Especialistas em Hérnia inguinal

O que é uma hérnia inguinal?

Uma hérnia inguinal é uma protuberância na virilha, e ocorre quando um defeito na parede muscular da região inguinal permite que o conteúdo abdominal (geralmente do intestino ou bexiga) apareça sob a pele coberta por um saco de peritônio.

Podemos distinguir três tipos de hérnia na virilha

Hérnia inguinal indireta:

ocorrendo geralmente em homens jovens e meninos, e podem estar presentes desde o nascimento. Quando evolui pode descer para o escroto.

Hérnia inguinal direta:

geralmente ocorrem em homens de meia idade ou avançado, e muitas vezes em ambos os lados.

Hérnia femoral:

geralmente ocorrem em mulheres mais velhas.

Quais são os sintomas de uma hérnia inguinal?

Normalmente, você vê uma protuberância na região da virilha que aumenta de tamanho com o esforço e diminui ou desaparece em repouso ou na cama. Pode ser acompanhado por vários graus de dor local, até mesmo para evitar a atividade diária. O risco da hérnia inguinal é o estrangulamento.

Hérnia estrangulada é muito dolorosa. A protuberância inguinal parece dura e tenso ao toque, e não pode ser reintroduzida no abdómen. Geralmente aparecem também náuseas e vômitos, e pode ter abdômen distendido. Esta situação precisa de atenção médica urgente, porque em poucas horas o intestino pode ser perfurado por falta de irrigação sanguínea, causando peritonite.

Quais são os fatores de risco para o desenvolvimento de uma hérnia inguinal?

Predispostas a desenvolver uma hérnia inguinal:

  • O enfraquecimento dos tecidos devido à idade
  • Obesidade
  • Gravidez
  • O intenso esforço dos músculos abdominais (levantamento de pesos, prisão de ventre habitual, tosse persistente)

Quando é necessário tratar uma hérnia inguinal?

O único tratamento definitivo para a hérnia inguinal é a cirurgia. Em geral, devem ser operados todos os pacientes com hérnia inguinal, com duas exceções:

  • Pacientes com alto risco para cirurgia
  • Pacientes com hérnia inguinal direta e idosos que não têm sintomas.

Nestes casos, uma cinta pode ser útil.

Cirurgia de hérnia inguinal

Através de várias técnicas o conteúdo herniado é reintroduzido no abdómen, e reparado o defeito na parede muscular da virilha. O procedimento é realizado em regime de cirurgia ambulatorial, ou de curta duração.

O fechamento do defeito que causa a hérnia muscular pode ser realizado:

  • Usando a abordagem e sutura direta dos músculos e tecidos fibrosos da virilha.
  • Pelo reforço com prótese de malha ou de materiais biocompatíveis. O uso de malha permite um reparo com menos tensão, por isso é a técnica mais utilizada hoje em dia. Reparação de malha é especialmente indicada para hérnias grandes, hérnias bilaterais e hérnia direta reproduzida. Pelo contrário, há um pequeno risco de infecção ou rejeição da malha.

A intervenção pode ser realizada por inguinal convencional ou laparoscópica:

  • Inguinal: através de uma incisão de 5-10 cm na virilha. A anestesia pode ser regional (peridural, espinhal), ou local.
  • Malha por laparoscopia, através de quatro incisões 5-10 mm na parte inferior do abdômen, a hérnia é reduzida e colocada para dentro. Geralmente requer anestesia geral. Hoje é debatida, e há estudos clínicos que levantam dúvidas sobre se o procedimento laparoscópico oferece uma vantagem sobre a cirurgia convencional.

Qual é o resultado da cirurgia?

A hospitalização é geralmente menos de 24 horas. Pode haver alguma tensão e dor durante a primeira semana. Não raro, hematomas na virilha ocorrem após a cirurgia, a maioria deles limitados e não requerem tratamento diferente à espera de ser desaparecendo. O retorno às atividades normais ocorre entre 2 e 4 semanas, embora seja aconselhável evitar os grandes esforços por 8 semanas. A taxa de reprodução das hérnias inguinais operadas varia entre 1% e 5%, sendo mais freqüente em pacientes idosos, e hérnias diretas ou já reproduzido acima.

Encontre um especialista em Hérnia Inguinal na sua cidade:

  • Thais Leiros

    Thais Leiros

    Cirurgião geral
    • Rua Visconde de Pirajá n 330 sala 1014, Rio de Janeiro

      Consultório particular

    Disponível em: qui 27 fev
    Marcar uma consulta
  • Flavio Rody Da Silva Vianna

    Flavio Rody Da Silva Vianna

    Cirurgião do aparelho digestivo, Cirurgião geral
    • Avenida Divino Espírito Santo, 870, Divinópolis

      Consultório Particular

    Excelente médico, super competente e atencioso. Atendimento tranquilo e muito educado. Recomendo. Obrigada Dr Flávio.
    Disponível em: qua 26 fev
    Marcar uma consulta
  • Alessandro Louzada

    Alessandro Louzada

    Cirurgião do aparelho digestivo, Cirurgião geral
    • Av. Santos Ferreira 1864, Canoas

      Digeclin

      Av. Getúlio Vargas nº 5600, Canoas

      DigeClin

    Explicações e orientações esclarecedoras. Profissional bastante didático em suas considerações. Muito bom o atentimento.
    Disponível em: seg 2 mar
    Marcar uma consulta
  • Jorge Luiz Coberio Chaves

    Jorge Luiz Coberio Chaves

    Cirurgião geral, Angiologista
    • R. Cardoso de Morais, 61 - 1109, Rio de Janeiro

      Consultório particular - Dr Jorge Luiz Coberio Chaves

    Profissional competente. Exelente atendimento, secretária simpatica e atenciosa. Consultório amplo. Valor da consulta dentro da tabela dos médicos. Lo...
    Disponível em: seg 24 fev
    Marcar uma consulta
  • Diego De Andrade Costa Mota

    Diego De Andrade Costa Mota

    Cirurgião do aparelho digestivo, Cirurgião geral
    • Rua dos Aimorés 3000, Belo Horizonte

      Hospital Day Vera Cruz

      Rua Paracatu, 872 , Belo Horizonte

      CVE Clínica Cirúrgica Vídeo Endoscópica

      Bernardo Guimarães, 2785, Belo Horizonte

      Mais Saúde - MaterDei

    Dr.Diego e muito atencioso com seus pacientes ótimo profissional Recomendo a todos os que nessecita
    Disponível em: qui 27 fev
    Marcar uma consulta
  • Daniel Kendi Fukuhara

    Daniel Kendi Fukuhara

    Cirurgião do aparelho digestivo, Cirurgião geral
    • Rua Loefgreen, 1304, 11° andar - salas 111/112, São Paulo

      Medvital

    Pontos positivos Excelente médico, competente, atencioso. Características raras encontradas nos médicos de Hoje. Super Recomendo.
    Disponível em: ter 3 mar
    Marcar uma consulta