve ser detectado e tratado o mais rápido possível, pois este pode causar, inclusive, a morte de quem sofre deste mal.

Catarina Do Prado Riva

Dentista

Vitória


Você observa seu filho dormindo? O sono da criança deve ser tranquilo! Sono perturbado e Ruidoso NÃO é normal e o ronco é sempre um sinal de desconforto respiratório. Os pequeninos que roncam e respiram pela boca devem ser avaliados, pois frequentemente apresentam algum grau de obstrução das vias aéreas superiores. Em estágios mais avançados, a criança pode apresentar também apneia do sono. As repercussões do sono perturbado e da respiração crônica pela boca incluem distúrbios do desenvolvimento pôndero-estatural e principalmente dos ossos da face, perda de urina pela cama, agitação, problemas comportamentais e até mal desempenho escolar.

Dra. Viviane Pandini

Otorrino

Jundiaí

Quais profissionais tratam Apnéia?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.