Alergia Dermatológica - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Alergia Dermatológica

Os especialistas falam sobre a Alergia Dermatológica

Entenda melhor quais as reações alérgicas às picadas de insetos: O tratamento sugerido para as crises é a associação de anti-histamínicos orais e corticosteroides tópicos. Não é indicada a automedicação, pois existem pomadas de anti-histamínicos, por exemplo, que podem ser fotossensibilizantes, ou seja, quando a pessoa sai em ambiente ensolarado pode provocar queimaduras. Essa informação somente o especialista pode fornecer. Não é incomum o paciente comprar pomadas com associação de corticosteroides e outras substâncias que não tem nada a ver com picada de inseto, e portanto pode piorar a lesão. A orientação, portanto, é procurar um médico especialista que possa indicar o melhor tratamento.
Dra. Rosane Bleivas Bergwerk
Dra. Rosane Bleivas Bergwerk Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Alergista, Pneumologista

|

São Paulo

Quase todos os dias atendo pelo menos um paciente com algum tipo de alergia de pele. A mais frequente na região de Curitiba é a dermatite atópica. Esta é tão comum que, muitas vezes, o paciente já chega com o diagnóstico, desejando obter orientações a respeito de seu tratamento. Tenho extensa experiência no diagnóstico e tratamento da dermatite atópica e de todas as outras alergias de pele.
Dr. Andre Lauth
Dr. Andre Lauth Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Dermatologista

|

Curitiba

A alergia na pele se apresenta como uma reação inflamatória que pode manifestar-se na pele de diferentes regiões do corpo. Mãos, pés, boca, braços, pescoço, pernas, costas ou barriga são as áreas mais comumente afetadas. Ela pode causar sintomas como vermelhidão, coceira e bolinhas brancas ou avermelhadas na pele. Além disso, em alguns casos a alergia na pele pode levar a outros problemas como angioedema alérgico por exemplo. A alergia na pele pode ter diferentes causas Procure sempre um Dermatologista.
Dra. Luciane Pesqueira
Dra. Luciane Pesqueira Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Dermatologista, Especialista em Medicina Estética

|

São Paulo

A dermatite atópica é uma doença inflamatória, comum em bebês e crianças.Geralmente, está muito relacionada à genética e associada a doenças como asma e rinite alérgica. Comumente começa na infância, podendo melhorar até a fase adulta. A pele é seca e sensível e há muito prurido (“coceira”). Geralmente, as lesões aparecem no rosto, pescoço, atrás dos joelhos, na região dos cotovelos, nádegas. Há períodos de melhora e exacerbação com crises de coceira, descamação, rachaduras e vermelhidão na pele. Ela não tem cura, mas é possível controlar os sintomas. É importante tomar banhos rápidos e mornos, usar pouco sabonete e bastante hidratante. Nas crises, há opções de pomadas e antialérgicos orais.
Caroline B. Batista
Caroline B. Batista Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Dermatologista

|

Curitiba

A Dermatite atópica ou Dermatite alérgica acomete 10% de nossas crianças, pode durar até a adolescência. Até hoje não tem cura, porém tem tratamento pois já se conhece seus mecanismos. Sabe-se que tem carácter genético. Estudos recentes indicam que seja devido a um defeito na barreira cutânea. Por esse motivo deve-se evitar uso de sabonetes abrasivos, banhos quentes, prolongados. Deve-se fazer uso de creme hidratante com boa frequência. Nos últimos 15 anos alguns estudos indicaram uma relação cronológica entre dermatite alergica, rinite alérgica e asma. Esta relação foi chamada de marcha atópica porque os indivíduos que tem dermatite atópica geralmente vão desenvolver rinite alérgica e asma.
Dr. Eduardo Duque Estrada Medeiros
Dr. Eduardo Duque Estrada Medeiros Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Alergista, Especialista em Medicina Estética

Ver mais

Tem perguntas sobre Alergia Dermatológica?

Nossos especialistas responderam 47 perguntas sobre Alergia Dermatológica.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

Sim, isto realmente é possível , além de quê em muitos casos um produto usado há muitos anos pode sofrer alguma mudança interna na sua composição (imperceptível ao usuário ) e passar assim a ter um novo estímulo alergênico antes inexistente. Sugiro que procure um médico alergologista para uma melhor investigação de sua história clínica e realização dos testes alérgicos necessários

  • Obrigado 1
  • 1 especialista está de acordo
  • 195
  • 74
  • 197
Dra. Soraia Coutinho Rodrigues Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Dermatologista

Salvador

A pele seca pode ser causada por fatores internos (como falta de vitaminas, desidratação, idade, doenças como hipotireoidismo, uso de medicações) e/ou por fatores externos (como banhos quentes, uso de sabonete inadequado, uso de cremes que perfumam mas não hidratam, alergia a certos tipo de tecidos). É importante que você procure seu Dermatologista para avaliar sua pele e indicar o tratamento adequado.

  • 23
  • 22
  • 47
Dra. Nathália Matos Gomes

Dermatologista

Manaus

Boa noite, A urticária é um sintoma que pode estar associado a reações denominadas imediatas e pode ser acompanhada de angioedema (inchaço), broncoespasmo (chiado) e anafilaxia. Este não é o único tipo de reação alérgica, logo pode existir sim reações sem o aparecimento de urticária (ex. Dermatite atópica, Asma, farmacodermia..); até mesmo reações imediatas podem ocorrer sem seu surgimento. O ideal é ser avaliado pelo alergista para a melhor definição do quadro. A disposição.

  • Obrigado 1
  • 1 especialista está de acordo
  • 81
  • 57
  • 271
Dr. Alex Lacerda Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Alergista

São Paulo

Marcar consulta

Olá. Uma queixa de alergia no couro cabeludo é muito genérico para sabermos exatamente o que é, pois existem diversas doenças do couro cabeludo que podem mimetizar uma alergia, e uma delas é a psoríase do couro cabeludo. Em se pensando em psoríase do couro cabeludo não acho que Talsutin seja a melhor indicação pois é a associação de dois antibióticos apenas, e seria necessário corticoide, além de outros componentes. Por outro lado, não sabemos se essa alergia está infectada, o que poderia ter a indicação dos antibióticos. Eu sugiro o exame clínico inicial por um dermatologista e possíveis exames complementares. Att, Dra Juliana.

  • 1
  • 0
  • 0
Dra. Juliana Ribeiro Gomes Bogado Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Dermatologista, Especialista em Medicina Estética

Rio de Janeiro

Marcar consulta

Ver as 47 perguntas sobre Alergia Dermatológica