Coronariopatia - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Coronariopatia

Os especialistas falam sobre a Coronariopatia

Pacientes com obstruções das artérias coronárias, que já sofreram um infarto do miocárdio, ou aqueles que já foram submetidos a procedimentos de revascularização (implante de stent, cirurgia cardíaca) são chamados "coronariopatas". A coronariopatia é a principal causa de morte no Brasil, e seu tratamento necessita não só de dispositivos ou procedimentos que visam melhorar o fluxo nas artérias, mas de uma abordagem integral por especialistas no assunto.
Dr. Humberto Graner Moreira
Dr. Humberto Graner Moreira Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cardiologista

|

Goiânia

Identificação de fatores de riscos, prevenção primária e secundária, tratamento e acompanhamento.
Dr. Gustavo Salatino
Dr. Gustavo Salatino Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cardiologista, Médico do esporte

|

Guarulhos

Os fatores de risco para doença coronariana são hipertensão, diabetes, colesterol elevado, cigarro, obesidade, sedentarismo, idade e história familiar. Apnéia do sono e aumento da circunferência abdominal também são situações de risco.
Filipe Rego
Filipe Rego Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cardiologista

|

Natal

Coronariopatia ou doença das coronárias é uma condição que atinge principalmente as paredes das artérias que nutrem o coração, formando placas que obstruem a passagem de sangue podendo até interromper este fluxo, ocasionando sofrimento, ou perda do tecido se não for revertida em tempo hábil. Neste sentido existem as técnicas de reperfusão de emergência. A técnica mais eficiente em reduzir morte ou sequelas por infarto do miocárdio é a Angioplastia Coronaria, geralmente associada a implante de um ou mais Stents (Próteses intra-coronarianas), que ajudam a manter a artéria que foi desobstruída com fluxo de sangue normal.
Dr. Otavio Eboli
Dr. Otavio Eboli Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cardiologista

|

São Paulo

A coronariopatia é a doença das artérias do coração, causada mais frequentemente por obstruções das artérias coronárias por placas ateromatosas (gordura), impedindo o fluxo de oxigênio para determinada região da musculatura cardíaca.
Ana Carolina Lahaud Ramos

Cardiologista, Médica clínica geral

|

Teresópolis

Ver mais

Tem perguntas sobre Coronariopatia?

Nossos especialistas responderam 5 perguntas sobre Coronariopatia.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

Olá! Boa tarde! Ela realmente tinha comprometimento importante de uma artéria principal do ventrículo esquerdo. Pelo que entendi fez revascularização há 45 dias. O resultado do eco mostra movimento anômalo septal, q não é incomum após cirurgia cardíaca e comprometimento importante das demais paredes do ventrículo esquerdo. Não há referências de sintomas . Este comprometimento é sério, mas há como oferecer tratamento medicamentoso q pode melhorar esta resposta com a terapêutica atual.

  • Obrigado 1
  • 1 especialista está de acordo
  • 12
  • 4
  • 8
Dra. Nereide Machado de Melo Mendes Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cardiologista

Recife

Prezada (o), este exame é capaz de avaliar a anatomia coronariana, entretanto o exame padrão ouro ainda é a coronariografia (cateterismo cardíaco)

  • 63
  • 7
  • 35
Leonardo da Cruz Nunes Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cardiologista

Rio de Janeiro

Prezada(o), Atualmente dependendo das condições gerais do paciente, e das características da obstrução coronariana, provávelmente tratar-se-ia de uma indicação preferencial para angioplastia coronariana, geralmente associada a implantação de stent com liberação local de fármacos, e terapia medicamentosa adjuvante apropriada, com segmento clínico periódico com cardiologista, para realizar a prevenção secundária.

  • Obrigado 0
  • 1 especialista está de acordo
  • 184
  • 121
  • 206
Dr. Otavio Eboli Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cardiologista

São Paulo

Marcar consulta

Olá . Esse termo citado não existe. O laudo de BRD no eletrocardiograma significa Bloqueio de Ramo Direito, que quer dizer que existe uma alteração na condução do estímulo elétrico para o lado direito do coração. Geralmente essa alteração é melhor visualizada nas derivações e V1 a V3, mas não significa que exista coronariopatia associada. Converse com seu cardiologista para um melhor esclarecimento do seu caso e das alterações do eletrocardiograma

  • 112
  • 96
  • 148
Alexandre de Loyola e Silva Avellar Fonseca Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Cardiologista, Médico clínico geral

Curitiba

Marcar consulta

Ver as 5 perguntas sobre Coronariopatia