Especialistas em Dor abdominal em mulheres

O que causa dor abdominal no abdome inferior ou na pelve?

Todas as mulheres experimentam desconforto abdominal ou dor no abdômen inferior ao longo do tempo e, muitas vezes antes ou durante a menstruação.

Em muitos casos, é difícil identificar a causa da dor, mas notar alguns sinais pode ajudar o paciente e o médico a chegar a um diagnóstico muito provável.

As causas mais comuns são:

  • Uma alteração do trato urinário, tais como problemas de bexiga ou rins
  • Um distúrbio intestinal
  • Um processo relacionado com o sistema reprodutivo: útero, trompas ou ovários.

Tipo de dor que surgem no trato urinário

A dor pode indicar doenças do trato urinário, como cistite ou inflamação da bexiga por uma infecção, inflamação de um ou ambos os rins (pielonefrite), pedras nos rins ou tumores.

Os sintomas típicos desses processos são uma sensação de ardor ao urinar e a necessidade de urinar com mais frequência. Além disso, a dor que se move a partir da região lombar para os órgãos genitais pode sugerir uma infecção nos rins, ou  muitas vezes  uma pedra renal.

A dor que causa pedras nos rins pode ser especialmente intensa e atende pelo nome de cólica renal. A presença de sangue na urina sugere a possibilidade de infecção, pedras nos rins ou na bexiga ou até mesmo um tumor desses órgãos. Tumores benignos e malignos podem se manifestar inicialmente desta maneira por isso um sangramento do trato urinário deve ser examinado por um médico.

Tipo de dor decorrente de distúrbios do intestino

O intestino pode dar origem a uma variedade de sintomas, incluindo dor. Constipação e diarréia podem ser dolorosas em si mesmas, e mudança no hábito intestinal normalmente identifica a dor como proveniente do intestino. Dor intestinal é frequentemente descrita como cólicas, ou seja, como uma cólica. Isso significa que o desconforto abdominal ou dor aparece intermitente, em ondas, com intervalos de pouca dor ou desconforto e ausente alternando com uma dor curta e acentuada que às vezes leva o paciente ao banheiro para evacuar, geralmente com diarréia.

O inchaço do abdómen e a necessidade de expulsar os gases do estômago, às vezes  pode doer. Issoocorre em muitas doenças intestinais como a síndrome do intestino irritável.

O aparecimento de sangue vermelho nas fezes ou no ânus, ou fezes pretas devem ser relatado ao médico, pois podem ser sinais de alerta e precisam ser investigadas.

Tipo de dor decorrente de distúrbios reprodutivos

A dor pode ter origem no útero (útero), trompas ou ovários. Geralmente a mulher percebe a dor no abdômen inferior, uma área entre o umbigo e o início dos pêlos pubianos. Às vezes a dor é deslocada para um lado, o que é típico de uma dor de trompas ou ovários (anexo ao útero).

A mulher pode sentir desconforto ou mesmo dor na pélvis durante o sexo (relação sexual), que é chamada dispareunia. Ou dor uterina durante a menstruação é chamado de matriz de dismenorréia. Alguns distúrbios dos órgãos reprodutivos que causam dor incluem endometriose, doença inflamatória pélvica, cistos ovarianos, miomas ou fibromas do útero e outros problemas associados com o início da gravidez, como aborto espontâneo e gravidez ectópica (quando existe uma gravidez anormal fora da cavidade uterina).

Em caso de dor abdominal inexplicável ou necessidade inexplicável, súbita e intensa procure um médico.

Como o médico pode lhe ajudar?

  As repentinas dores agudas são sempre preocupantes, mas a dor crônica pode também ter implicações sérias e deve-de fazer uma consulta médica. Deverá haver relatos sobre questões relacionadas com a urina, regulação e fezes. Também pergunta-se se o paciente teve náusea, vômito ou febre. Se for o caso pode fazer perguntas sobre questões pessoais e emocionais, tais como família, amigos, trabalho e vida sexual do casal.

Então prosseguir com a exploração, o que envolve o exame e palpação do abdômen e genitália interna, muitas vezes. Outros testes clínicos ou tratamentos serão determinados com base nas características da dor e os resultados do exame médico.

Encontre um especialista na sua cidade:

  • Debora Santos Dos Santos

    Debora Santos dos Santos

    Ginecologista
    • Av. Sete de Setembro, 4923 - Sala 1701, Curitiba

      Av sete de setembro, 4923 - sala 1701 Batel - Curitiba-PR

    A Dra. Debora é muito atenciosa com suas pacientes, explica tudo de forma muito clara. Médica muito profissional, informada e cuidadosa. Sou paciente ...
  • Henrique Campante Oliveira

    Henrique Campante Oliveira

    Ginecologista
    • SGAN 607 (Medical Center bloco A, sala 301), Brasília

      Gestação Clínica

    Excelente médico. Acompanho há anos. Muito cuidadoso e atencioso. Explica tudo, com muita paciência e oferece as possibilidades de tratamento com obje...
    Disponível em: ter 7 abr
    Agendar consulta
  • Thayane Oliveira Da Silva

    Thayane Oliveira Da Silva

    Ginecologista
    • Avenida Francisco Sales, 1420 sala 1403, Belo Horizonte

      Essence Med Consultórios Médicos

    Ótima médica.. atenciosa Nos deixa a vontade...explica muito bem Consultório organizado ...super indico
    Disponível em: ter 7 abr
    Agendar consulta
  • Alessandro Neves

    Alessandro Neves

    Ginecologista
    • R. Dr. Alceu de Campos Rodrigues, 46 - CJ 127, São Paulo

      Clinica Dr Alessandro Neves

    Passo nesse medico ha muito tempo, e mesmo com agenda apertada nao deixo de retornar. Otimo profissional
    Disponível em: seg 6 abr
    Agendar consulta
  • Marcos Leite Santos

    Marcos Leite Santos

    Ginecologista
    • Rodovia Doutor Antônio Luiz Moura Gonzaga, 3339. Bloco B. Sala 116, Florianópolis

      Espaço Binah

    Atencioso. Nos deixa a vontade para conversar sobre. Nossos problemas e sem dúvida demonstra que save ouvir. Discute e explica detalhadamente o que es...
  • Michele Bonotto

    Michele Bonotto

    Gastroenterologista, Endoscopista, Médico clínico geral
    • Av. Mostardeiro,5 - Sala 1009, Porto Alegre

      Consultório particular

    Suas explicações são bem detalhadas, além de ótima profissional és muito querida , com toda certeza tens minha indicação.
    Disponível em: seg 6 abr
    Agendar consulta