Cervicalgia - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Cervicalgia

Os especialistas falam sobre a Cervicalgia

A cervicalgia também pode irradia para a cabeça. A classificação internacional das cefaleias sugere que o diagnostico seja confirmado desde que preencha alguns critérios: Evidência clínica ou por exames de uma lesão na coluna ou nos tecidos moles do pescoço (músculos ou nervos) Evidência de relação, como surgimento da dor de cabeça após início do problema do pescoço e melhora com o tratamento específico, redução da capacidade de movimentar o pescoço e melhora imediata da dor após um bloqueio anestésico do nervo ou do músculo responsável pela dor É uma condição muito comum e os estudos mostram que ela é capaz de agravar as crises de enxaqueca, seja na sua intensidade quanto na sua frequência.
Dr. Marcio Rafael de Araujo Siega
Dr. Marcio Rafael de Araujo Siega Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Neurologista

|

Brasília

A cervicalgia costuma ser insidiosa, sem causa aparente. Mas raramente se inicia de maneira súbita, em geral está relacionada com movimentos bruscos do pescoço, longa permanência em posição forçada, esforço ou trauma e até mesmo alterações da ATM (articulação têmporo-mandibular). O paciente com cervicalgia geralmente relata uma melhora quando está em repouso e exacerbação da dor com o movimento. Costuma-se adquirir uma atitude de defesa e rigidez dos movimentos ocorre também uma alteração na mobilidade do pescoço e a dor durante a palpação da musculatura do pescoço podendo também abranger a região do ombro e nos casos mais graves ou prolongados irradiando para todo o membro superior.
Dr. Fabio Soares Segall
Dr. Fabio Soares Segall Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ortopedista - Traumatologista

|

Petrópolis

A dor na coluna cervical, também chamada de dor no pescoço, cervicalgia ou até torcicolo, é muito frequente na população em geral. A maioria das pessoas acaba tendo algum sintoma semelhante em algum momento da vida. Em grande parte dos casos é uma condição benigna e auto-limitada, isto é, de resolução espontânea em alguns dias. Os sintomas mais comuns são dor e rigidez no pescoço, podendo ou não irradiar para a região dos ombros e braços. Muitas vezes associamos a alguma postura errada após dormir ou até mesmo mudanças de temperatura como o uso de ar condicionado.
Dr. Andre Luiz Pagotto Vieira

Ortopedista - Traumatologista

|

Imperatriz

Uma cervicalgia é uma dor localizada nas vértebras cervicais. Ela pode ser crônica (quando dura várias semanas) ou aguda (quando só dura alguns dias). A forma da cervicalgia aguda mais comum é o torcicolo. A coluna cervical é composta de sete vértebras, ligadas por músculos e ligamentos, que formam uma ponte óssea entre a cabeça e o tronco. Ela controla os movimentos da cabeça em relação ao tronco e assegura a sua sustentação. A cervicalgia pode se manifestar pelos seguintes sintomas: dor na nuca que pode irradiar para os ombros ou braços, rigidez na nuca, desconforto nos movimentos da cabeça, dores de cabeça, tonturas e formigamento no pescoço (que pode se espalhar para o ombro e o braço).
Gilmar de Oliveira Dornelas Junior
Gilmar de Oliveira Dornelas Junior Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Neurologista

|

Campo Grande

Frequentemente, a dor na região cervical (cervicalgia) é causada por problemas que não estão relacionados à coluna vertebral e somente com uma avaliação de um profissional especialista é possível fazer esta distinção. O tratamento da cervicalgia é bastante amplo e envolve a interação de equipe multiprofissional: cirurgião de coluna, fisiatra, fisioterapêuta, dentre outros. Apenas uma pequena parte dos pacientes necessitarão de cirurgia. Converse com o seu médico e esclareça todas as suas dúvidas !
Dr. Iuri Neville
Dr. Iuri Neville Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Neurocirurgião

|

São Paulo

Ver mais

Tem perguntas sobre Cervicalgia?

Nossos especialistas responderam 23 perguntas sobre Cervicalgia.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional da saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

Lombalgias e Cervicalgias são termos inespecíficos que se referem à dores na região baixa da coluna (lombar) e no pescoço (cervical), assim podem existir diversos tipos de dor com causas diferentes. Portanto é preciso ser feita uma avaliação detalhada para identificar as causas desta dor, na OSTEOPATIA buscamos reequilibrar o corpo devolvendo movimento para as estruturas que estão em disfunção e permitindo que o corpo tenha maior capacidade de se curar. É importante fazer uma avaliação médica antes.

  • 1
  • 3
  • 2
Laís Gervásio

Fisioterapeuta

São José Do Rio Pardo

Para identificar a causa da dor na região cervical, procure um Neurocirurgião ou Ortopedista.

  • 2
  • 3
  • 3
Dr. Paulo Manabu Honda

Neurocirurgião

São Paulo

Essas medicações dificilmente causam cervicalgia. O que pode acontecer é a dor ter origem postural ou por consequência de algum esforço. Eventualmente as medicações podem aumentar a sonolência e você pode ter dormido em postura inadequada. De qualquer modo se a dor retornar procure um especialista para realizar exame físico e se necessário exames adicionais para achar a causa e tratá-la.

  • 62
  • 34
  • 39
Dr. Daniel Bedran de Castro Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Ortopedista - Traumatologista

São José do Rio Preto

Marcar consulta

É uma condição bastante frequente onde a pessoa apresenta dor no pescoço ou nos membros superiores devido alterações que ocorrem com o tempo, das estruturas da coluna cervical. As vértebras, o disco entre as vértebras que amortece o impacto, os ligamentos articulares, tendões e músculos do pescoço podem doer por essas tais alterações degenerativas. A falta de atividade física, o excesso de peso, a postura inadequada e o próprio avançar da idade são as causas da cervicalgia degenerativa. Para definir o melhor tratamento o ortopedista, neurocirurgião ou neurologista podem te ajudar. Abraços.

  • 6
  • 3
  • 17
Dr. André Macedo Serafim da Silva Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Neurologista

São Paulo

Ver as 23 perguntas sobre Cervicalgia