Agorafobia - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Agorafobia

Os especialistas falam sobre a Agorafobia

Trata-se de um estado psicológico onde a pessoa sente-se com medo, ansiosa ou desconfortável em locais e situações onde ela acredita que terá algum tipo de sintoma (passar mal). Assim, esses locais ou situações passam a ser evitados, o que gera prejuízo ao sujeito. O tratamento deve incluir, necessariamente, iniciativas em psicoterapia, e, caso necessário, medicações.
Ledo Daruy Filho
Ledo Daruy Filho Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

|

Caxias Do Sul

A agorafobia trata-se de uma condição em que o medo de morrer ou de passar mal em público é o principal desfecho temido pelo paciente. Trata-se de doença tradicionalmente ligada ao transtorno de pânico, mas pode ocorrer isoladamente. É uma condição psiquiátrica tratada principalmente por psicoterapia, mas pode também ser passível de tratamento com medicamentos psiquiátricos, a depender do caso específico.
Dr. Igor Emanuel Vasconcelos e Martins Gomes
Dr. Igor Emanuel Vasconcelos e Martins Gomes Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

|

Fortaleza

Agorafobia é uma perturbação de ansiedade caracterizada por sintomas de ansiedade em situações que a pessoa percepciona como inseguras ou das quais é difícil sair. Entre estas situações estão espaços abertos, tráfego viário, centros comerciais ou simplesmente qualquer situação em que a pessoa se encontre fora do local de residência. Quando a pessoa se encontra numa destas situações, o sintoma mais comum é um ataque de pânico. Para que seja diagnosticada agorafobia, os sintomas devem-se manifestar praticamente sempre que a pessoa se depara com a situação e os sintomas devem-se manifestar por mais de seis meses.
Dr. Anderson Faria Garcia
Dr. Anderson Faria Garcia Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicólogo

|

Uberlândia

Segundo o Manual de Diagnóstico e Estatística da Associação Psiquiatra Americana (DSM-IV), a palavra é usada para definir comportamentos de esquiva, que aparecem quando a pessoa se encontra em situações ou locais dos quais seria difícil ou embaraçoso escapar ou mesmo receber socorro se algo de errado acontecesse. Nos casos mais graves, a agorafobia compromete a vida social e profissional dos pacientes.A principal característica da agorafobia é estar associada ao transtorno de pânico. Geralmente, a pessoa relaciona esse transtorno a determinadas situações ou ambientes e passa a evitá-los com medo que deflagrem ataques de pânico. Por exemplo, sair de casa sozinha. Se algum dia ela saiu de casa
Roberta Kelly de Sousa Araújo

Psicanalista, Psicóloga

|

Rio de Janeiro

A agorafobia é um transtorno de ansiedade que é muitas vezes referido como: medo incontrolável de espaços abertos, transportes públicos, grandes espaços abertos, etc. Geralmente baseada em uma preocupação persistente sobre a possibilidade de vir a ter ataques de pânicos ou perder o controle em publico. O tratamento indicado é terapia que ajuda a mudar as crenças (pensamentos negativos) aos poucos vai resgatando uma confiança para lidar com as situações que passara ser comum no dia a dia, medicamentos somente para cenários extremos. Por isso a importância de procurar ajuda.
Célia Cristina Teixeira

Psicóloga

|

Belo Horizonte

Ver mais

Tem perguntas sobre Agorafobia?

Nossos especialistas responderam 20 perguntas sobre Agorafobia.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

Olá Imagino que não esteja fácil lidar com essa situação para você. Mas é preciso avaliar algumas coisas, se o seu medo está impedindo você de fazer as coisas de seu cotidiano, acredito que seja o momento de procurar ajuda de um psicólogo, pois o profissional poderá fazer uma avaliação adequada e colaborar para que você recupere sua autonomia em relação a vida. Espero ter ajudado. Um Grande Abraço.

  • 12
  • 21
  • 9
Juliana Rossi de Barros

Psicóloga

Santo André

O primeiro passo você já deu...o fato de comentar com profissionais da saúde, com certeza você terá inúmeros pareceres, mas as respostas se resume a uma só...procure um profissional para que você consiga se abrir e lhe auxiliar no tratamento. Abs

  • 472
  • 203
  • 617
Dr. Sebastião Nascimento Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicólogo, Sexólogo

Manaus

O diagnóstico pode ser feito por Psicólogo Clínico ou por Psiquiatra. Dependendo da intensidade dos sintomas, pode ser necessário o uso de medicamentos psiquiátricos por algum tempo. É fundamental fazer um tratamento com Psicólogo Clínico, independente de sua formação (Não há nenhuma base científica séria que confirme que determinada abordagem A seria melhor ou mais efetiva do que a Psicanálise, ou a Gestalt, ou a terapia Junguiana, ou o Humanismo, ou o Existencialismo ou qualquer outra linha teórica da Psicologia).

  • 712
  • 282
  • 350
Paulo Renato Oliveira Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicanalista, Psicólogo

Rio de Janeiro

Marcar consulta

Normalmente o remédio começa a fazer efeito dentro de 10 a 15 dias, porém demora até 45 dias para o remédio ter 100% de efeito.

  • 47
  • 25
  • 27
Thatianne Oliveira Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

Campinas

Marcar consulta

Ver as 20 perguntas sobre Agorafobia