Cálculos Renais - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Cálculos Renais

Os especialistas falam sobre a Cálculos Renais

Cálculos renais, as famosas "pedras nos rins" são bastante comuns na população. Sua principal origem é devido a baixa ingesta de líquidos, deixando a urina muito concentrada, facilitando depósito de cristais e posteriormente formação de pequenos cálculos. Alguns pacientes podem ter distúrbios metabólicos ou anatômicos que favorecem a formação dos mesmos. O tratamento dos cálculos depende muito dos sintomas, tamanho, localização e dureza dos cálculos. Existem tratamentos com medicação, com litotripsia e até mesmo cirurgias. Atualmente as cirurgias mais realizadas são minimamente invasivas, sem cortes e com auxílio de laser.
Dr. Gabriel Barbosa Franco
Dr. Gabriel Barbosa Franco Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Urologista

|

São Paulo

Os cálculos renais, também conhecidos como "pedras nos rins" são formados pelo desequilíbrio na saturação da urina. Sabe-se que esta patologia é multifatorial, ou seja, causada por fatores como: hereditários, ambientais, dietéticos (excesso de sódio), metabólicos (ex. deficiência de citrato, níveis aumentados de ácido úrico), dentre outros. Pessoas com pedras nos rins podem não ter sintomas, ou mesmo apresentarem sangue na urina e dor. O tratamento depende do quadro clínico que o paciente apresenta, assim como do tamanho e da localização do (s) cálculo (s). A cirurgia a laser é um tratamento minimamente invasivo, que realizo há mais de 6 anos, com ótimos resultados.
Dr. Luis Fernando Dip
Dr. Luis Fernando Dip Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cirurgião geral, Urologista

|

Francisco Beltrão

A litíase renal aflige 10 a 15% da população. É pouco mais comum em homens. A importância das pedras renais não é apenas no sentido de evitar as tão famigeradas dores e complicações somente deste orgão. A ligação entre cálculo e doença vascular é bem documentada na literatura. Pedras nos rins foram associadas a aumento de 31% no risco de infarto do miocárdio. 80% dos cálculos são formados por oxalato de cálcio (as vezes com fosfato de calcio associado). 10% contem acido rico. 10% estruvita. 5% de ácido úrico puro. 1% cistina. A ligação entre pressão alta e obesidade e pedra nos rins é muito bem estabelecida na literatura. Tanto pessoas com pressão alta tem mais chance de formar pedras.
Dr. Alain Machado da Silva Dutra
Dr. Alain Machado da Silva Dutra Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Urologista

|

Santo André

Atualmente conseguimos gazeta imensa maioria dia tratamentos de cálculos renais com endoscopia e laser, sem corte. À recuperação é rápida e os riscos mínimo. Também é possível fazer estudo pra evitar a formação de novos cálculos, ou aumento dos já existentes! Se tem diagnóstico ou suspeita de cálculo marque com um urologista! Temos ao nosso dispor todos os mais modernos tratamentos para cálculos renais/ureterais disponíveis no mundo aqui em Brasília.
Dr. Prof. Ricardo Alexandre Fernandes Ferro
Dr. Prof. Ricardo Alexandre Fernandes Ferro Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Urologista

|

Brasilia

A prevalência de cálculos urinários durante a vida pode variar de 1% a 15% e os fatores de riscos principais são: geográficos, climáticos, étnicos, dietéticos e genéticos. Os cálculos urinários são mais frequentes nos homens do que nas mulheres, acometendo todas as faixas etárias, tendo um pico de maior incidência entre os 20 e 40 anos. A recorrência pode ser de 50% a depender dos fatores de risco. A cólica é um dos quadros álgicos mais intensos observados na medicina e deve ser tratada por um especialista. O tratamento dos cálculos pode ser clínico ou cirúrgico, sendo a última opção geralmente realizada por via endoscópica, com pouca invasividade, rápida recuperação e boa resolução.
Dr. Iuri Arruda Aragão
Dr. Iuri Arruda Aragão Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Urologista

|

Fortaleza

Ver mais

Tem perguntas sobre Cálculos Renais?

Nossos especialistas responderam 199 perguntas sobre Cálculos Renais.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional da saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

Ajuda a diminuir a quantidade de calcuio eliminado pelos rins, em uma condição conhecida pelos médicos como hipercalciuria. Para chegar a este diagnóstico, é necessário uma dosagem de calcio e alguns hormonios no sangue, assim como o calculo do calcio eliminado em uma análise de urina de 24h. Consulte um urologista mais próximo de você e saiba mais. Atenciosamente Dr. Bruno Benigno CRM SP 126265

  • 187
  • 46
  • 134
Dr. Bruno Benigno Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Oncologista, Urologista

São Paulo

Marcar consulta

Sim, podem. Os cálculos renais são uma das principais causas de hematúria na prática clínica. Quando cálculos menores que 1 cm, eles comumente podem causar obstrução ureteral e consequentemente dor lombar importante com irradiação para regiáo inguinal. Quando cálculos maiores, muitas vezes eles podem não "descer ", não dando um quadro de dor muito exuberante, mas podem, pelo deslocamento, ocasionar sangramento urinário ( hematúria ). Cálculos pequenos podem ser manejados clinicamente, muitas vezes pelo nefrologista. Já cálculos muito grandes necessitam de intervenção cirúrgica pelo colega urologista. Espero ter ajudado : )

  • Obrigado 3
  • 1 especialista está de acordo
  • 103
  • 65
  • 261
Fabio Humberto Ribeiro Paes Ferraz Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Nefrologista

Brasilia

Apenas pelas informações citadas fica difícil emitir uma opinião. Uma avaliação do último exame de imagem é fundamental para determinar o próximo passo.

  • Obrigado 0
  • 1 especialista está de acordo
  • 32
  • 3
  • 2
Dr. Mateus C. Bellote Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Urologista

Curitiba

Marcar consulta

O duplo J pode sim causar incômodo. Algumas pessoas nem sentem que estão com duplo j , outras sofrem com dores em cólica , dor à micção e sangue na urina. Siga as orientações do seu urologista ,alguns medicamentos podem ajudar na dor do duplo J. Fique bem.

  • 54
  • 12
  • 24
Dr. Flávio Vasconcelos Ordones Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Urologista

São Paulo

Marcar consulta

Ver as 199 perguntas sobre Cálculos Renais