Amputação Traumática - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Amputação Traumática

Os especialistas falam sobre a Amputação Traumática

Amputações de partes do corpo geram, frequentemente, sofrimento psíquico, como crises de angústia, medos, desinvestimento na vida, etc. Isto porque ocorre uma alteração da imagem corporal, o que faz com que, em muitas situações, o paciente não se reconheça mais no próprio corpo, originando conflitos psíquicos. Desta forma, um trauma físico pode gerar traumas psíquicos, incapacitando o sujeito nas suas atividades, como trabalhar, relacionar-se com as pessoas, etc. Essas consequências psíquicas exigem tratamento, que tem como objetivo impedir uma estagnação e auxiliar na criação de novas possibilidades de vida, reconstruindo a imagem corporal na medida em que reconstrói as próprias escolhas.
Deborah Melo

Psicóloga

|

Rio de Janeiro

A amputação carrega uma reação emocional traumática, pois não somos neurologicamente preparados para nos separar de uma parte de nosso corpo. Do ponto de vista da emoção, considera-se que o tipo de sensibilidade da pessoa, irá definir a intensidade de sua reação. A sensibilidade está ligada ao tipo de vivência afetiva que o corpo recebeu. Além disso temos também uma representação mental do corpo físico, com profundas implicações neurológicas que foi sendo construída a partir das experiências das funções que o corpo realiza. Em resumo pode-se dizer que há muitas dimensões conscientes e inconscientes a serem cuidadas, quando acontece a amputação. O trabalho corporal que realizo é indicado.
Maria de Lourdes Tomé

Psicóloga

|

São Bernardo do Campo

Tem perguntas sobre Amputação Traumática?

Nossos especialistas responderam 3 perguntas sobre Amputação Traumática.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

Boa tarde! O reimplante de amputações do dedo não está indicado em todas a situações! É uma análise que deve ser realizada no atendimento de emergência! Além disso, caso indicado, existe um tempo limite para a realização do procedimento (se bem conservado pode ser realizado em algumas horas após o trauma). Mas fique tranquilo!!!! Amputação da ponta do dedo possui baixíssima possibilidade de causar maiores problemas funcionais. Inclusive em relação a estética, quanto mais distal (mais para a ponta do dedo) maior a probabilidade de ser imperceptível. Essas preocupações são comuns e totalmente compreensíveis, porém, te garanto que é apenas uma questão de tempo e adaptação! Pode confiar, tudo ficará bem!!!! O acompanhamento com psicólogo irá te ajudar a passar por esses momentos e recuperar a sua auto-estima! Estou a disposição para responder toda e qualquer dúvida sobre isso! Não se preocupe em me mandar mensagem. Entendo perfeitamente a sua preocupupação! Grande abraço!

  • 31
  • 16
  • 11
Dr. Junot Hortêncio de Souza Neto Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ortopedista - Traumatologista

Rio de Janeiro

Marcar consulta

Creio que o cirurgião que fez a amputação poderia responder de forma mais detalhada, mas adianto que não é raro sentir coceira, formigamento, dores... nos "membros fantasmas" como são comumente referendados. Nosso cérebro demora um pouco para se acostumar e reconhecer a amputação. Para algumas pessoas este processo acontece em um prazo é menor e para outros esta demora é muito mais longa. Quanto ao que pode ser feito, segundo o viés da psicologia, recomendo consultar um profissional com experiência em "Imaginação Ativa", hipnose, EMDR e talvez outra técnica similar que possibilite trabalhar com o inconsciente. Espero ter lhe ajudado. Forte abraço

  • 77
  • 108
  • 68
José Luiz Nauiack Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicólogo

Curitiba

Marcar consulta

Um parecer medico( ortopedista especialista em membros superiores, ), seria o correto, este profissional pode dar uma indicação clara quais procedimentos são adequados e quais os resultados. A fisioterapia ajuda e muito , mas também, bem direcionada pelo profissional medico só maximizará os efeitos benéficos desta pratica. Também deixo aqui uma indicação de terapia , seria muito util devido ao evento traumático sofrido , EMDR apresenta bons resultados , a cognitiva também, alem de outras abordagens da psicologia. Um abraço !

  • Obrigado 0
  • 1 especialista está de acordo
  • 10
  • 9
  • 6
Regina Mocellim Dos Reis Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

Curitiba

Marcar consulta

Ver as 3 perguntas sobre Amputação Traumática