Tomo anti depressivo há 2 anos... Vi uma grande melhora desde o início...

É importante a perseverança no tratamento medicamentoso e isso pode ser comprovado com a melhora do quadro sintomático. No entanto, quando não há o acompanhamento psicológico a atuação da medicação se mantém eficaz e restrita ao sintoma. Outros sintomas podem surgir, o médico deve ser informado e a premência do acompanhamento psicológico se mantem. Procure um psicólogo para um tratamento associado ao que já está sendo feito.

Ola! Você está somente com medicação? Se sim, pode ser de grande valia buscar uma psicoterapia visando uma escuta frente a esses medos que te tiram até o sono. A medição estabiliza o quadro, provável que daí que perceba a melhora. Poderá avançar ainda mais com uma boa escuta!

Você está em acompanhamento com psicólogo? (Vou tomar a liberdade de assumir que a resposta é negativa.) Apenas a medicação não garante a remissão da depressão. É preciso mudar a forma de lidar com comportamentos ou os ambientes e estressores do dia a dia. É fundamental o acompanhamento de um psicólogo para evoluir o quadro e atingir alta. Depressão tem cura: não é um transtorno crônico que deve ser medicado pela vida inteira. É arriscado dizer algo sobre seus sintomas, mas algo muito comum em comorbidade com depressão seria ansiedade. Busque um profissional para avaliar com precisão seu caso e determinar os próximos passos.

Os sintomas não são compatíveis com recorrência De transtorno depressivo. É fundamental relatar estes fatos ao seu psiquiatra. Psicoterapia é necessário no seu tratamento.

Pode ser depressão com ansiedade. Dado que está com compensação medicamentosa, aconselho acompanhamento psicoterapico, a fim de reestruturar cognitivamente tais medo e pensamentos distorcidos.
A terapia cognitivo comportamental é bastante eficiente no ajustamento desses processos disfuncionais.
Boa sorte e forte abraço

Sim, pode ser relacionado à depressão, assim como a outros transtornos. Por isso recomendo conversar a respeito com o seu médico psiquiatra. É importante frisar que o efeito de anti-depressivos é limitado sem psicoterapia, por isso recomendo procurar um psicólogo para também ter essa forma de cuidado. Cuide-se.

Olá!
Você faz acompanhamento Psicológico também? Além da medicação? É muito importante que além do tratamento com remédios, você seja acompanhada por um Psicólogo, para que, trabalhe as razões que a levam se sentir dessa forma.

Atte

Somos seres biopsicosociais, nem tudo que você sente está relacionado aos remédios e o seu diagnóstico em si, que ao que parece pela sua descrição já entraram em remissao. Parece que esse incômodo descrito está na esfera do psicosocial, importante conversar com seu médico e avaliar e pensar em fazer psicoterapia, me parece agora importante para você. Espero ter ajudado.

Recomendo uma avaliação com o médico de sua confiança, que está acompanhando o tratamento, ele poderá fazer o ajuste do medicamento.

Além disso, deve associar a Psicoterapia, para adquirir autoconhecimento e ter uma vida psico-emicoional equilibrada.

Abraços.

Olá! todo e qualquer medicamento para uma depressão não leva a uma cura, são paliativos e devem ser temporários e sempre associado a uma boa Psicoterapia Cognitivo Comportamental e Hipnoterapia. Paz e Bem!

Olá. Essas reações que você tem tido podem se dever tanto à sua depressão, a algum outro problema psicológico (por exemplo a ansiedade) ou até mesmo ter relação com o uso dos remédios. Por isso, é importantíssimo você relatar ao seu psiquiatra de confiança todas essas reações que você tem tido, pois ele terá possibilidade de orientar melhor. Em casos de depressão muitos pacientes têm se beneficiado da psicoterapia, feita com psicólogo qualificado, e ela inclusive pode te ajudar com esse tipo de problema ligado ao sono. Espero ter te ajudado.

O mais importante é: você está em acompanhamento psicológico?
Somente a medicação não pode resolver esse tipo de problema, ok?
Com a psicoterapia, você pode identificar o que está causando esse quadro clínico e mudar alguns aspectos da sua vida!

Ola, é importante informar pra seu médico os sintomas. No entanto, o ideal é buscar ajuda psicológica, pois lhe ajudará a descobrir a causa dos sintomas. A integracao da medicação e a psicoterapia ajuda na maior compreensão de sua vida e com o tempo a remissao dos sintomas.

Quando as pessoas fazem um tratamento para depressão é importante fazer reavaliação quando se sentir sintomas diferentes do que sentia, geralmente o médico recomenda ao retorno em 6 meses ou menos, procure seu médico e também é importante fazer uma terapia para uma
melhor avaliação e tratamento.
Fique bem
abraços

Você nesses dois anos tem tratado do sintoma chamado depressão. O antidepressivo com certeza surtiu efeito. Fez a parte dele, tanto que você se sentiu melhor. Agora, as experiências que você tem tido (medos, insônia, sensação ruim...) devem ser tratadas com um (a) psicólogo(a), o(a) qual possivelmente te ajudará resolver o problema livrando você, inclusive, do antidepressivo.
Um abraço!

O que você descreve é simliar à paralisia do sono.
No momento em que ocorre a transição para o sono algumas pessoas podem ter sensações estranhas, como alguma presença ou vultos.
Isso não é sinal de doença e não está relacionado a depressão, mas pode piorar com alguns antidepressivos.
Estou a disposição para outros esclarecimentos.
Pode me enviar uma pergunta.

Me parece um quadro de síndrome do pânico, sugiro que procure seu médico para que ele te reavalie, verificando ajustes na sua medicação.
Boa sorte!
Abraços.

Só vou repetir o que contem nas respostas de quase todos os colegas. Ou seja, os medicamentos tratam os sintomas, mas necessita tratar as causas que são psicológicas. Tanto pode estar apresentando sintomas de transtornos associados, como efeitos colaterais os medicamentos que está usando.
Medicamento: fácil, rápido, efeitos colaterais, dependência, tolerância, indefinidamente, apenas nos sintomas
Psicoterapia: difícil, demorada, incomoda, age nas causas, reduz os sintomas, redução até eliminação da medicação, melhora em todos os aspectos da vida.

Esses sintomas podem estar relacionados à uma alteração específica do sono, à algum efeito colateral da medicação antidepressiva ou à algum resquício de sintoma ansioso que pode estar presente.
Nesse caso, é muito importante uma avaliação médica especializada para fazer essa diferenciação diagnóstica e estabelecer, junto com voce, um plano de tratamento para melhorar esse sintoma e sua qualidade de vida.

Olá! Respondendo à sua dúvida é necessário o acompanhamento psicológico junto ao tratamento medicamentoso. Pois só o medicamento acarretará em o seu organismo se acostumar C a dosagem e aumentá-la constantemente até que não possa mais aumentar e o problema não será resolvido e sim aumentado , pois aí você terá o vicio no remédio. Aconselho você a procurar um psicólogo para acompanhar seu tratamento.
Espero ter ajudado
Grata pela atenção

Em casos de insônia pode haver um processo depressivo também, mas busque uma terapia que utilize técnicas de relaxamento, hipnose e meditação.

Os sintomas descritos parece um nível de transtorno de ansiedade alto. Acredito que segundo aprendi com um psiquiatra, a medicação excitalopram e similares atinge seu ápice de ação, em até seis meses.
Durante esse período recomendo como psicóloga, um bom acompanhamento psicológico de preferência com hipnose duas vezes por semana. Porquê somente dessa forma, nessa união de tratamento medicamentoso e psicológico, tera sucesso no tratamento.
Após seis meses deve-se, sobre orientação psiquiátrica fazer o desmame da medicação e manter a terapia semanal.
Está orientação esta de acordo com tratamento realizado por experiência própria e com sucesso.
Psicóloga Cida Santos

Olá, a hora de dormir pode ser um momento mt difícil, de mt insegurança. Nem sempre a medicação sozinha resolve. É importante que o médico esteja sempre acompanhando sua evolução para fazer modificações eventuais na medicação, mas tb é importante conversar sobre seus medos e inseguranças para entender melhor e aliviar essas ansiedades.

Sim, a homeopatia trata depressão,e consulte um médico homeopata que fara uma ótima anamnese.Concomitantemente deve ser feito também um tratamento com um psicanalista ou psicólogo para verificar as raízes desse transtorno.

Ver as 479 perguntas sobre Depressão

Perguntas relacionadas

Outras perguntas respondidas por especialistas da Doctoralia:

Tem perguntas sobre Depressão?

Nossos especialistas responderam 479 perguntas sobre Depressão.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.