Dificuldades no relacionamento - Informação, especialistas, perguntas frequentes.

Tudo sobre Dificuldades no relacionamento

Os especialistas falam sobre a Dificuldades no relacionamento

A forma como o sujeito irá se posicionar e situar seu desejo ocorrerá na resolução do complexo de édipo, ocorrendo a mesma dialética para o menino e a menina, porém para a menina, paradoxalmente existe uma diferenciação. Primeiro, menino e menina, é necessária a renuncia de ser o falo e admitir que há algo para além dele onde se dirige o desejo da mãe, por exemplo o pai. A direção do desejo da mãe orienta a menina em sua busca do falo, ou objeto que lhe falta. O menino a saída do complexo de édipo é que viabiliza a aceitação da castração e para a menina ao entrar no complexo de édipo, ainda precisa de substituir seu objeto que foi castrado.
Edicleia Lima
Edicleia Lima Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicanalista, Psicóloga

|

Rio de Janeiro

A psicoterapia auxilia o indivíduo na busca de seus ideais e na compreensão de seus sentimentos e objetivos, tanto nos relacionamentos, quanto nas metas de vida. O indivíduo passa a se dar mais valor e a se perceber como um ser completo.
Bárbara Alves
Bárbara Alves Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga, Psicopedagoga

|

Braganca Paulista

Existe um mito sobre o amor. O mito de "Ser um" com seu parceiro ou parceira. Muitas vezes atribuído com a máxima do ato sexual. Porém, o corpo que desfruta da presenta de outro corpo e suas subjetividades só consegue absorver aquilo que pertenci a si mesmo, com seus sentidos e seu psiquismo. Não é possível absorver o que o outro sente, porque não se tem o poder de sentir pelo outro. O que pode acontecer é de traduzirmos o que pode ser que o outro sinta. E na tentativa de traduzir o que se passa, seja no amor, nas amizades, nas relações em geral, a pessoa acaba por passar por um funil de dúvidas: O que você quer de mim? Sendo necessário separar o que é fantasia e o que é realidade.
Leandro Winter

Psicanalista, Psicólogo

|

Curitiba

É importante saber que dificuldade em relações não é azar ou dedo podre, como alguns dizem. É preciso entender o que leva a alguns modos de relações e o motivo. Com a psicoterapia é possível identificar por quê parece tão difícil relacionar-se com as outras pessoas, aprendendo a perceber não só o que o outro faz, mas o que também é responsabilidade individual. Sabendo o que é de cada um, é possível separar e saber o que cabe a cada um fazer para melhorar a relação com os outros, seja no amor, no trabalho, na família ou com amigos.
João Buono

Psicanalista

|

São Paulo

Os relacionamentos na vida adulta somente vem a confirmar as questões bem ou mal resolvidas que tivemos na vida infantil. Nossos relacionamentos costumam acontecer como extensão das relações que tivemos com a família original. Uma criança que recebe amor, introjeta este sentimento, e na vida adulta, sente que tem muito a oferecer. Na relação com nossos familiares adquirimos hábitos comportamentais mais ou menos saudáveis. Ao analisarmos a história de alguém que não consegue se vincular afetivamente, encontraremos motivos que o fizeram se retrair.
Ellen Martins Peiter

Psicóloga

|

Rio de Janeiro

Ver mais

Tem perguntas sobre Dificuldades no relacionamento?

Nossos especialistas responderam 33 perguntas sobre Dificuldades no relacionamento.

Pergunte a milhares de especialistas de forma anônima e gratuita

  • A sua pergunta se publicará de forma anônima.
  • Faça uma pergunta concreta, mantenha o foco em uma pergunta médica.
  • Seja breve e conciso.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional da saúde. Se tiver algum problema ou urgência, vá ao médico ou ao pronto-socorro.
  • Não estará permitido obter segundas opiniões ou consultas sobre um caso em concreto.

Estas são as mais populares:

Olá! Essa dificuldade é comum, para quem passou por abuso, mas sugiro que você procure ajuda psicológica, para que possa conseguir lidar com o ocorrido de uma forma menos traumatizante e sofrida, possibilitando que possa reaver o contato com seu marido e ter uma relação prazerosa e sadia. Somente em tratamento, essa questão poderá ser trabalhada e elaborada. Desejo melhoras. Abraços!

  • 35
  • 44
  • 33
Danielle dos Santos Junqueira

Psicanalista, Psicóloga

Olá. A situação que você conta parece bastante grave e penso em diversas perguntas para lhe fazer para que vc reflita: O que de pior poderia ocorrer caso vc entrasse em contato com alguém? Será que isso mesmo que vc pensou (provavelmente algo negativo) ocorreria? E, o que vc faria para resolver caso isso (algo ruim) ocorresse? Não sei quais serão suas respostas mas acredito que devido essa dificuldade, a probabilidade é baixa de você procurar uma psicoterapia, mas assim como todos os profissionais que vão escrever aqui: é necessário que você busque psicoterapia para sentir-se mais seguro para enfrentar os momentos difíceis e os pensamentos que você tem tido sobre interagir com as pessoas. Acredito que uma boa psicoterapia pode mudar sua vida.

  • 144
  • 91
  • 68
Ana Paula Gonçalves Donate Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

São Paulo

Ola! Primeiramente dizer que vocês dois precisam de ajuda profissional, entender o descontrole e agressividade será um passo que mudará a dinâmica dessa relação e das futuras. Muito possivelmente existe uma relação deteriorada, frágil e insegura a qual vocês construíram e nesse momento não sabem como chegou a esse ponto e o que fazer. Busquem um psicoterapeuta e caso o descontrole, irá e fúria estiverem presenten será importante uma avaliação com um psiquiatra! Estar em uma fase desestabilizada não significa que será sempre assim! Não desista de entender e melhorar suas relações. Abraço

  • 237
  • 114
  • 136
Dra. Ajurymar Santos Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicóloga

Feira de Santana

Marcar consulta

Este assunto também incomoda o seu marido? Uma terapia com Psicólogo não necessariamente a Psicanálise pode ajudar o seu marido a se entender, ou ainda entender o que ele acaba reproduzindo de comportamento e de pensamentos que acabam mantendo ele neste movimento de não se fixar em trabalhos e de não concluir a faculdade. Também é importante que você busque ajuda para aprender a lidar com estas questões que andam pairando na sua cabeça. Espero ter ajudado. Até breve.

  • 41
  • 41
  • 25
Rodrigo Vogas Profissional Premium: Tem um perfil mais completo.

Psicólogo

Rio de Janeiro

Marcar consulta

Ver as 33 perguntas sobre Dificuldades no relacionamento