Aneurisma Intracraniano - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Aneurisma Intracraniano

Os especialistas falam sobre a Aneurisma Intracraniano

Aneurismas cerebrais são conhecidos por causar hemorragias catastróficas ao se romperem, ameaçando a vida do paciente. Nesse circunstância, o tratamento definitivo excluindo o aneurisma da circulação cerebral é fundamental na busca do melhor resultado clínico possível. Existem duas técnicas para seu tratamento. Sempre que possível (e hoje em dia mais comumente) aneurismas devem ser tratados através de cateterismo cerebral com preenchimento do aneurisma por seu interior até sua completa oclusão. Algumas vezes, porém, ainda é necessário o tratamento microcirúrgico, um procedimento de alta complexidade que exige destreza e experiência para maior segurança na oclusão do aneurisma.
Bruno Loyola Godoy
Bruno Loyola Godoy Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Neurocirurgião

|

Rio de Janeiro

Os aneurismas cerebrais originam-se de alterações na parede dos vasos (artérias) que nutrem o cérebro, podendo resultar em acidentes vasculares com hemorragias. São mais comuns em adultos, embora possam ocorrem em qualquer idade. O tratamento dessas lesões é complexo, considerando a idade e condição geral dos pacientes, a forma dos aneurismas e a presença ou não de sangramento. O tratamento pode ser feito por cirurgia (um “clip” metálico exclui o aneurisma do vaso, evitando o sangramento) ou por técnicas endovasculares (com reconstrução do vaso através de punções arteriais). A discussão específica da melhor técnica para cada caso é feito pelo neurocirurgião com experiência em microcirurgia.
Prof. Dr. Helder Tedeschi
Prof. Dr. Helder Tedeschi Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Neurocirurgião

|

São Paulo

Aneurisma cerebral pode ser tratado de maneira expectante, microcirúrgica ou por embolização. A escolha do melhor tratamento depende da ocorrência ou não do sangramento, características do aneurisma e clínica do paciente.
Dr. Dener Zandonadi
Dr. Dener Zandonadi Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Neurocirurgião, Neurologista

|

São Luís

Aneurismas cerebrais Os aneurismas cerebrais são dilatações de vasos sanguíneos localizados no cérebro. Essas dilatações geralmente apresentam um enfraquecimento da parede do vaso sanguíneo, o que pode resultar na ruptura dessa parede. O quadro de ruptura do aneurisma costuma ser grave, pois resulta em um sangramento dentro do cérebro. O risco de ruptura de um aneurisma depende de diversos fatores, como idade do paciente, tamanho e localização da lesão. Os aneurismas que apresentam um alto risco de ruptura devem ser tratados cirurgicamente.
Dr. Felipe Gonçalves de Carvalho
Dr. Felipe Gonçalves de Carvalho Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Neurocirurgião

|

Rio de Janeiro

Os aneurismas cerebrais são dilatações que se formam na parede de vasos no interior do cérebro. Com o tempo, estes aneurismas podem se romper, ocasionando um grande e grave sangramento cerebral. O tratamento do aneurisma pode ser feito através de duas modalidades: cirurgia e tratamento endovascular. Essa escolha é feita após uma detalhada avaliação do paciente e de exames específicos para esta finalidade. Aqui não há uma regra: o tratamento é sempre feito de forma individualizada. Converse com o seu médico e esclareça todas as suas dúvidas !
Dr. Iuri Neville
Dr. Iuri Neville Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Neurocirurgião

|

São Paulo

Ver mais

Tem perguntas sobre Aneurisma Intracraniano?

Nossos especialistas responderam 11 perguntas sobre Aneurisma Intracraniano.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional da saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

Olá. A decisão de tratar ou não um aneurisma incidental (ou seja, que não rompeu) baseia-se em diversos parâmetros. Os principais são: idade do paciente, tamanho, forma e localização do aneurisma, além de doenças associadas (principalmente hipertensão arterial e uso de cigarros). Preciso informar que um aneurisma maior que 3 mm normalmente é candidato a tratamento, que pode ser através de cirurgia ou embolização (“cateterismo cerebral”), dependendo das características do aneurisma. Converse com um neurocirurgião de sua confiança para falar sobre risco x benefício do tratamento.

  • 17
  • 4
  • 7
Dr. Arthur Pedro da Costa Ribeiro Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Neurocirurgião

São Paulo

O Aneurisma é uma dilatação ( como se fosse um " crescimento") que ocorre de uma forma anormal na parede de um vaso sanguineo (esta dilatação pode ser causada por um enfraquecimento da parede do vaso, um trauma ou por alguma doença vascular). Quando são intracranianos devem ser prontamente acompanhados e tratados por um neurocirurgião, pois esta implicado em riscos graves caso haja rompimento do aneurisma. Fatores que são levados em consideração são as caracteristicas do aneurisma, a idade e saúde geral do paciente, a localização do aneurisma, entre outros fatores. Um abraço

  • 76
  • 143
  • 1439
Dra. Paula Guedes Macedo Dieckmann Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Neurologista

São Paulo

Prezada mamãe, Os aneurismas intracranianos sao uma doença muito peculiar, em que cada aneurisma é único. Assim, cada aneurisma de uma pessoa é diferente do outro, e também diferente em relação aos aneurismas de outras pessoas. Muitas informações são levadas em consideração para se decidir a real necessidade de se tratar, e qual o tipo de tratamento deverá ser realizado. Por exemplo, o tamanho e a localização de cada aneurisma irá influenciar muito nessa decisão. Portanto, o tratamento é individualizado, e não será o mesmo para todas pessoas. No entanto, nenhum dos tratamentos disponíveis atualmente seria adequado de se fazer durante uma gravidez, pelos riscos que o bebê estaria exposto. Você deve procurar um profissional com experiência nesse tipo de avaliação e conduta, como um neurologista vascular ou neurocirurgião, para que este possa lhe orientar se o tratamento deve ser realizado, como fazê-lo e o melhor momento para isto. Tenha uma excelente gestação!

  • 14
  • 3
  • 5
Dr. Francisco Antunes Dias Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Neurologista

Ribeirão Preto

Marcar consulta

Bom dia, Os aneurismas cerebrais apresentam uma chance de 1% de sangramento anual, de forma cumulativa. Em geral esses sangramentos são fatais. Quanto mais anos de vida se tem, maior o risco de sangramento. Existem outros fatores que aumentam esse risco. Aneurisma de artéria cerebral média são idealmente de tratamento cirúrgico com clipagem, haja visto que a anatomia de seu colo em geral dificulta bastante procedimentos endovasculares. Cada aneurisma deve ser individualizado. Procure um médico especialista para definir o tratamento.

  • 309
  • 44
  • 135
Dr. Thiago Gomes Martins Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Neurocirurgião, Neurologista

João Pessoa

Marcar consulta

Ver as 11 perguntas sobre Aneurisma Intracraniano