Abuso De Substâncias - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Abuso De Substâncias

Os especialistas falam sobre a Abuso De Substâncias

Para o tratamento de abuso de substâncias, seja álcool, drogas ou cigarro, as sessões são realizadas com base nas experiências de vida do indivíduo que o levaram a tal abuso, realizando uma releitura das situações, acompanhando todo o seu histórico e utilizando a reflexão para auxiliá-lo neste momento. Das práticas que auxiliam esse tratamento há a hipnose, que se mostra muito eficiente no controle do consumo das substâncias.
Jéssica Moura Piovan
Jéssica Moura Piovan Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

|

São Paulo

Tratamento para dependentes de alcool, cocaina, craque dentre outras drogas.
Renato Mota
Renato Mota Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicólogo

|

Montes Claros

Os transtornos de uso de substâncias se caracterizam pelo uso continuado de uma substância (álcool, tabaco, maconha, cocaína, tranquilizantes, alucinógenos, anfetaminas), apesar de problemas recorrentes devidos ao seu uso. A gravidade do transtorno é variável e é errado acreditar que só tem problema de "vício" quem nunca consegue parar de usar ou quem tem graves prejuízos devido ao uso. A maioria das pessoas consegue parar de usar por períodos mais ou menos longos e a maioria delas continua a desempenhar suas atividades razoavelmente bem - a piora é gradual e as primeiras queixas frequentemente vem de amigos e familiares, incomodados por comportamentos que associam ao uso de drogas.
Ivan Mario Braun
Ivan Mario Braun Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

|

São Paulo

Recentemente participei do curso do Instituto Fraternal de Laborterapia cujo o tema principal foi sobre o abuso das substancias e a prevenção e orientação sobre o alcoolismo e outras drogas. Enfatizo que atualmente já é comprovado que a utilização de substancias químicas alteram o estado mental dos usuários e para garantir uma melhor qualidade de vida é indispensável o acompanhamento de uma equipe multidisciplinar, com psicólogos, psiquiatras, nutricionistas, entre outros. Estou á disposição caso esteja passando por este sofrimento.
Valéria Medeiros Da Silva
Valéria Medeiros Da Silva Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

|

São Bernardo do Campo

O objetivo do acompanhamento psicológico é prestar assistência preventiva, curativa e de reabilitação, por meio da psicoterapia individual. A intenção é que, a partir do uso de técnicas de prevenção e de recaída, a pessoa consiga atingir a abstinência e, com isso, seja capaz de readaptar-se socialmente, elaborando as suas dificuldades pessoais e tendo consciência das questões relacionadas ao seu vício e a possibilidade de recaída.
Carolina Marins
Carolina Marins Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

|

São José dos Campos

Ver mais

Tem perguntas sobre Abuso De Substâncias?

Nossos especialistas responderam 10 perguntas sobre Abuso De Substâncias.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

A dependência química pode ser tratada via medicação se como um tratamento associado a psicoterapia cognitivo comportamental. É necessário um trabalho com psicólogo inicialmente e, caso necessário, ela fará a indicação para psiquiatra que avaliará a necessidade. Espero ter esclarecido.

  • 169
  • 104
  • 119
Ana Paula Gonçalves Donate Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

São Paulo

Qualquer tipo de droga pode provocar dependência química e psicológica. Muito importante cuidar da saúde mental para que, mesmo em uso recreativo, os danos não sejam devastadores, podendo comprometer não só a parte clínica como também emocional, social, profissional, etc.

  • 5
  • 20
  • 6
Fernanda Montanholi Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

Rio de Janeiro

Marcar consulta

O antidepressivo potencializa o efeito de outras substâncias e essas outras substâncias potencializam o efeito do antidepressivo. O quantum varia de pessoa para pessoa, mas significa que uma dose de álcool, por exemplo, pode ter, no corpo, o mesmo efeito que 3 doses. Então, fica claro que o uso concomitante de antidepressivo e cocaína é completamente contra-indicado, pois os riscos não são possíveis de serem mensurados.

  • 669
  • 249
  • 328
Paulo Renato Oliveira Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicanalista, Psicólogo

Rio de Janeiro

Marcar consulta

Que tipo de efeito você aguardava? A ação da Cannabis, respondendo de maneira bem simples e ampla: possui um componente fisiológico (aumento da percepção, da sensibilidade audiovisual, vasodilatação, etc) e um psicológico(reduz a ansiedade, o controle do "superego" e etc, o que é muito subjetivo, podendo funcionar como fuga pra uns ou como desestressador para outros, depende da condição psicológica e por isso tão polêmica!) .A que efeito você se referiu?

  • Obrigado 0
  • 1 especialista está de acordo
  • 8
  • 4
  • 2
Ana Paula Fest Muller Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

Salvador

Marcar consulta

Ver as 10 perguntas sobre Abuso De Substâncias