Ansiedade - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Ansiedade

Os especialistas falam sobre a Ansiedade

Trabalho nesse caso com atendimentos semanalmente. Os atendimento realizo um perspectiva Humanista Existencial, ou seja através do dialogo, compreendo o ambiente que esta inserido, sua historia de vida que justifica alguns comportamentos e outros aspectos da sua vida. A partir desse compreensão realizo intervenções através de questionamento ou interpretações para reflexão do problema enfrentado.
Dr. Bruno L Rhein
Dr. Bruno L Rhein Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicólogo

|

Americana

A terapia auxilia em técnicas e manejos de controlar a ansiedade por meio da mudança de pensamento. Olhar os acontecimentos de outras formas e com mais positividade ajuda a diminuir a ansiedade.
Bárbara Alves
Bárbara Alves Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga, Psicopedagoga

|

Braganca Paulista

A ansiedade, angustia, nervosismo, nao importa o nome que alguem use, é um mal estar; em grau mais forte a pessoa tem a sensaçao que vai morrer e é chamado ataque de ansiedade ou de pânico. Os sintomas clássicos são palpitaçao no coraçao e máos geladas. Os pensamentos poderao ser negativos, pessimistas. Voce precisa cuidar bem de voce nestas horas. Confie na sua capacidade de superar esta tempestade. Utilize as contribuiçoes orientais que sugerem que voce pode aperfeiçoar a sua capacidade respiratorio, respirando de forma correta e assim oxigenando bem seu corpo. Procure uma posiçao confortavel onde possa relaxar. Veja ou ouça um material que ajude a relaxar. Procure um bom psicologo.
Dr. Judson Riker
Dr. Judson Riker Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicólogo

|

Salvador

Ansiedade é o medo daquilo que ainda não aconteceu (e que talvez, nunca vá acontecer). Quem sofre de ansiedade vive no futuro, temendo possíveis ameaças. Porém, a ansiedade tem um lado bom: a capacidade de prever um perigo ou fugir de situações arriscadas nos permite continuar vivos. Entretanto, em demasia, ela atrapalha a vida de qualquer um. Pensamentos repetitivos, improdutivos e incontroláveis levam à ansiedade e, quando este quadro permanece, a vida do sujeito vira um transtorno. Algumas medidas têm exito no combate à ansiedade: meditação, técnicas de relaxamento, acupuntura, atividade física, acompanhamento psicológico/psiquiátrico. É necessário analisar cada caso.
Vanessa Lima
Vanessa Lima Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicanalista, Psicóloga

|

Salvador

OS transtornos de ansiedade são um grupo de perturbações mentais caracterizadas por sentimentos de ansiedade, preocupação extrema e medo. Estes sentimentos podem inclusive causar sintomas físicos, como ritmo cardíaco acelerado, tremores, sudorese, e alterações do sono. Existem várias perturbações de ansiedade conforme as causas dos sintomas, incluindo perturbação de ansiedade generalizada, fobias específicas, perturbação de ansiedade social, perturbação de ansiedade de separação, agorafobia e pânico. O tratamento pode consistir em alterações do estilo de vida, psicoterapia e medicamentos, gerando extrema melhora na qualidade de vida do paciente.
Natália Goulart Alves de Mello
Natália Goulart Alves de Mello Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Médica clínica geral , Psiquiatra

|

Brasilia

Ver mais

Tem perguntas sobre Ansiedade?

Nossos especialistas responderam 75 perguntas sobre Ansiedade.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional da saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

A ansiedade disfuncional, ou seja, aquela que não é útil para a nossa vida, é exatamente esta que nos deixa paralisado. Há uma ansiedade que é saudável, aquela que faz com que você se prepare para uma prova, uma viagem, uma reunião, mas não parece ser o seu caso, conforme descrito. Procure um psicólogo e/ou psiquiatra de confiança, a psicoterapia associada ao tratamento medicamentoso possui maior eficácia, entretanto, a origem dos "gatilhos" que provocam tal ansiedade deve ser tratada em psicoterapia.

  • 12
  • 26
  • 16
Rafael Di Matteo

Psicólogo

São Paulo

Sim, claro que existe solução. Um acompanhamento psicológico aliado ao seu comprometimento no tratamento, há grandes chances de melhorar sua qualidade de vida. É preciso entender o que desencadeia a sua ansiedade, assim tratar não apenas os sintomas, mas, também a causa, qual a origem real dessa ansiedade. Procure um psicólogo, que você tenha empatia, para que o tratamento seja produtivo, temos excelentes profissionais na área. Abs

  • 7
  • 19
  • 5
Dra. Ilma Torres Ferreira Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicanalista, Psicóloga

Rio de Janeiro

Marcar consulta

Bom dia. Não, ansiedade não enlouquece! Na verdade, sentir-se ansioso ou angustiado, alerta para o fato que algo não está bem. Isso é positivo, pois pode se procurar ajuda e resolver a causa psíquica que gera a mesma. Causa esta que, sem tratamento, poderia agravar a ansiedade, mas mesmo assim, não geraria uma "loucura". Nesse sentido, sentir ansiedade/angústia pode ser algo em direção à saúde, pois conscientiza a pessoa de que há um sofrimento, e pode faze-la buscar tratamento. É nesses termos, em geral, caso mais simples e de bom prognóstico. Tratamento clínico, não medicamentoso, que poderia sumir com ela apenas enquanto estivesse tomando, e retornaria ao parar, ou fazer surgir outros sintomas colaterais oriundos do uso do mesmo se ministrado sem necessidade. Para maior clareza e um diagnóstico mais preciso entretanto, é necessário uma investigação pessoal, clara e detalhada. Visite um profissional sério. O quanto antes se investigar e ir a causa, menos complicações poderão surgir.

  • Obrigado 1
  • 1 especialista está de acordo
  • 10
  • 5
  • 2
Frederico Bernardo de Oliveira Muller Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicanalista, Psicólogo

Rio de Janeiro

Marcar consulta

Existe sim a possibilidade de ser TOC, até porque TAG e TOC com frequência razoável ocorrem simultaneamente. Mas não mudaria muito a rotina de tratamento, que geralmente inclui farmaco e psicoterapia, e ainda teria que ser avaliada essa possibilidade com seu médico

  • 273
  • 76
  • 168
Dr. Thiago Reis Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psiquiatra

Teresina

Marcar consulta

Ver as 75 perguntas sobre Ansiedade