Colesteatoma - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Colesteatoma

Os especialistas falam sobre a Colesteatoma

O Colesteatoma de orelha média é um cisto de queratina ("pele esfoliada") que se instala "atrás da membrana do tímpano". Geralmente originado pela migração de pele através de uma perfuração ou retração desta membrana, ele tem crescimento progressivo, lento, mas que pode levar a destruição das estruturas vizinhas como os ossículos da audição, labirinto, base do crânio e canal do nervo facial. Essa destruição pode comprometer a audição, o equilíbrio, as meninges e o nervo facial (que leva os movimentos à face), causando complicações desagradáveis e algumas vezes graves como meningite. Seu tratamento ideal é a cirurgia, geralmente a Timpanomastoidectomia ou Remoção Endoscópica.
Dr. Édio Cavallaro
Dr. Édio Cavallaro Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Otorrino

|

Rio de Janeiro

Tem perguntas sobre Colesteatoma?

Nossos especialistas responderam 36 perguntas sobre Colesteatoma.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional da saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

Procure o otorrinolaringologista ou serviço que realizou a cirurgia com urgência para verificar se houve infecção ou formação de abcesso no local da cirurgia.

  • 35
  • 39
  • 125
Dr. Marcelo Naoki Soki

Otorrino

São José dos Campos

Isso pode acontecer! O importante é seguir as orientações do cirurgião e retornar para as revisões. A cicatrização é uma etapa importante na recupração então tem que observar todos as orientações.

  • 17
  • 20
  • 232
Dr. Erik Frota Haguette

Otorrino

Fortaleza

Prezado(a) leitor(a): O achado à tomografia é um sinal bastante sugestivo de colestetoma e não há outra forma de tratá-lo além da cirúrgica. Fique tranquilo que não existe qualquer relação entre colestetoma e doença maligna.

  • 39
  • 14
  • 24
Dr. Márcio Niemeyer Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Otorrino

Goiânia

Meu caro, depende do tempo de cirurgia e da gravidade da lesão. Continue acompanhando com seu otorrino. Mesmo que fique algum grau de sequela, existem tratamentos que visam a minimizá-la.

  • 175
  • 63
  • 177
Dr. Henrique Penatti Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Otorrino

Piracicaba

Marcar consulta

Ver as 36 perguntas sobre Colesteatoma